Centro de Meios Aéreos tem base no concelho de Porto de Mós

Base de Reserva de Alcaria passou hoje, dia 3 de julho de 2018, a ter a denominação de Centro de Meios Aéreos de Porto de Mós.

A Base de Reserva de Alcaria, agora denominada Centro de Meios Aéreos de Porto de Mós, tem a partir desta terça-feira, 3 de julho e até 30 de setembro próximo um meio aéreo, designadamente um helicóptero em permanência, ao serviço da Proteção Civil.

Na receção do meio aéreo baseado em Alcaria estiveram: o presidente da Câmara Municipal de Porto de Mós, Jorge Vala, o comandante operacional distrital de Leiria da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Carlos Guerra e do capitão João Fernandes dos GIPS, entre outros responsáveis.

A cerimónia de receção do helicóptero B2 contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Porto de Mós, Jorge Vala, do comandante operacional distrital de Leiria da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Carlos Guerra e do capitão João Fernandes dos GIPS.

Este helicóptero destina-se à primeira intervenção, ou seja numa primeira fase de combate ao incêndio visando a sua extinção antes que tome proporções maiores. Trata-se de um aparelho de tipologia B2, está equipado com um balde com capacidade de cerca de 800 litros de água e pode deslocar uma equipa helitransportada, de cinco elementos do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) da Guarda Nacional Republicana (GNR).

O responsável da Proteção Civil distrital de Leiria destacou, ainda, que a presença deste meio aéreo em Alcaria “permite também a sobreposição em freguesias, em zonas mais críticas, quer com o helicóptero de Pernes (distrito de Santarém), quer com o helicóptero de Pombal”, podendo fazer-se uma task force de dois helicópteros em simultâneo no ataque inicial aos incêndios.

O Centro de Meios Aéreos de Porto de Mós está certificado para qualquer tipo de voo, de modo que, é objetivo da Câmara Municipal de Porto de Mós dispor de um meio aéreo durante todo o ano em Alcaria e permitir que a helipista seja utilizada como centro de apoio a outro tipo de meios aéreos para apoio à proteção civil ou emergência médica, uma aspiração justificada pela localização geográfica da Alcaria.

Jorge Vala referiu, ainda, pretender ampliar a base de forma a incluir um centro de formação e criar condições para a instalação da primeira escola nacional do fogo, estando em estudo um projeto de cerca de 500 000,00€ que permitirá reunir as condições necessárias para a criação desse centro de formação.

P.A./M.P.M

Categorias:Em Destaque, Regional Tags: , , , , , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Região | Atividade Operacional do Comando Territorial de Santarém Região | Atividade Operacional do Comando Territorial de Santarém
Região | Atividade Operacional do Comando Territorial de Santarém Região | Atividade Operacional do Comando Territorial de Santarém
Atividade Operacional do Comando Territorial de Santarém Atividade Operacional do Comando Territorial de Santarém
Atividade Operacional do Comando Territorial de Santarém Atividade Operacional do Comando Territorial de Santarém

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.