A Casa do Povo conta consigo no dojo do Estádio Municipal

«A Secção de Judo da Casa do Povo de Rio Maior gostava de contar consigo no dojo do Estádio Municipal»

Sob este título o jornal Região de Rio Maior publicou em 16/10/2015 uma entrevista com o vice-presidente da Casa do Povo, João Piedade. Agora pode ler aqui excertos dessa entrevista.

João Piedade, judoca, cinturão negro, treinador de Judo e vice-presidente da Casa do Povo de Rio Maior.

João Piedade, judoca, cinturão negro, treinador de Judo e vice-presidente da Casa do Povo de Rio Maior.

O Judo é a única secção desportiva da Casa do Povo de Rio Maior. João Piedade, judoca, cinturão negro e treinador de Judo é vice-presidente da direção desta Casa do Povo.

A Secção de Judo tem décadas de existência e um vasto palmarés, tendo produzido alguns campeões nacionais.

Atualmente a Casa do Povo de Rio Maior tem uma judoca de projeção nacional e internacional, a luso-cubana riomaiorense Yahima Ramirez, que conquistou a Medalha de Bronze no European Judo Open Women 2015 – Taça da Europa de Judo em Femininos, disputada em Odivelas no segundo fim de semana de outubro.

Foi acerca desta vertente desportiva da instituição que estivemos a falar com João Piedade.

Região de Rio Maior (Região) – Qual é o estado de saúde da Secção de Judo da Casa do Povo?

João Piedade (JP) – Neste momento, em termos de atletas estamos razoáveis, temos mais de 50… Mas quantos mais tivéssemos, melhor! Não estarão todos em atividade ao mesmo tempo mas são entre 50 a 55, em todos os escalões.

Região – Em que escalão é que a Casa do Povo obtém melhores resultados?

JP – Estamos a obter os melhores resultados em Cadetes, entre os 15 e os 17 anos de idade.

Região – Provavelmente porque os jovens dessa faixa etária estão mais disponíveis…

JP – Sim, também por essa razão. Todos nós, os adultos a partir dos 20 anos, que estamos a praticar, trabalhamos e o Judo acaba por ser só um complemento, para aliviar o stress e manter a forma física.

Região – Além de si, a Casa do Povo tem outros treinadores?

JP – Estamos três a exercer a atividade de treinadores mas felizmente, ao todo somos sete os treinadores inscritos e aptos a dar treino.

Região – Quer falar dos resultados mais significativos obtidos já em 2015?

JP – No escalão sénior, Yahima Ramirez, na categoria de -78 kg, em 3 de maio foi 9ª classificada no Grand Prix de Zagreb (Croácia); em 31 de maio foi 2ª no Open Europeu de Cluj (Roménia); em 26 de julho foi 1ª no Open Asiático de Taipei (República da China); em 4 de outubro foi 4ª classificada no Grand Prix de Tashkent (Uzbequistão) e finalmente em 10 de outubro ficou em 3º lugar na Taça da Europa, em Odivelas (Portugal). No escalão de cadetes, Margarida Fonseca, na categoria de -57 kg, em 17 de janeiro ganhou o Campeonato Zonal; em 1 de fevereiro foi 3ª no Campeonato Nacional e em 22 de março ficou em 1º lugar no Open de Montijo.

Região – Como qualquer clube vocês gostam de ganhar títulos, evidentemente, mas o vosso principal objetivo é mais a prática da modalidade, não é?

JP – Temos muitos atletas que praticam Judo só por praticar. Mesmo nos escalões de formação temos tido ao longo dos anos, e continuamos a ter, muitos jovens que estão connosco só pelo prazer de fazerem Judo, pelo desporto em si, por gostarem da arte marcial e do convívio. A competição é o expoente do que se treina ali. Por exemplo, neste momento a única pessoa no escalão sénior que se mantém em competição é a Yahima.

Judocas exercitando a rotação do corovelo num dos treinos da Secção de Judo da Casa do Povo de Rio Maior.

Judocas exercitando a rotação do corovelo num dos treinos da Secção de Judo da Casa do Povo de Rio Maior.

Região – Vocês têm inscrições abertas a qualquer momento?

JP – A inscrições estão sempre abertas.

Região – Imagine que apareciam 10 miúdos a quererem entrar ao mesmo tempo…

JP – Podiam entrar! Até era bom porque seria um grupinho em que estariam todos ao mesmo nível e poderiam crescer juntos na modalidade, embora para se aprender Judo não seja necessário entrar-se em grupo, porque é um desporto que se consegue assimilar facilmente e evoluir rapidamente.

Região – Depois do Miguel Louro, que foi campeão nacional, a Casa do Povo teve mais algum campeão?

JP – Tivemos, há dois anos, a Mariana Piedade. A Mariana foi campeã nacional em juvenis num ano, no seguinte foi 2ª ou 3ª classificada e agora fez a transição para os cadetes e continua no ativo.

Região – A Secção de Judo da Casa do Povo sustenta-se a si própria?

JP – No caso da Yahima, que é uma atleta que está em competição com o objetivo de ir aos Jogos Olímpicos, por vezes tem necessidade de ir a uma prova mas dados os constrangimentos existentes a Federação nem sempre a convoca. Só vão aos Jogos Olímpicos as 16 ou 18 melhores judocas do Mundo nas respetivas categorias e ela, para se manter nesse ranking tem que competir. Felizmente agora que está inserida no Projeto Olímpico, a Federação acaba por a levar muitas vezes. Se não for assim temos que recorrer à ajuda da Câmara Municipal e da Desmor.

Tirando esses momentos assim, com as quotizações e as mensalidades – a mensalidade é de 15,00 euros para todos, seja criança ou adulto – conseguimos sobreviver.

Região – Com o seu dojo no Estádio Municipal (entra-se pelo lado da Escola Profissional) a Secção de Judo da Casa do Povo de Rio Maior gostava de ter ainda mais jovens praticantes.

JP – O Judo é uma arte marcial completa em todos os aspetos; é tudo controlado, seja no treino seja ao nível da alimentação. E alivia o stress… Não há de ser por acaso que a UNESCO aconselha os jovens a praticarem Judo. Por isso apareçam no dojo da Casa do Povo.

Esta entrevista pode ser lida na íntegra na edição nº 1410, de 16/10/2015, do jornal Região de Rio Maior.

Categorias:Desporto Tags: , , ,

Também pode ser do seu interesse:

1º Torneio de Padel da Desmor 1º Torneio de Padel da Desmor
Corfebol: Torneio para Todos em Rio Maior Corfebol: Torneio para Todos em Rio Maior
Aluna da Secundária de Rio Maior é 1ª no Badminton nacional Aluna da Secundária de Rio Maior é 1ª no Badminton nacional
José Ricardo Lopes candidata-se a líder da JSD Rio Maior José Ricardo Lopes candidata-se a líder da JSD Rio Maior

Responder

Enviar Comentário

© 2017 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.