Entroncamento – Trabalhadores Municipais querem 35 horas de trabalho

CME

Vários trabalhadores da Câmara Municipal do Entroncamento deslocaram-se hoje, dia 17 de Março, até à Reunião de Câmara que ali decorreu, para exigir a reposição do horário de 35 horas semanais de trabalho.

Já em plena reunião, foi entregue ao executivo municipal uma carta aberta com a reivindicação destes trabalhadores.

A Carta subscrita pela quase totalidade dos trabalhadores municipais, exige a assinatura do acordo colectivo (ACEP) com o STAL, e a passagem imediata às 35 horas de trabalho semanal.

Os trabalhadores, concentraram-se no parque oficinal e deslocaram-se em desfile, pelas ruas do Entroncamento até aos paços do concelho.

Segundo nota da CGTP de Santarém, este foi mais um passo na luta dos trabalhadores das autarquias locais pela reposição do horário de trabalho, luta que já decorre há 614 dias e que levou a que a maior parte das autarquias estejam a aplicar o horário de trabalho das 35 horas.

“Luta que, pela sua justeza, vai continuar a decorrer e que  só vai parar quando a vitória for total”, acrescenta a CGTP.

Categorias:Regional Tags: ,

Também pode ser do seu interesse:

Região | 4 restaurantes de Rio Maior receberam certificados da ERTAR Região | 4 restaurantes de Rio Maior receberam certificados da ERTAR
Região | O Dia Internacional da Juventude assinala-se a 12 de agosto Região | O Dia Internacional da Juventude assinala-se a 12 de agosto
Região | «O Riomaiorense», o presente e o futuro da imprensa regional Região | «O Riomaiorense», o presente e o futuro da imprensa regional
Região | Isaura Morais já integra os corpos dirigentes da ERTAR Região | Isaura Morais já integra os corpos dirigentes da ERTAR

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.