Pedro Isidro também desistiu, Inês Henriques terminou em 13ª

Em termos de riomaiorenses, depois da azarada participação nos 20 km masculinos dos Campeonatos Europeus de Atletismo, em Zurique, prova da qual os gémeos Vieira viriam a desistir, também Pedro Isidro acabou por não conseguir terminar, abandonando a prova de 50 km quando já havia percorrido mais de metade da distância.

Mais sorte, e muito trabalho, teve Inês Henriques (Clube de Natação de Rio Maior) que conseguiu concluir os 20 km Marcha Femininos na 13ª posição, depois de uns primeiros 10 km que prometiam melhor classificação.

Sabia-se que dificilmente João Vieira poderia repetir as façanhas de Gotemburgo-2006 e Barcelona-2010, quando alcançou o pódio e correspondentes medalhas, pois a lesão que o apoquenta há várias semanas ainda não estava totalmente debelada, o que se confirmou com a desistência nas voltas iniciais ao percurso de mil metros. Já Sérgio Vieira, que a meio da prova estava relativamente bem classificado (14.º aos 10 km), com o pelotão dos primeiros bem à vista, acabou por, na segunda metade da prova, surpreender com uma pouco previsível desistência por motivos físicos.

Nas anteriores quatro presenças de João Vieira e na de Sérgio Vieira, nunca nenhum dos dois havia desistido ou sido desclassificado, sendo que as classificações variavam entre o segundo lugar de João Vieira em Barcelona-2010 e o 20.º posto de João e Sérgio em Budapeste-1998 e Barcelona-2010, respectivamente.

Em todo o caso, João Vieira mantém não apenas a melhor classificação de sempre por parte de atletas portugueses nesta prova (2.º lugar em Barcelona-2010), mas também a melhor marca aí obtida: 1.20.09 h, enquanto em Gotemburgo-2006 foi terceiro.

Quanto a Inês Henriques, que no dia 14 de Agosto marchou os 20 km femininos, acabou por ter uma segunda metade de prova com prestação abaixo da primeira, registando a segunda pior classificação em quatro presenças em campeonatos da Europa (fora 15.ª em Munique-2002, 12.ª em Gotemburgo-2006 e 9.ª em Barcelona-2010), apesar de ter concluído a prova com a sua melhor marca de sempre em europeus: 1.31.32 h (antes tinha 1.31.58, de 2006).

Assim, as ausentes Susana Feitor e Vera Santos continuam a ser as melhores classificadas de sempre entre as marchadoras portuguesas em europeus de atletismo. Susana foi terceira no último ano em que a distância da prova feminina foi de 10 km (Budapeste-1998, com 42.55); Vera terminou em sexto lugar os 20 km de Barcelona-2010, mas foi em Gotemburgo-2006 que teve o melhor registo (1.30.41, para o 8.º lugar).

Na prova do dia 15 de Agosto, os 50 km Marcha, Pedro Isidro, o único atleta luso em prova, marchou bem nos primeiros quilómetros, com tempos parciais que até cerca dos 20 quilómetros apontavam para recorde pessoal, mas um problema físico acabou por deitar por terra esse esforço sendo que o marchador riomaiorense, que representa o SL Benfica, acabou por terminar a prova num impensável penúltimo lugar final (25.º), naquela que foi a sua estreia em campeonatos da Europa.

Categorias:Desporto Tags: , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Região | João Moutão deixa a Escola Superior de Desporto Região | João Moutão deixa a Escola Superior de Desporto
Região | Louvor do Município à Campeã Europeia dos 50 km Marcha Região | Louvor do Município à Campeã Europeia dos 50 km Marcha
Região | Inês Henriques, Campeã Nacional de 10 km Marcha em Pista Região | Inês Henriques, Campeã Nacional de 10 km Marcha em Pista
Reflexão: “Desporto, sim. Mas reverenciamos, igualmente, mente sã.” Reflexão: “Desporto, sim. Mas reverenciamos, igualmente, mente sã.”

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.