Marcha Atlética – GP de Rio Maior de volta ao mais alto nível

GRANDE PREMIO MARCHA 2015

Inês Henriques, Luís Figueiredo, Isaura Morais, Jorge Miguel e Carlos Carmino, durante a apresentação do evento.

O Grande Prémio Internacional de Rio Maior em Marcha Atlética está de volta e novamente ao mais alto nível. A sua 24ª edição acontece já no dia 18 de abril, que é sábado, com partida às 14h45. E porque regressa ao mais alto nível, este GP é também o 13º Challenge de Marcha da IAAF – Federação Internacional de Atletismo.

Além disso, este ano o Grande Prémio Internacional de Rio Maior em Marcha Atlética tem, pela primeira vez, a particularidade de se disputar em simultâneo – e no mesmo percurso do costume –, com o Campeonato Nacional de Marcha em Estrada, da Federação Portuguesa de Atletismo o que é mais um motivo de atração para o público que vive estas competições com entusiasmo, “puxando” pelos atletas de sua maior simpatia, designadamente… os da terra!

Há já cerca de 100 atletas de 20 países inscritos, não sendo de descartar, a pouco mais de uma semana da prova, que o recorde de 21 países participantes possa vir a ser igualado ou eventualmente superado.

O Grande Prémio Internacional de Rio Maior em Marcha Atlética “promove” esta cidade “como associada ao desporto, em Portugal e no estrangeiro”, comentou hoje, 5ª feira, 9 de abril, a presidente do Município, Isaura Morais, na conferência de imprensa de lançamento desta competição que é uma referência no panorama mundial da Marcha Atlética.

É madrinha deste Grande Prémio a marchadora riomaiorense, atleta do Clube de Natação de Rio Maior, Inês Henriques.

O treinador Jorge Miguel é o diretor da prova. No mesmo encontro com a comunicação social recordou, sem entrar em pormenores, o nascimento do Grande Prémio: foi em 1991, não se chamava assim e destinava-se apenas a homenagear a jovem Susana Feitor, que naquele ano ganhara a Medalha de Ouro para Portugal competindo no Mundial de Juniores em Marcha Atlética, em Plovdiv, na Bulgária. O êxito foi enorme e da ideia de uma singela homenagem saltou-se para o patamar de uma competição que depressa se guindou ao estatuto de “Internacional”, do qual são testemunhos – e só estamos a falar da presente edição –, entre os masculinos: o guatemalteco Erick Barrongo, vice-campeão Olímpico em Londres; o mexicano Eder Sanchez; o ucraniano Nazar Kovalenko, vencedor do Challenge de 2014; o italiano Giorgio Rubino e o eslovaco Matej Toth.
Entre as marchadores que virão a Rio Maior contam-se: as italianas Eleonora Giorgio e Elisa Rigaudo, a espanhola Julia Takaks e a guatemalteca Mirna Ortiz.

A esta distância da prova, em masculinos o favoritismo vai para João Vieira, vencedor em 1997 e 2013. Entre as atletas apontam-se os nomes de Ana Cabecinha, Vera Santos (vencedora em 2010 e 2014), Susana Feitor (vencedora da competição por 8 vezes) e Inês Henriques.

Na conferência de imprensa também esteve Luís Figueiredo, vice-presidente da Federação Portuguesa de Atletismo, que considerou estarem reunidas “todas as condições para uma excelente prova”, sublinhando a qualidade e o “know how” da equipa de Jorge Miguel, bem como o técnico nacional de Marcha, Carlos Carmino.

A organização deste Grande Prémio é da Desmor, do Município de Rio Maior e do Clube de Natação de Rio Maior em parceria com a Federação Portuguesa de Atletismo, e conta com apoio de diversas instituições e empresas da região.

Categorias:Atletismo Tags: ,

Também pode ser do seu interesse:

Inês e João batem os recordes nacionais nos 35 km Marcha Inês e João batem os recordes nacionais nos 35 km Marcha
Inês Henriques e Jorge Miguel de ouro Inês Henriques e Jorge Miguel de ouro
Isidro: recorde nacional na Taça da Europa de Marcha Isidro: recorde nacional na Taça da Europa de Marcha
Susana no Conselho Nacional do Desporto Susana no Conselho Nacional do Desporto

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.