Celebrado o 5º aniversário do CIJVS

Convento de São Francisco recebeu o 5º Aniversário do Centro de Investigação Joaquim Veríssimo Serrão.

O Convento de São Francisco foi a casa escolhida para comemorar o 5º Aniversário do Centro de Investigação Joaquim Veríssimo Serrão (CIJVS), numa sessão solene que decorreu no dia 27 de maio, com a presença de Ricardo Gonçalves, presidente da Câmara Municipal de Santarém, de Martinho Vicente Rodrigues, diretor do CIJVS e de Aura Miguel que proferiu uma comunicação sobre «O outro é um bem – a experiência da misericórdia no pontificado do Papa Francisco», no âmbito da XCIV Assembleia de Investigadores deste centro.

5_Aniv_CIJVS_topo

Martinho Vicente Rodrigues referiu que a história do Centro de Investigação Joaquim Veríssimo Serrão não podia “fazer-se com silêncio, seguimos a tradição das civilizações clássicas, ao fazer a comemoração do seu 5º aniversário. A história do Centro de Investigação não deixa de ser uma história pela sua vida, mais de 700 investigadores espalhados pelo mundo, uma comunidade dada ao seu conhecimento científico. É interessantíssima a disputa de estratégias, com dignidade e extraordinária largueza de consciência, para estar a ser cumprido um culto significativo do potencial científico e tecnológico do Centro de Investigação”.

Durante a cerimónia foram entregues os prémios do CIJVS. O prémio «Doutor José Manuel Nogueira» ao Professor Doutor Nuno Carlos da Silva Carvalho Costa Venturinha, pelo trabalho «Francisco Sanches e o Problema do Conhecimento na Renascença» e o prémio «Doutor José Silva Maltez» à Doutoranda Ana Cláudia Oliveira Silveira, pelo trabalho «Testemunhos históricos sobre a evolução da linha da costa em Portugal». Os prémios têm por objetivo distinguir e premiar membros do CIJVS nacionais ou estrangeiros, de reconhecido mérito científico e/ou cultural, que tenham contribuído de forma notável para o progresso e o engrandecimento da Ciência e/ou da Cultura e para a projeção internacional do País.

Durante a cerimónia foram entregues os prémios do CIJVS.

Durante a cerimónia foram entregues os prémios do CIJVS.

Ricardo Gonçalves encerrou a cerimónia dando os parabéns ao CIJVS pelos seus 5 anos de vida, que começou por uma atitude de grande altruísmo, em 2009, do Professor Doutor Joaquim Veríssimo Serrão, ao ter doado o seu espólio ao Município de Santarém. O autarca agradeceu a Martinho Vicente Rodrigues o trabalho que “nestes 5 anos, juntamente com a sua equipa, dedica para o crescimento do CIJVS, e no trabalho de investigação, nas várias áreas do saber, pois que é assim que o Professor Doutor Martinho Rodrigues tem dado continuidade ao legado deixado pelo Professor Doutor Joaquim Veríssimo Serrão”.

Criado em março de 2011, o Centro de Investigação abriu portas no dia 26 de maio de 2012. Este Centro comporta a doação que Joaquim Veríssimo Serrão fez ao Município de Santarém, constituída por mais de 30 mil livros, documentos, manuscritos, medalhas, obras de arte e condecorações. O Centro de Investigação foi criado com o objetivo de formar e cuidar do fundo documental e bibliográfico doado, promover e divulgar o estudo, estando aberto a todos os investigadores e estudiosos que queiram investigar nas áreas das Ciências Sociais e Humanas e da Ciência e Tecnologia.

Categorias:Património Tags: , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Região | Nova época de formação no CAR Natação de Rio Maior Região | Nova época de formação no CAR Natação de Rio Maior
Centro de Meios Aéreos tem base no concelho de Porto de Mós Centro de Meios Aéreos tem base no concelho de Porto de Mós
29.ª FERSANT arranca no sábado no CNEMA em Santarém 29.ª FERSANT arranca no sábado no CNEMA em Santarém
Militares portugueses em confrontos na República Centro-Africana Militares portugueses em confrontos na República Centro-Africana

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.