Apresentados os projetos da Frente Ribeirinha e Villa Romana

Apresentados publicamente os projetos de Regeneração da Frente Ribeirinha da Cidade e de requalificação da Villa Romana de Rio Maior.

O arqueólogo Carlos Pereira, o arquiteto Pendro Mendonça e sua colega, representantes da Beabstract, Lda., e Isaura Morais e Carlos Frazão Correia, presidente e vice-presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, respetivamente, durante a apresentação dos projetos.

O arqueólogo Carlos Pereira, o arquiteto Pendro Mendonça e sua colega, representantes da Beabstract, Lda., e Isaura Morais e Carlos Frazão Correia, presidente e vice-presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, respetivamente, durante a apresentação dos projetos.

Teve lugar no auditório dos Paços do Concelho, ontem, sexta-feira, 17 de junho, a apresentação pública dos projetos de Regeneração da Frente Ribeirinha da Cidade de Rio Maior e de Requalificação e Valorização da Villa Romana.

A apresentação contou com explicações iniciais do arqueólogo do Município, Carlos Pereira – que não duvida que se as Salinas são o ex-líbris do concelho a Villa Romana, “quando estiver aberta ao público em todo o seu esplendor” será o ex-líbris da cidade de Rio Maior –, a explanação do arquiteto Pedro Mendonça em representação do gabinete de arquitetura Beabstract, Lda. do que se projeta fazer quanto à Villa Romana e algumas explicações quanto aos acessos àquele sítio arqueológico avançadas pelo vice-presidente da Câmara, Carlos Frazão Correia.

A presidente da Câmara, Isaura Morais chegou mais tarde mas ainda a tempo de manifestar a sua crença nestes projetos para recuperar o rio Maior num troço importante da sua travessia pela cidade e para alavancar o interesse turístico de cariz histórico, cultural e de lazer em torno da Villa Romana.

A Villa Romana de Rio Maior é uma quinta apalaçada, de há cerca de 1 700 anos, da qual apenas se conhece, por enquanto, uma pequeníssima parte, pois “uma casa destas poderia ter trinta e tal divisões e até ao momento só conhecemos oito”, sublinhou Carlos Pereira. Recentemente, uma equipa da Universidade de Évora utilizando equipamento de radar e de sensibilidade magnética terá detetado novas estruturas e mosaicos ainda soterrados.

A futura estrutura que abrigará o que se conhece atualmente da Villa Romana (foto no Facebook) terá uma forte componente em «ferro corten», de aparência ferrugenta mas considerado o material mais adequado para o local histórico de que se trata até por criar, com o passar dos anos, uma pátina de ricas tonalidades que lhe darão um aspeto de antiguidade. No interior dessa estrutura ficará instalado um passadiço metálico que permitirá a circulação dos visitantes sem que os mosaicos sejam tocados, o que contribuirá para a sua fruição e simultânea preservação. Para o exterior está previsto um ponto de apoio de bar com explanada e venda de artesanato, lembranças e produtos locais.

Entretanto já estão afetados a estes projetos 500 000 euros para a Villa Romana e 1 800 000 euros para a Frente Ribeirinha cuja área se estende desde o cruzamento da Nobre Alimentação (o cruzamento dos semáforos onde a Rua Norton de Matos entronca na Avenida dos Combatentes) até à Villa Romana e ao Cemitério Municipal, nela se incluindo a antiga Moagem sobre cuja aquisição foi anunciado publicamente, nesta apresentação, o interesse do Município tendo em vista a respetiva adequação ao projeto de regeneração. Ainda para a materialização deste projeto seguir-se-ão negociações com os proprietários dos terrenos abrangidos.

Texto e fotos: C. M.

Categorias:Em Destaque, Rio Maior Tags: , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

CAR com nova promoção internacional da Fundação do Desporto CAR com nova promoção internacional da Fundação do Desporto
Torneio Inter-regional Especialista na Piscina Olímpica de Rio Maior Torneio Inter-regional Especialista na Piscina Olímpica de Rio Maior
EPRM e AECRM cooperam em inquérito ao tecido empresarial EPRM e AECRM cooperam em inquérito ao tecido empresarial
Vai começar o verão nas piscinas exteriores da cidade de Rio Maior! Vai começar o verão nas piscinas exteriores da cidade de Rio Maior!

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.