Abatimento da EN1 no Alto da Serra vai continuar por reparar

Município quer propostas alternativas para baixar os custos orçamentados

Afinal, a reparação do abatimento da Estrada Nacional 1 entre a cidade de Rio Maior e o Alto da Serra, na zona da Porta de Teira, não ficará concluída até final de agosto, que é já no próximo domingo, e nem mesmo começou a ser feita.

Lembramos que na edição n.º 1341, de 20 de junho de 2014, Região de Rio Maior tendo questionado o vereador que detém o pelouro das Obras Municipais e Equipamentos e vice-presidente da Câmara, Carlos Frazão Correia, sobre que previsões tinha a autarquia para restabelecer a normalidade naquele ponto da referida estrada, noticiou, citando-o, que esperavam “lançar o concurso” para isso “ainda em junho” e que se assim fosse pensava que a obra deveria “estar concluída até ao final de agosto”.

Nessa altura, cerca de dois meses após a adjudicação da elaboração do projeto de reabilitação daquele ponto da estrada, os estudos prévios estavam entregues pela empresa adjudicatária, aguardando a CMRM apenas que lhe apresentasse o orçamento para depois abrir o necessário procedimen-to para o concurso.

Vindo esse orçamento a apontar para um montante de cerca de 270 000 euros, a Câmara Municipal de Rio Maior, na impossibilidade de contar com fundos comunitários e condicionada pelas atuais exigências legais no que se refere às suas próprias disponibilidades financeiras, encarregou os serviços competentes de prepararem um “novo caderno de encargos para a conceção e execução da obra, para ver se há propostas alternativas que permitam baixar o preço”, informou o mesmo autarca na reunião de Câmara de 22 de agosto.

Recorde-se que há uns anos, na sequência da construção da variante de Rio Maior no IC2 (Alcoentre – Asseiceira – Rio Maior – Alto da Serra), o troço da EN1 entre esta cidade e o Alto da Serra foi um dos desafetados das Estradas de Portugal, passando para a jurisdição do Município de Rio Maior o qual tem que assegurar a sua manutenção e reparação.

Categorias:Rio Maior Tags: , ,

Também pode ser do seu interesse:

O Centro Escolar de Asseiceira está formalmente inaugurado O Centro Escolar de Asseiceira está formalmente inaugurado
100 mil euros para restaurar igreja histórica no Cercal 100 mil euros para restaurar igreja histórica no Cercal
10 anos SIPREX numa conversa com Alberto Laurentino 10 anos SIPREX numa conversa com Alberto Laurentino
Secretária de Estado gostou muito da E.B.I. Marinhas do Sal Secretária de Estado gostou muito da E.B.I. Marinhas do Sal

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.