Economia da região mais sustentável é desejável

NERSANT e Agrocluster querem economia da região mais sustentável.

Novo projeto aprovado para a promoção da bioeconomia

fenoCom uma população mundial crescente e com recursos naturais finitos, o planeta Terra precisa de recursos biológicos renováveis que permitam garantir alimentos saudáveis e seguros para consumo humano e animal, bem como materiais, energia e outros produtos ligados à produção sustentável. O bio-ware é o projeto da NERSANT e do Agrocluster Ribatejo que acaba de ser aprovado e que pretende potenciar a criação de projetos inovadores no âmbito da bioeconomia.

A bioeconomia é um dos desafios estratégicos no âmbito da investigação e da inovação da Comunidade Europeia, que adotou, inclusivamente, uma estratégia para a promoção do conceito, espelhado no programa Horizonte 2020, e que irá gerar cerca de 130 mil postos de trabalho e 45 mil milhões de euros de valor acrescentado até 2025.

Neste sentido, e tendo em conta a importância de uma economia mais sustentável, a NERSANT e o Agrocluster Ribatejo candidataram ao COMPETE 2020 e viram aprovado um projeto que tem como objetivo a criação de uma rede de agentes regionais capaz de criar, em parceria, projetos inovadores no âmbito da bioeconomia. Este projeto, de nome Bio-ware, pretende assim sensibilizar os agentes da região para esta problemática e promover, simultaneamente, o diálogo entre os mesmos para que possam ser identificadas sinergias que resultem em projetos inovadores que possam ser desenvolvidos nesta área.

De facto, reconhecendo-se a forte ligação da região à terra e aos recursos biológicos, o Ribatejo tem um enorme potencial inexplorado em torno da Bioeconomia e da sua utilização inteligente para o desenvolvimento de soluções inovadoras com base em recursos biológicos e renováveis. Espera-se que estas sinergias que vão agora ser promovidas possam oferecer soluções coerentes, eficazes e concretas para os grandes desafios sociais, como a crise económica, as mudanças climáticas, substituição de recursos fósseis, segurança alimentar e saúde da população.

Para que o processo de criação de sinergias e projetos de inovação no âmbito da Bioeconomia seja um sucesso, a NERSANT e o Agrocluster vão em breve operacionalizar o projeto, prevendo, em primeiro lugar, a identificação de um conjunto de empresas nacionais que sejam representativas enquanto exemplos de sucesso na área da Bioeconomia e de oportunidades de atividades ligadas à Bioeconomia. Vão ainda ser implementadas metodologias criativas de geração de ideias em torno da Bioeconomia e a organização de atividades/iniciativas com vista à sensibilização e disseminação do conceito. No âmbito do projeto, será ainda desenvolvida uma plataforma digital em torno da Bioeconomia, plataforma esta que deverá ser capaz de ligar todos os agentes relevantes do âmbito da Bioeconomia, no sentido de lhes proporcionar um espaço de partilha de ideias e de abordagem integrada à temática.

Fonte: Nersant

Categorias:Economia Tags: , , ,

Também pode ser do seu interesse:

29.ª FERSANT arranca no sábado no CNEMA em Santarém 29.ª FERSANT arranca no sábado no CNEMA em Santarém
CNIRM em workshop Lezíria + Sustentável CNIRM em workshop Lezíria + Sustentável
Rio Maior volta a receber o Challenger da NERSANT Rio Maior volta a receber o Challenger da NERSANT
Includ-ED dá a volta ao Agrupamento Fernando Casimiro Includ-ED dá a volta ao Agrupamento Fernando Casimiro

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.