Câmara Municipal de Santarém questionada acerca da poluição do rio Maior

Na segunda-feira, dia 19 de Maio, uma delegação do Bloco de Esquerda coordenada pela deputada Helena Pinto e por Fabíola Cardoso, deputada municipal, reuniu com o Movimento Ecologista do Vale de Santarém, o movimento Eco Cartaxo e o movimento Ar Puro / Rio Maior.

O tema central da reunião com os movimentos ecologistas foi a poluição do Rio Maior/Vala da Asseca. Entre outras questões, salientaram-se as seguintes preocupações: as cargas poluidoras das fábricas de tomate; as cargas poluidoras das pecuárias – principalmente suinicultoras; as descargas, sem tratamento, ou com pouco tratamento, da ETAR de Santarém, que vai para o rio Maior através de uma vala da região da povoação do Peso e que desagua na ponte de Asseca; as descargas vindas da zona de Santarém, que entram no rio Maior através da ribeira das Fontainhas; a acumulação e despejo de lixos diversos nas margens e no rio; a entrada no rio de esgotos urbanos sem qualquer tratamento.

Assim, na sequência dessa reunião com os movimentos ecologistas sobre a poluição do Rio Maior / Vala da Asseca, Fabíola Cardoso, enquanto deputada municipal, questionou o executivo da Câmara de Santarém sobre as informações de que dispõe e sobre as medidas tomadas até ao momento para a despoluição do rio.

Fabíola Cardoso quis saber se a Câmara de Santarém tem identificados os principais pontos de poluição do Rio Maior e dos seus afluentes, quais os principais pontos/fontes de poluição do Rio Maior e a frequência com que esses pontos são monitorizados, pretendendo ainda saber se a Câmara Municipal pode fornecer os relatórios sobre a situação da poluição do Rio Maior, quais as medidas que a Câmara de Santarém tomou para articular com os municípios vizinhos os esforços para a despoluição do Rio Maior e que medidas tomou a Câmara junto do Ministério do Ambiente.

A delegação do Bloco de Esquerda, o Movimento Ecologista do Vale de Santarém, o movimento Eco Cartaxo e o movimento Ar Puro / Rio Maior, aguardam agora uma resposta da Câmara Municipal de Santarém às questões e preocupações expostas.

Categorias:Regional Tags: ,

Também pode ser do seu interesse:

Vandalismo contra os Eco.Beatas em Santarém Vandalismo contra os Eco.Beatas em Santarém
SEPNA de Torres Novas de olho nos prevaricadores SEPNA de Torres Novas de olho nos prevaricadores
E. R. Turismo instala mesas interativas no Ribatejo E. R. Turismo instala mesas interativas no Ribatejo
Património, Folclore e Turismo Cultural em Jantar/Reflexão na Golegã Património, Folclore e Turismo Cultural em Jantar/Reflexão na Golegã

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.