Este ano a Vila da Marmeleira recebeu um prémio

Embaixador Belga esteve na Vila da Marmeleira para entregar prémio da Fundação Christoffel Plantin à população

À direita da foto o embaixador da Bélgica quando entregava o prémio a Jo Claeys, das Produções Fixe.

À direita da foto o embaixador da Bélgica quando entregava o prémio a Jo Claeys, das Produções Fixe.

Já foi em fevereiro, no dia 10, que o embaixador da Bélgica, Boudewijn Dereymaeker veio com a sua equipa entregar um prémio, da Fundação Christoffel Plantin, respeitante ao 2º lugar, à população da Vila da Marmeleira.

De dois em dois anos a Fundação Christoffel Plantin premeia um cidadão belga que viva no estrangeiro e contribua para o bem-estar. A Embaixada da Bélgica em Lisboa, que acompanhou tudo desde o início (recordamos que tudo começou com o acampamento de 100 escuteiros belgas em 2011) decidiu fazer a candidatura do projeto da Vila da Marmeleira, mais especificamente do Centro Rural de Educação Não Formal. O projeto, que foi documentado em edições anteriores, é uma iniciativa das Produções Fixe às quais Jo Claeys – Belga de origem – pertence.

A vereadora da Educação, Ana Filomena Figueiredo, a discursar neste encontro na Vila da Marmeleira.

A vereadora da Educação, Ana Filomena Figueiredo, a discursar neste encontro na Vila da Marmeleira.

Não é a primeira vez que este projeto é reconhecido. É considerado um exemplo de Boas Práticas a nível Europeu e serve de inspiração para a implementação, quer noutros contextos nacionais quer internacionais. Nos últimos anos a Vila da Marmeleira recebeu várias visitas como o a do embaixador da Dinamarca, o cônsul da Bélgica e várias delegações da Embaixada da Noruega em Lisboa que quiseram ver de perto o processo comunitário.

Jantar com a equipa das Produções Fixe, vereadora da Câmara Municipal de Rio Maior, executivo da União de Freguesias da Marmeleira e Assentiz, embaixador e a sua equipa, e João Alone e Ivo Santos.

Jantar com a equipa das Produções Fixe, vereadora da Câmara Municipal de Rio Maior, executivo da União de Freguesias da Marmeleira e Assentiz, embaixador e a sua equipa, e João Alone e Ivo Santos.

“É sempre bom ver reconhecido não só o nosso trabalho, mas o de uma comunidade que acredita que pode ser mais. Sem a colaboração de todos e de cada um em particular, este projeto, certamente, não seria o que é” –, afirma Ana Rita Martins Camará, das Produções Fixe (segunda à direita da foto).

Durante o jantar na Tasca da Dédé, o embaixador recebeu uma t-shirt personalizada da Liga dos Carecas da Vila da Marmeleira, um grupo de amigos e conhecidos que se juntaram na sua 6ª iniciativa com o slogan «qualquer um é careca algures».

A noite seguiu-se no Café Tijuca com a entrega do Diploma e os discursos da vereadora da Educação do Município de Rio Maior, Ana Filomena Figueiredo e da presidente da Junta de Freguesia da Marmeleira e Assentiz, Amélia Simão, terminando com muita animação e música ao vivo com João Alone e Ivo Santos.

Colaboração: A. R.

Categorias:Educação Tags: , , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Qieyang e Diego ganham 27º GPI RM em Marcha Atlética Qieyang e Diego ganham 27º GPI RM em Marcha Atlética
Em Rotary fevereiro é mês dedicado às comunidades Em Rotary fevereiro é mês dedicado às comunidades
Miguel Silva e a proeza do CRC Assentiz nas Tasquinhas Miguel Silva e a proeza do CRC Assentiz nas Tasquinhas
C.R.C. Assentiz – a Melhor Tasquinha 2018 C.R.C. Assentiz – a Melhor Tasquinha 2018

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.