Marinha treina força naval para cenários de crise

Marinha de guerra portuguesa treina força naval para cenários de crise.

Força Tarefa

A Marinha iniciou está a levar a efeito de 14 a 18/3/2016 a fase de mar do exercício naval INSTREX 16-1, que tem como principal objetivo proporcionar treino próprio à esquadra e à Força Naval Portuguesa (FNP), a fim de assegurar a prontidão, a eficiência e a eficácia da Marinha na condução de operações navais em resposta a cenários de crise.

O exercício decorreu primeiro no porto a fim de se proceder ao treino e integração dos navios em força e decorre subsequentemente no mar, de forma a permitir envolver os diferentes meios e forças navais em cenários de grande intensidade e complexidade.

A edição deste ano do INSTREX conta com um alargado conjunto de meios navais, em particular, as fragatas Bartolomeu Dias, D. Francisco de Almeida e Álvares Cabral, as corvetas Jacinto Cândido e João Roby, o submarino Tridente e o navio reabastecedor de esquadra Bérrio. No exercício participam ainda outros meios e forças da Marinha, como o navio hidrográfico D. Carlos I e as lanchas de fiscalização Dragão e Orion, que, juntamente com forças de fuzileiros, mergulhadores e operações especiais, envolvem no total 980 militares da Marinha Portuguesa. A Força Aérea Portuguesa participa no exercício com aeronaves para treino de operações aeronavais.

A Força Naval Portuguesa é comandada pelo Capitão-de-mar-e-guerra Carlos Oliveira Silva, estando o comando e o respetivo Estado-maior da força embarcado no NRP Bartolomeu Dias. A FNP é uma força operacional com elevada prontidão, à qual são atribuídas Unidades Navais, Fuzileiros e Mergulhadores para a execução de operações expedicionárias marítimas ou para integração em forças operacionais conjuntas, constituindo-se como a componente naval da Força de Reação Imediata (FRI). O objetivo, é garantir ações prontas de resposta militar para a defesa do território nacional e proteção dos interesses nacionais onde for necessário.

Categorias:Nacional Tags: , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Região | NRP Sines é o mais recente navio da Marinha Portuguesa Região | NRP Sines é o mais recente navio da Marinha Portuguesa
Fuzileiros portugueses com intensa atividade operacional na Lituânia Fuzileiros portugueses com intensa atividade operacional na Lituânia
Navio-Escola Sagres em viagem de 4 meses e meio Navio-Escola Sagres em viagem de 4 meses e meio
Marinha coordenou resgate médico a longa distância Marinha coordenou resgate médico a longa distância

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.