Câmara Municipal de Santarém questionada acerca da poluição do rio Maior

Na segunda-feira, dia 19 de Maio, uma delegação do Bloco de Esquerda coordenada pela deputada Helena Pinto e por Fabíola Cardoso, deputada municipal, reuniu com o Movimento Ecologista do Vale de Santarém, o movimento Eco Cartaxo e o movimento Ar Puro / Rio Maior.

O tema central da reunião com os movimentos ecologistas foi a poluição do Rio Maior/Vala da Asseca. Entre outras questões, salientaram-se as seguintes preocupações: as cargas poluidoras das fábricas de tomate; as cargas poluidoras das pecuárias – principalmente suinicultoras; as descargas, sem tratamento, ou com pouco tratamento, da ETAR de Santarém, que vai para o rio Maior através de uma vala da região da povoação do Peso e que desagua na ponte de Asseca; as descargas vindas da zona de Santarém, que entram no rio Maior através da ribeira das Fontainhas; a acumulação e despejo de lixos diversos nas margens e no rio; a entrada no rio de esgotos urbanos sem qualquer tratamento.

Assim, na sequência dessa reunião com os movimentos ecologistas sobre a poluição do Rio Maior / Vala da Asseca, Fabíola Cardoso, enquanto deputada municipal, questionou o executivo da Câmara de Santarém sobre as informações de que dispõe e sobre as medidas tomadas até ao momento para a despoluição do rio.

Fabíola Cardoso quis saber se a Câmara de Santarém tem identificados os principais pontos de poluição do Rio Maior e dos seus afluentes, quais os principais pontos/fontes de poluição do Rio Maior e a frequência com que esses pontos são monitorizados, pretendendo ainda saber se a Câmara Municipal pode fornecer os relatórios sobre a situação da poluição do Rio Maior, quais as medidas que a Câmara de Santarém tomou para articular com os municípios vizinhos os esforços para a despoluição do Rio Maior e que medidas tomou a Câmara junto do Ministério do Ambiente.

A delegação do Bloco de Esquerda, o Movimento Ecologista do Vale de Santarém, o movimento Eco Cartaxo e o movimento Ar Puro / Rio Maior, aguardam agora uma resposta da Câmara Municipal de Santarém às questões e preocupações expostas.

Categorias:Regional Tags: ,

Também pode ser do seu interesse:

A evolução da qualidade alimentar da humanidade A evolução da qualidade alimentar da humanidade
Boccia: pódio para o Agrupamento Marinhas do Sal Boccia: pódio para o Agrupamento Marinhas do Sal
GNR com mais 92 reforços para o SEPNA GNR com mais 92 reforços para o SEPNA
Vandalismo contra os Eco.Beatas em Santarém Vandalismo contra os Eco.Beatas em Santarém

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.