Estátua da Gafanha da Nazaré na Terra Nova

A St John’s, na Terra Nova (Canadá), acaba de chegar um conjunto escultórico arquitetada na Gafanha da Nazaré

O conjunto escultórico que foi da Gafanha da Nazaré para St John's

O conjunto escultórico que foi da Gafanha da Nazaré para St John’s

A terra portuguesa do Festival do Bacalhau, cuja edição 2015 está a decorrer de 14 a 17 de agosto, não esquece os seus.

A estátua será erigida no cemitério de Mount Carmel, naquela cidade canadiana, junto à campa do pescador Dionísio Esteves, falecido em 1966 no mar da Terra Nova.

“A iniciativa, liderada e financiada localmente pelo empresário e autor Jean Pierre Andrieux, pretende servir de homenagem póstuma às centenas de pescadores portugueses que pereceram no passado durante a árdua faina da pesca ao largo das águas dos grandes bancos da Terra Nova. O pescador Dionísio Esteves fez parte da tripulação do lugre bacalhoeiro Santa Maria Manuela, um dos muitos navios que pertenceu à frota bacalhoeira portuguesa de outrora”, relata a Marinha de Guerra Portuguesa.

É que a estátua seguiu para aquelas paragens a bordo do navio-patrulha oceânico NRP Figueira da Foz, que de sexta-feira, dia 14, até hoje, domingo, 16 deste mês esteve atracado no porto de St John’s.

O NRP Figueira da Foz está em missão de fiscalização ao largo dos grandes bancos da Terra Nova

O navio-patrulha oceânico NRP Figueira da Foz.

O navio-patrulha oceânico NRP Figueira da Foz.

A Marinha, em cooperação com a Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM), participa durante todo o mês de agosto, com o NRP Figueira da Foz, numa missão de fiscalização da atividade da pesca nos Grandes Bancos do mar da Terra Nova, no Canadá.

Nesta missão, que decorre até ao dia 30 de agosto, estão embarcados no Navio de Patrulha Oceânico Figueira da Foz quatro inspetores comunitários, sendo dois inspetores de pescas da Autoridade Nacional de Pesca de Portugal (DGRM), um inspetor de pescas da entidade homóloga da Polónia e um coordenador da Agência Europeia de Controlo de Pescas (EFCA).

O navio-patrulha oceânico da Marinha portuguesa construído nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo vai navegar cerca de 7.000 milhas náuticas nesta missão, realizando ações de fiscalização a embarcações de pesca numa área de cerca de 2.700.000 km2, em águas internacionais no Atlântico Noroeste, denominada por área da convenção North Atlantic Fishing Organization (NAFO).

Esta missão tem como objetivo assegurar a longo prazo a conservação e exploração sustentada dos recursos de pesca existentes na área convencionada, salvaguardando o ecossistema marinho onde estes recursos se encontram.

Fotos: Marinha Portuguesa.

Categorias:Nacional Tags: , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Região | NRP Sines é o mais recente navio da Marinha Portuguesa Região | NRP Sines é o mais recente navio da Marinha Portuguesa
Fuzileiros portugueses com intensa atividade operacional na Lituânia Fuzileiros portugueses com intensa atividade operacional na Lituânia
Navio-Escola Sagres em viagem de 4 meses e meio Navio-Escola Sagres em viagem de 4 meses e meio
Marinha coordenou resgate médico a longa distância Marinha coordenou resgate médico a longa distância

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.