Apresentado o livro «Memórias, Benedita – 1947»

O livro «Memórias, Benedita – 1947» é sobre as recordações dos anos 40 do século XX, na vila

Emblemático Pórtico da Benedita - fotografia estilizada de painel em azulejos existente na Benedita.

Emblemático Pórtico da Benedita – fotografia estilizada de painel em azulejos existente na Benedita.

Na passada sexta-feira, 20/11/2015 foi apresentado “um livro sobre as tradições dos anos 40 do século passado na Benedita, um reporte histórico sobre as vivências das crianças e das famílias produzido com base em relatos orais recolhidos ao longo dos últimos meses”, conta Tiago Santos, da Benedita FM.

“As récitas, peças de teatro e espetáculos que animavam a comunidade da época são o ponto de partida para um relato de vivências e memórias sobre a região”, descreve.

Depois de levar para o ar a segunda edição do programa Bastidores, sobre as récitas na Benedita, a Cooperativa Terra Mágica das Lendas e a Benedita FM, em parceria, acabam de editar o livro «Memórias, Benedita – 1947», obra que fala dos caminhos que conduziam à Igreja da Benedita da Cabecinha, Ribafria, Santa Catarina, Venda das Raparigas até à Pedra Redonda, histórias vividas e contadas sobre a Benedita dos anos 40.

As peripécias e aventuras, de quem vinha das localidades para a vila ao domingo, para a missa ou romaria no tempo do padre José Susano, passando pelas tardes de domingo ocupadas com as récitas, os pequenos teatros e diversões feitas pelos jovens da época.

Entre personagens reconhecidas da época até alguns personagens criados que personificam os verdadeiros protagonistas, a obra tem como intenção, segundo a cooperativa beneditense, fazer os mais velhos recordar hábitos e tradições da sua infância. Para os mais jovens, pretende ser um registo fora do habitual dos livros inspirados em investigações precisas. “Apenas registos orais, histórias ouvidas em 2015 que se cruzam e criam 5 percursos, desde as zonas de Cabecinha, Ribafria, Santa Catarina, Venda das Raparigas até à Pedra Redonda, contando aquilo que viviam, as peripécias e aventuras, de quem vinha das localidades para a vila ao domingo, para a missa ou romaria”, refere.

A apresentação decorreu no Salão de Chá sito na Rua Heróis do Ultramar, defronte do restaurante/café «Carmos», na vila da Benedita.

Panorâmica da Benedita atual. Fotomontagem estilizada.

Panorâmica da Benedita atual. Fotomontagem estilizada.

Nota: as imagens (de arquivo do jornal Região de Rio Maior) incluídas, são-no a título meramente ilustrativo.

Categorias:Literatura Tags: , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Ciência Viva no CCGS – Benedita Ciência Viva no CCGS – Benedita
Mulher atropelada numa passadeira em Rio Maior Mulher atropelada numa passadeira em Rio Maior
Fim do ano lectivo na Universidade Sénior da Benedita Fim do ano lectivo na Universidade Sénior da Benedita
1 de junho é dia mundial de «O Roubo da Taça Árabe» 1 de junho é dia mundial de «O Roubo da Taça Árabe»

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.