Kodak’s Adormecidos a Ver Passar os Comboios

Kodak’s Adormecidos a Ver Passar os Comboios – uma exposição no Museu de Ciclismo de Caldas da Rainha.

O Museu de Ciclismo, onde se recolhem velhas glórias e muitas das memórias da velocipedia, é também um espaço onde residem inúmeros “retratos” etnográficos indissociáveis não só da história da bicicleta, mas também, da cultura em geral e em particular da cidade onde as águas termais dominam.

Na verdade, o património da exposição Kodak’s Adormecidos a Ver Passar os Comboios que irá ser apresentada no próximo sábado, dia 11 de novembro, acolhe centenas de máquinas fotográficas, às quais se quis associar largas dezenas de fotografias que, em conjunto, assumem o pretexto de chamar a atenção para os 130 anos da chegada do comboio às Caldas da Rainha, que este ano se assinalam, quase despercebidamente, não fosse a obra do Mário Tavares, agora publicada: «Entre Lisboa e Caldas na Segunda Metade do Século XIX».

Assim, será apresentado um núcleo composto por cerca de duas dezenas de painéis de fotos, da autoria e coleção de Mário Lino, que mostram algumas imagens de comboios de várias épocas, juntamente com outro núcleo, da coleção de José António Querido, que reúne um acervo com mais de 557 exemplares de máquinas fotográficas, desde o sistema analógico, passando pela transição para o formato digital, sem esquecer as estimadas e tão nostálgicas Polaroid.

Categorias:Património Tags: , , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Apreensão de artes destinadas à captura de meixão Apreensão de artes destinadas à captura de meixão
Bussaco nas 4 Estações do Ano, no Casino Estoril Bussaco nas 4 Estações do Ano, no Casino Estoril
Estágio em Portugal – uma exposição de jovens checas Estágio em Portugal – uma exposição de jovens checas
Instituto Hidrográfico de olho na navegabilidade do Guadiana Instituto Hidrográfico de olho na navegabilidade do Guadiana

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.