A 2ª página dourada do Rio Maior Sport Clube

Rio Maior S.C. recebe a taça e as medalhas de Campeão Distrital de Futebol da 2ª Divisão de Santarém 2016/2017

RMSC_plantel_tecnicos_dirigentes

Os jogadores campeões: Fábio Giroto, GR e capitão da equipa, Duarte Ferreira, Rafael Fernandes, Iuri Rodrigues, Alexandre Nogueira, Bernardo Ferreira, Francisco Martins, Joel Batista, Paulo Ojeda, Rui Cardoso, Iury Lima, Telmo Tinta, Diogo Chibante, Luís Colaço, Miguel Menezes, Bernardo Santos, Lucas Fonseca, Francisco Pereira, Ivan Leletkin, Francisco Clemente, Vítor Dias, David Fonseca, Gonçalo Martins, André Adrião, Eduardo Filipe, Rodrigo Moniz e Rafael Reis. Na foto veem-se ainda os treinadores, todos os elementos do departamento de Futebol, a direção do Clube, os representantes da Associação de Futebol de Santarém, os autarcas e o chefe de gabinete mencionados nesta página.

Sábado, 20 de maio de 2017. O Estádio Municipal de Rio Maior recebeu, ao fim da manhã, a festa do Campeão da 2ª Divisão Distrital de Santarém em Juniores – o Rio Maior Sport Clube, que conquistou o título na sua primeira participação no campeonato e 10 meses após a fundação em 6 de julho de 2016.

Consistiu a festa na entrega de medalha comemorativa e imposição de faixa de campeão a cada jogador, técnico e dirigente, na entrega da taça ao clube e num jogo amigável com o Campeão Distrital da 1ª Divisão de Santarém em Juniores, o Amiense que ganharia por 3-1; o Rio Maior S.C. ainda marcou o primeiro golo mas a emoção do momento era outra, como se compreende.

Rui Giroto, guarda-redes e capitão do RMSC, foi o primeiro jogador a entrar no relvado entre alas do Amiense.

Fábio Giroto, guarda-redes e capitão do RMSC, foi o primeiro jogador a entrar no relvado entre alas do Amiense.

2RMSC_jogadores

3RMSC_jogadores

A equipa técnica que conduziu o RMSC ao seu 1º título de campeão e à subida à 1ª Divisão Distrital de Juniores de Santarém.

A equipa técnica que conduziu o RMSC ao seu 1º título de campeão e à subida à 1ª Divisão Distrital de Juniores de Santarém.

O Departamento de Futebol do Rio Maior Sport Clube.

O Departamento de Futebol do Rio Maior Sport Clube.

Para receberem os prémios, além dos jogadores e da equipa técnica foram chamados ao relvado a direção do Rio Maior Sport Clube e todos os elementos do departamento de futebol.

Para a entrega das medalhas e faixas foram convidados a presidente do Município, Isaura Morais, o vereador do Desporto, João Lopes Candoso, o chefe de gabinete da presidência da Câmara, João Rebocho, o presidente do RMSC, Leandro Antunes e os representantes da Associação de Futebol de Santarém, José Faro e Alberto Mineiro. Coube a Isaura Morais entregar a taça ao capitão e guarda-redes, Fábio Giroto.

Paulo Vieira, diretor do RMSC para o Futebol Júnior.

Paulo Vieira, diretor do RMSC para o Futebol Júnior.

Paulo Vieira, o diretor do RMSC para o Futebol Júnior disse da sua felicidade e de toda a direção pela conquista deste primeiro título do jovem clube, com “os jogadores a darem tudo o que tinham e não tinham para conseguirem esta consagração, para receberem as merecidas faixas de campeões. É um grupo fantástico”!

Vieira elogiou a equipa técnica constituída por Paulo Miguel, Tiago Silva e Eduardo e liderada por Mauro Miguel: “Em muitos anos de dirigente do futebol noutro clube nunca lidei com um treinador com os conhecimentos e a postura de ensinamento que o mister Mauro Miguel tem; é ele o obreiro, além de todas as outras pessoas que o acompanharam, desta conquista do Campeonato Distrital da 2ª Divisão de Santarém em Juniores e consequente subida de divisão; para ele vai todo o meu apreço, porque é uma pessoa extraordinária e com uma competência enorme.”

Quanto aos atletas, “cada um de nós tem a sua família mas aqui, no Rio Maior Sport Clube conseguimos construir durante a época a nossa família desportiva”, afirmou o diretor do Futebol Júnior.

O treinador Mauro Miguel.

O treinador Mauro Miguel.

Falando ao jornal Região de Rio Maior, o treinador Mauro Miguel resumiu assim a primeira do resto de todas as épocas do RMSC na categoria de juniores: “Clube novo, uma equipa nova apesar de muitos dos seus jogadores já terem tido formação no Núcleo Sportinguista de Rio Maior, tendo outros iniciado agora os seus cursos em Rio Maior. Sendo todos nós novos, aqueles que já se conheciam bem como ao clube souberam receber os demais, o que nos possibilitou logo desde o início da época criar um bom grupo.

O espírito de grupo foi um dos fatores determinantes para alcançarmos o título. Outro fator essencial foi a qualidade que a equipa conseguiu atingir, quer a nível individual quer coletivo. E depois, outra coisa que também fez a diferença, que foi a junção de um espírito forte, de sacrifício quando necessário e uma boa preparação física.”

Agora, cerca de metade do plantel júnior de 2016/2017 vai transitar para o escalão sénior na época de 2017/2018, de modo que o Rio Maior Sport Clube irá receber novos jogadores oriundos dos sub 17 do Núcleo Sportinguista de Rio Maior e talvez alguns elementos que venham estudar para a Escola Superior de Desporto de Rio Maior.

Mauro Miguel, que confirmou que continuará no clube e nos juniores em concreto, manifestou a sua satisfação pela conquista do título e a promoção dos juniores à 1ª divisão, como corolário de um trabalho bem feito: “Apesar de eu já conhecer a cidade porque fui cá aluno, não conhecia o clube, que era novo, nem a maior parte das pessoas que o integravam mas correu tudo bem, porque todos nos orientámos para isso.”

Isaura Morais colocando a faixa de campeão em Leandro Antunes. Também a edil recebeu faixa idêntica, na qualidade de presidente da  assembleia geral do Rio Maior Sport Clube.

Isaura Morais colocando a faixa de campeão em Leandro Antunes. Também a edil recebeu faixa idêntica, na qualidade de presidente da
assembleia geral do Rio Maior Sport Clube.

O Rio Maior Sport Clube foi uma criação de cinco pessoas: Leandro Antunes, presidente do clube, Eduardo Teixeira, Mauro Pulquério, Paulo Vieira e Vítor Alexandre, que no seu conjunto formam a atual direção.

“Debatemos as ideias que tínhamos, estudámos o futebol em Rio Maior, percebemos que os juniores da formação do Núcleo Sportinguista não tinham uma solução local de continuidade já nos seniores, delineámos o projeto do Rio Maior Sport Clube e abraçá-mo-lo no sentido de podermos fazer algo pelos jovens da nossa cidade, tirando partido das infraestruturas existentes e do potencial que temos, incluindo a Escola Superior de Desporto. Felizmente conseguimos mobilizar um conjunto de pessoas que nos estão a ajudar nesse desígnio que pretendemos prosseguir com todos e queremos que os cidadãos em Rio Maior sintam este clube como seu”, declarou Leandro Antunes a este semanário recordando, assim, princípios estruturantes do clube enunciados quando da apresentação do mesmo em 2016.

A conquista do título “foi importante para nós, é algo que nos dá alegria e satisfação porque os atletas vinham do Núcleo Sportinguista de Rio Maior, sabíamos do bom trabalho que ali se faz e soubemos aproveitar o potencial que traziam, coordenados pelo Professor Mauro Miguel, que ainda esta semana concluiu o seu Mestrado em Futebol e tem um conhecimento e uma competência que são de louvar. Ele fez com que isto tudo se tivesse tornado possível”, reconheceu o presidente.

A festa da taça.

A festa da taça.

No que respeita aos seniores, nesta época de 2016/2017, que foi por assim dizer a época zero do RMSC, é preciso ter-se presente que foram juniores do 1º escalão a base de sustentabilidade da equipa. “Para a época de 2017/2018 continuaremos a contar com essa boa base de sustentabilidade mas queremos fazer uma equipa sénior diferente”, admitiu Leandro Antunes.

No caso de alguns jovens pretenderem seguir uma carreira de futebolistas, o que implicará outros patamares competitivos, o presidente garantiu que o RMSC “tudo fará para os potencializar de modo a que possam chegar mais além”. E acrescenta: “Se conseguíssemos que fosse aqui dentro seria ótimo mas as portas estão abertas para que eles tenham margem de progressão e se sintam felizes a desfrutar de algo que gostam de fazer e sonham continuar a fazer – que sonhem e lutem pelo que querem no futuro. Nunca desistam!” – acabou por exortar.

Leandro Antunes afirmou ainda ao Região de Rio Maior que as equipas técnicas são para manter; Mauro Miguel nos juniores e Tiago Pedro nos seniores, técnicos em que a direção deposita toda a confiança. Admite no entanto pequenos ajustamentos a nível dos adjuntos.

Esta quinta-feira, 6 de julho de 2017, o Rio Maior Sport Clube faz 1 ano de vida.

Parabéns e votos de muitos êxitos.

Texto e fotos: Carlos Manuel

Categorias:RMSC - Rio Maior Sport Clube Tags: , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Ciclismo: 12ª Volta a Portugal de Juniores Liberty Seguros Ciclismo: 12ª Volta a Portugal de Juniores Liberty Seguros
Alexandre Ribeiro do Rio Maior Triatlo, na Lituânia Alexandre Ribeiro do Rio Maior Triatlo, na Lituânia
Ciclismo: 12ª Volta a Portugal de Juniores passa por Rio Maior Ciclismo: 12ª Volta a Portugal de Juniores passa por Rio Maior
A 1ª página dourada do Rio Maior Sport Clube A 1ª página dourada do Rio Maior Sport Clube

Responder

Enviar Comentário


5 − quatro =

© 2017 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.