CVP em ação na recuperação após os incêndios

fundo_emergencia_CVP_logo

Cruz Vermelha Portuguesa em ação na recuperação após os incêndios

Nesta fase de recuperação e retorno à normalidade após o trágico incêndio que deflagrou no passado dia 17 de junho nos municípios de Pedrógão Grande e Figueiró dos Vinhos, a Cruz Vermelha Portuguesa opera já no terreno em diferentes frentes – informa a instituição.

Após o envolvimento de 37 estruturas locais e mais de 330 voluntários na resposta de emergência a esta catástrofe, a instituição reorganizou-se para, de forma racional e consistente, apoiar as inúmeras pessoas e famílias afetadas pelas mortes, ferimentos e destruição de casas, empresas, bens, pastos e terrenos agrícolas.

Face ao levantamento das necessidades e no âmbito do plano de recuperação e prevenção do Governo e Autarquias, a Cruz Vermelha Portuguesa tem já duas equipas de apoio psicossocial, compostas por quatro psicólogos, a trabalhar junto das vítimas diretas e indirectas de perdas familiares e materiais, de acordo com as necessidades.

Para o apoio aos mais idosos e dependentes que vivem em áreas mais isoladas, estão a ser instalados 100 equipamentos de teleassistência. Este serviço servirá para melhorar a qualidade de vida, saúde, segurança e auto-estima dos seus utilizadores, 24 horas por dia e 365 dias por ano, garantindo o pronto auxílio em situações de urgência e emergência. Além disto está ainda prevista a prestação de cuidados primários de saúde e o apoio logístico com a distribuição de vestuário e alimentos, quando estes serviços forem necessários.

Tendo em conta as implicações e as variáveis inerentes, a Cruz Vermelha disponibilizou-se também para oferecer os seus serviços de apoio domiciliário e médico em casa.

A instituição alerta ainda para as consequências e impactos na natureza destes incêndios florestais, como a perda da biodiversidade e a erosão dos solos, que, com a chegada das chuvas, poderá provocar situações preocupantes.

Neste contexto, a Cruz Vermelha salienta a importância da prevenção, com foco na educação e sensibilização da comunidade.

Saiba o que é o Fundo de Emergência da CVP e ajude!

O Fundo de Emergência da CVP é uma reserva de dinheiro sem afetação especial que está disponível para financiar a resposta de emergência a catástrofes, desastres e a outras situações excepcionais, permitindo levar os recursos e a ajuda necessária, de forma rápida e eficiente, junto das pessoas que têm a sua a vida, saúde ou dignidade ameaçadas.

Desta forma, a CVP pode estar apta a distribuir alimentação adequada, fornecer água potável, instalar sistemas de higiene e saneamento básico e abrigo temporário, bem como prestar cuidados médicos, incluindo apoio psicológico, nas horas imediatamente a seguir à ocorrência de uma catástrofe. E, depois de a ameaça passar, dar o apoio necessário na reabilitação das pessoas e comunidades afetadas.

♦ Da disponibilidade e da capacidade deste fundo podem depender milhares de vidas.

♦ É, assim, vital que este dispositivo de urgência esteja preparado de forma permanente.

Cruz Vermelha Portuguesa apela: “Ajude-nos antes, para ajudarmos depois!

Categorias:Saúde, Social Tags: , , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Marinha também acode à tragédia de Pedrógão Grande Marinha também acode à tragédia de Pedrógão Grande
Temperaturas elevadas suscitam alertas da Proteção Civil Temperaturas elevadas suscitam alertas da Proteção Civil
Ação de fogo controlado em Porto de Mós Ação de fogo controlado em Porto de Mós
A Cruz Vermelha em Rio Maior procura novos voluntários A Cruz Vermelha em Rio Maior procura novos voluntários

Responder

Enviar Comentário


− dois = 6

© 2017 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.