Financiamento de tradições pode interessar a Rio Maior

EDP abre candidaturas para financiar tradições portuguesas.

Programa Tradições atribui 250 mil euros aos melhores projetos da cultura popular

A EDP, através da EDP Produção, tem em curso a 2ª edição do Programa Tradições. Esta iniciativa visa apoiar as tradições mais genuínas da cultura popular, disponibilizando até 250 mil euros para os melhores projetos. As candidaturas decorrem até ao fim desta semana, 24 de julho

O Programa Tradições traz novidades: torna-se bienal para que seja possível um maior acompanhamento dos projetos, e aposta na capacitação das entidades apoiadas, reforçando a sua qualificação. Com isto o programa visa ajudar a criação de novos públicos, garantindo que as novas gerações valorizam e integram as artes e os saberes populares.

O concurso procura projetos ligados às tradições portuguesas que vão do artesanato às crenças, passando pelo folclore, gastronomia, romarias, entre outros costumes da cultura popular. As candidaturas serão avaliadas por um júri externo à EDP.

No âmbito da sua Política de Investimento Social, a EDP Produção tem em curso um conjunto de iniciativas abrangendo escolas, instituições sociais, empreendedores, organizações culturais, com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento das regiões onde atua.

Em 2015 a EDP disponibilizou 150 mil euros aos melhores 14 projetos apresentados. A edição piloto provou, com as suas mais de 120 candidaturas, que por todo o país há milhares de portugueses empenhados em manter vivas as raízes da cultura popular.

Entre os premiados do ano passado estão projetos como «A Dança Portuguesa a Gostar Dela Própria» (PédeXumbo) e o Festival Itinerante de Cultura Tradicional «L Burro i L Gueiteiro» (AEPGA).

Do Festival Itinerante de Cultura Tradicional «L Burro i L Gueiteiro».

Do Festival Itinerante de Cultura Tradicional «L Burro i L Gueiteiro».

O primeiro pretende desconstruir e resgatar a dança e a música tradicionais, fundindo-as com elementos contemporâneos. Ao longo do ano o projeto identificou e registou 6 danças tradicionais, as quais serviram de base para uma residência artística que juntou músicos e bailadores durante 1 semana, resultando na formalização de um grupo de baile – o Terreiro e na apresentação aberta ao público no Encontro de Tocadores em Caminha.

Do Festival Itinerante de Cultura Tradicional «L Burro i L Gueiteiro».

Do Festival Itinerante de Cultura Tradicional «L Burro i L Gueiteiro».

O segundo é um festival itinerante pelo concelho de Miranda do Douro, que surge para revitalizar e valorizar dois elementos chave da cultura mirandesa – o Burro de Miranda e o tocador de Gaita-de-Fole. Este Festival caracteriza-se ainda por ter uma dupla missão: mostrar o melhor do Planalto Mirandês e quebrar, ao mesmo tempo, o estereótipo de uma cultura parada no tempo.

O formulário de candidatura e regulamento do concurso estão disponíveis em http://www.a-nossa-energia.edp.pt

Categorias:Artes e Cultura Tags: , , ,

Também pode ser do seu interesse:

CDC Landal vai regularizar a sua envolvente CDC Landal vai regularizar a sua envolvente
Rio Maior assina protocolo de financiamento do CAR Rio Maior assina protocolo de financiamento do CAR
9 meses a receberem verbas da delegação de competências 9 meses a receberem verbas da delegação de competências
Municípios recusam contribuição obrigatória para Bombeiros Municípios recusam contribuição obrigatória para Bombeiros

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.