Arvorezinhas maldosamente serradas

Arvorezinhas maldosamente serradas na cidade de Rio Maior.

serrada

Aconteceu já neste mês de março. Três das quatro arvorezinhas plantadas havia poucas semanas na Rua Armando Pulquério foram serradas – isso mesmo, com um serrote –, pela calada da noite.

Duas das árvores tombaram logo e a terceira acabou por também ser retirada, dada a profundidade do corte.

Por amargurada graça comentou alguém, que se descobrem quem foi o serrador, de castigo põem-no a serrar rente ao chão os desconformes tocos das palmeiras que habitavam ente a Avenida Calado da Maia e a Rua Almirante Cândido dos Reis…

Ultimamente, o Município tem procedido à plantação de várias espécies de árvores e arbustos, a fim de povoar os pontos da cidade onde fazem falta e a embelezam. Por exemplo, na Rua Armando Pulquério eram exemplares de Betula papyrifera.

Para a Avenida de Portugal a escolha recaíu em Acer platanoides «Krimson King» e Morus nigra. Já para a Rua Poeta Ruy Belo terão ido Alnus glutinosa, enquanto a Avenida Mário Soares terá recebido Fraxinus angustifolia e Tilia tomentosa. Exemplares de Laranjeira azeda foi o que calhou à Rua Professor Manuel José Ferreira.

O Jardim Municipal 25 de Abril tem direito a receber árvores Ginko biloba, Sorbus aucuparia e Liquidambar stracyflua, além de um variedade de plantas arbustivas de maior ou menor porte.

Bora lá não serrar, boa?

Categorias:Rio Maior Tags: , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Até arvorezinhas lhes servem para furtar… Até arvorezinhas lhes servem para furtar…

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.