Centro de Meios Aéreos tem base no concelho de Porto de Mós

Base de Reserva de Alcaria passou hoje, dia 3 de julho de 2018, a ter a denominação de Centro de Meios Aéreos de Porto de Mós.

A Base de Reserva de Alcaria, agora denominada Centro de Meios Aéreos de Porto de Mós, tem a partir desta terça-feira, 3 de julho e até 30 de setembro próximo um meio aéreo, designadamente um helicóptero em permanência, ao serviço da Proteção Civil.

Na receção do meio aéreo baseado em Alcaria estiveram: o presidente da Câmara Municipal de Porto de Mós, Jorge Vala, o comandante operacional distrital de Leiria da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Carlos Guerra e do capitão João Fernandes dos GIPS, entre outros responsáveis.

A cerimónia de receção do helicóptero B2 contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Porto de Mós, Jorge Vala, do comandante operacional distrital de Leiria da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Carlos Guerra e do capitão João Fernandes dos GIPS.

Este helicóptero destina-se à primeira intervenção, ou seja numa primeira fase de combate ao incêndio visando a sua extinção antes que tome proporções maiores. Trata-se de um aparelho de tipologia B2, está equipado com um balde com capacidade de cerca de 800 litros de água e pode deslocar uma equipa helitransportada, de cinco elementos do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) da Guarda Nacional Republicana (GNR).

O responsável da Proteção Civil distrital de Leiria destacou, ainda, que a presença deste meio aéreo em Alcaria “permite também a sobreposição em freguesias, em zonas mais críticas, quer com o helicóptero de Pernes (distrito de Santarém), quer com o helicóptero de Pombal”, podendo fazer-se uma task force de dois helicópteros em simultâneo no ataque inicial aos incêndios.

O Centro de Meios Aéreos de Porto de Mós está certificado para qualquer tipo de voo, de modo que, é objetivo da Câmara Municipal de Porto de Mós dispor de um meio aéreo durante todo o ano em Alcaria e permitir que a helipista seja utilizada como centro de apoio a outro tipo de meios aéreos para apoio à proteção civil ou emergência médica, uma aspiração justificada pela localização geográfica da Alcaria.

Jorge Vala referiu, ainda, pretender ampliar a base de forma a incluir um centro de formação e criar condições para a instalação da primeira escola nacional do fogo, estando em estudo um projeto de cerca de 500 000,00€ que permitirá reunir as condições necessárias para a criação desse centro de formação.

P.A./M.P.M

Categorias:Em Destaque, Regional Tags: , , , , , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Região | Atividade Operacional do Comando Territorial de Santarém Região | Atividade Operacional do Comando Territorial de Santarém
Região | Nova época de formação no CAR Natação de Rio Maior Região | Nova época de formação no CAR Natação de Rio Maior
Região | Atividade Operacional do Comando Territorial de Santarém Região | Atividade Operacional do Comando Territorial de Santarém
Região | Atividade Operacional do Comando Territorial de Santarém Região | Atividade Operacional do Comando Territorial de Santarém

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.