Denúncia de situações de risco em relação a menores tem aumentado em Rio Maior

O Seminário «Famílias e Consumos» promovido pelo Programa de Fortalecimento Familiar das Aldeias de Crianças SOS e a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ), de Rio Maior, deu a conhecer uma realidade preocupante na nossa comunidade. Em Rio Maior têm-se acentuado os problemas relacionados com o consumo de álcool por parte dos jovens ou na família e, Segundo Catarina Gomes (presidente da CPCJ de Rio Maior), só em 2014 já deram entrada na CPCJ de Rio Maior 149 processos relativos a menores em risco, número que tem vindo a aumentar desde 2008, sendo que em 2013 encontravam-se institucionalizadas 10 crianças ou jovens.

Catarina Gomes, José Albino Correia, Isaura Morais e Teresa Santos no seminário Família e Consumos.

Catarina Gomes, José Albino Correia, Isaura Morais e Teresa Santos no seminário Família e Consumos.

Neste seminário que teve lugar na passada quarta-feira, 7 de Maio, no auditório da Escola Secundária Dr. Augusto César da Silva Ferreira, de Rio Maior, com a participação de diversos oradores, foi ainda apresentada uma Carta Aberta à Comunidade.

O principal objectivo do Programa de Fortalecimento é evitar que as crianças sejam retiradas ao seu seio familiar, quando possível, apoiando as famílias em diversas vertentes.

Leia esta e outras notícias, em maior detalhe, na edição Nº 1335 de 9 de Maio de 2014 da versão em papel do seu jornal regional de eleição.

Categorias:Social

Também pode ser do seu interesse:

Magia de Telmo Tinta e Manuel Barata encantou em Assentiz Magia de Telmo Tinta e Manuel Barata encantou em Assentiz
Guilherme Gaboleiro reeleito presidente do PS Rio Maior Guilherme Gaboleiro reeleito presidente do PS Rio Maior
Indústria extrativa e transformadora de Porto de Mós Indústria extrativa e transformadora de Porto de Mós
Em Janeiro o Porco.pt é Rei Em Janeiro o Porco.pt é Rei

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.