Fandango a Património Imaterial da Humanidade

Cartaxo lidera candidatura de Fandango a Património Imaterial da Humanidade.

O fandango interpretado pelo Rancho Folclórico de Valada do Ribatejo.

O fandango interpretado pelo Rancho Folclórico de Valada do Ribatejo.

O presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo (ERTAR), António Ceia da Silva, quando em 8 de maio deste ano visitou o Cartaxo onde teve uma reunião de trabalho com operadores turísticos e promotores de eventos do concelho, anunciou a parceria que a ERTAR estabeleceu com a autarquia, para a apresentação da candidatura do Fandango a Património Imaterial da Humanidade.

Nessa altura, Pedro Magalhães Ribeiro, presidente do Município do Cartaxo considerou que a parceria entre as duas instituições iria “dar ao Fandango o reconhecimento que lhe é devido – de expressão cultural diferenciadora de uma região, de um povo, única no mundo e, a partir de agora, com reconhecimento mundial”.

O autarca assumiu-se orgulhoso “de ver o Cartaxo a liderar esta candidatura, comentou que “o Fandango, dança de desafio, é a expressão genuína da nossa identidade cultural” e lembrou que “o concelho tem a preciosa singularidade de todas as suas freguesias terem rancho folclórico com forte expressão na representação do Fandango”, pelo que a participação desses mesmos ranchos folclóricos “será crucial na promoção desta candidatura”.

Uma reunião de trabalho no âmbito da referida candidatura teve lugar ontem, quinta-feira, 16 de junho, envolvendo a Câmara Municipal e as Juntas de Freguesia, bem como os ranchos folclóricos do concelho. Já hoje, sexta-feira, dia 17, Pedro Magalhães Ribeiro reúne-se com o presidente e o vice-presidente da Federação de Folclore Português, Fernando Ferreira da Silva e Daniel Café, respetivamente. Daniel Café é também antropólogo da Federação.

Categorias:Artes e Cultura

Também pode ser do seu interesse:

Região | 100 na apresentação pública do PEDU Rio Maior Região | 100 na apresentação pública do PEDU Rio Maior
Região | Requalificação arranca no centro de Rio Maior e Villa Romana Região | Requalificação arranca no centro de Rio Maior e Villa Romana
Região | Município de Rio Maior aprova 95 500€ para o associativismo Região | Município de Rio Maior aprova 95 500€ para o associativismo
Região | Animatro, porque há Orçamento Participativo Jovem Região | Animatro, porque há Orçamento Participativo Jovem

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.