Mina do Espadanal é património com futuro

Econtro das Comunidades Mineiras de Portugal enriqueceu comemorações do Centenário da Mina do Espadanal.

"Foto de família" à entrada da Escola Superior de Desporto de Rio Maior.

“Foto de família” à entrada da Escola Superior de Desporto de Rio Maior.

Tendo contado, nos painéis científicos, com a participação de José Cordeiro, professor da Universidade do Minho e presidente da Associação Portuguesa para o Património Industrial, Pedro Callapez, professor da Universidade de Coimbra, Bernardo Lemos, representante do Roteiro das Minas e Pontos de Interesse Mineiro e Geológico de Portugal e Micaela Santos, diretora do Museu Mineiro de S. Pedro da Cova, o programa comemorativo do Centenário da Mina do Espadanal (Rio Maior) foi aberto em sessão solene, no auditório da Escola Superior de Desporto (ESDRM), com intervenções da mesa de honra que era constituída pelo vice-presidente da EICEL 1920, António Moreira, a presidente do Município de Rio Maior, Isaura Morais, o presidente da assembleia geral da EICEL 1920 e coordenador das comemorações, arquiteto Jorge Mangorrinha e o diretor de Serviços de Minas e Pedreiras da Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG), Dr. José Silva Pereira.

Visita às instalações da Mina do Espadanal.

Visita às instalações da Mina do Espadanal.

Foi muito clara da parte de Jorge Mangorrinha a exposição dos objetivos da EICEL 1920 quanto à preservação e salvaguarda do património mineiro riomaiorense colocando-o ao serviço do conhecimento e do saber, bem como da parte de José Silva Pereira a identificação das potencialidades do concelho de Rio Maior e da Mina do Espadanal para para essa finalidade, manifestando a abertura da DGEG. Por sua vez Isaura Morais assegurou que a preservação e salvaguarda do património mineiro concelhio e a sua potencialização em mais-valias para o conhecimento e o saber são também compromissos do seu programa autárquico.

Jorge Mangorrinha trocando impressões com Isaura Morais (à direita da foto) e Ana Filomena Figueiredo.

Jorge Mangorrinha trocando impressões com Isaura Morais (à direita da foto) e Ana Filomena Figueiredo.

Ao longo do dia os trabalhos foram acompanhados pelos vereadores Ana Filomena Figueiredo (CDS-PP), Daniel Pinto (PS) e Augusto Figueiredo (CDU). Na sessão de abertura também estiveram presentes o vice-presidente do Município, Carlos Frazão Correia e o presidente da Junta de Freguesia de Rio Maior, Luís Filipe Santana Dias.

Visita ao plano inclinado da mina.

Visita ao plano inclinado da mina.

Durante a manhã, após uma “foto de família” à entrada da Escola Superior de Desporto foram visitadas as instalações da Fábrica de Briquetes e o plano inclinado da mina, já depois de se terem juntado aos antigos mineiros locais e seus descendentes e demais riomaiorenses presentes, antigos mineiros vindos do norte e centro do país. Ao todo terão estado nestas comemorações cerca de cento e trinta pessoas.

O almoço, muito bem servido, teve lugar no refeitório da ESDRM.

O almoço teve lugar no refeitório da Escola Superior de Desporto.

O almoço teve lugar no refeitório da Escola Superior de Desporto.

À tarde decorreram os painéis científicos, registaram-se intervenções de antigos mineiros de outros pontos do país sobre o estado de antigas minas, houve um momento rubricado pelo Coro da Associação Cultural do Concelho de Rio Maior e por fim foi inaugurada uma excelente exposição documental sobre a Mina do Espadanal e o seu impacte económico e sociocultural em Rio Maior, patente na Galeria dos Paços do Concelho.

Aspeto parcial da exposição, na Galeria dos Paços do Concelho.

Aspeto parcial da exposição, na Galeria dos Paços do Concelho.

Este assunto será desenvolvido na próxima edição em papel do jornal Região de Rio Maior.

Texto e fotos: C.M.

Categorias:Em Destaque, Património Tags: , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Região | Gestão do Desporto juntou mais de 300 congressistas Região | Gestão do Desporto juntou mais de 300 congressistas
Região | Cláudio Matias é o Bombeiro de Mérito 2017 da AHBVRM Região | Cláudio Matias é o Bombeiro de Mérito 2017 da AHBVRM
Região | Movimentos – Bombeiros Voluntários de Rio Maior em números Região | Movimentos – Bombeiros Voluntários de Rio Maior em números
Região | Aos 21 anos a ESDRM viu tomar posse o 5.º diretor: Luís Cid Região | Aos 21 anos a ESDRM viu tomar posse o 5.º diretor: Luís Cid

Um Comentário

  1. Manuela Fialho diz:

    Evento de grande categoria organizado pela EICEL. Desde o conteúdo das intervenções apresentadas durante a apresentação dos painéis científicos até à mobilização da população que se foi renovando ao longo do dia no evento, tudo merece um forte aplauso!

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.