Centro de Saúde. Manifestantes aprovam Moção

Mobilizada pela CUSP – Comissão de Utentes dos Serviços Públicos de Rio Maior

Ação Pública de Indignação e Protesto pelo Centro de Saúde aprovou moção.

Porque cerca de 6 000 utentes do Centro de Saúde de Rio Maior, o que corresponde sensivelmente a 25% da população do concelho, na sua maioria idosos portadores de doenças crónicas, não têm médico e enfermeiro de família, realizou-se nesta sexta-feira, 26 de janeiro, ao fim da tarde, a anunciada manifestação convocada pela Comissão de Utentes dos Serviços Públicos (CUSP) local. Chegaram a juntar-se uns 50 à entrada da rampa de acesso ao Centro de Saúde, expondo-se ao vento gélido que se fazia sentir e empunhando pequenos cartazes a exigir solução para problemas recorrentes há anos. Pessoas que circulavam em mais de meio milhar de automóveis terão recebido informação impressa sobre o que está em causa.

Ali mesmo foi aprovada uma moção, dirigida às entidades responsáveis, na qual se denuncia:

  • Que “devido à falta de profissionais de saúde (médicos, enfermeiros, administrativos e técnicos operacionais) verifica-se uma sobrecarga dos atuais trabalhadores do Centro de Saúde, levando a situações de cansaço físico e emocional, de stresse, que os conduz por vezes à redução da qualidade dos serviços prestados.
  • A ausência de médicos de família obriga a que os utentes para obterem uma consulta tenham de se deslocar para o Centro de Saúde de madrugada.
  • É um compromisso programático do governo, a atribuição de médico de família a todos os utentes”.

Feitas as denúncias e conforme a referida moção, “os utentes reunidos em Ação Pública de Indignação e Protesto, junto do Centro de Saúde de Rio Maior (…) aprovam e exigem:

  1. A melhoria da qualidade dos cuidados de saúde prestados à população de Rio Maior.
  2. A constituição rapidamente da 2.ª USF – Unidade de Saúde Familiar – para Rio Maior, já aprovada há 10 anos.
  3. O regular funcionamento do serviço de Radiologia.
  4. O alargamento do horário de serviços de vigilância e segurança de pessoas e instalações do Cetro de Saúde de Rio Maior para o dia inteiro.
  5. A abertura de vagas de quadro nos concursos nacionais para médicos alocados ao Centro de Saúde de Rio Maior.
  6. A aprovação e concretização das mobilidades requeridas, de enfermagem e assistentes técnicos.
  7. A penalização das empresas prestadoras de serviços médicos, no momento de uma falha, por incumprimento.
  8. O reforço do financiamento do Serviço Nacional de Saúde.

Assim, decidem ainda, no sentido das exigências que antecedem e com o objetivo de procurar a rápida resolução deste grave problema, mandatar a Comissão de Utentes dos Serviços Públicos de Rio Maior, para:

a) Promoverem a entrega da presente Moção ao Primeiro-Ministro, ao Presidente da República, ao Presidente da Assembleia da República, ao Ministro da Saúde e aos grupos parlamentares com assento na Assembleia da República.

b) Dar conhecimento da presente Moção ao ACES, à ARS/LVT, à Câmara Municipal de Rio Maior e à Comunicação Social Local, Regional e Nacional.

Categorias:Em Destaque, Saúde Tags: , , , , , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Os Bombeiros Voluntários de Rio Maior em números Os Bombeiros Voluntários de Rio Maior em números
Futsal – Taças Nacionais realizam-se no distrito de Santarém Futsal – Taças Nacionais realizam-se no distrito de Santarém
CAR com nova promoção internacional da Fundação do Desporto CAR com nova promoção internacional da Fundação do Desporto
Torneio Inter-regional Especialista na Piscina Olímpica de Rio Maior Torneio Inter-regional Especialista na Piscina Olímpica de Rio Maior

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.