Museu de Ciclismo comemora a Batalha da Redinha

O Museu de Ciclismo (Caldas da Rainha) participa na XI Comemoração da Batalha da Redinha.

redinhacaminhada-fb

A Batalha da Redinha teve lugar no dia 12 de março de 1811, quando da III Invasão Francesa.

A Redinha é uma freguesia do nordeste do concelho de Pombal, com 42,08 km² de área e 2.117 habitantes segundo os censos de 2011. Mas já foi vila e ela própria sede de concelho, entre 1159 e 1842, sendo então o seu território constituído pelas freguesias de Redinha e Tapéus. Em 1801 tinha 1.848 habitantes.

Como sede de concelho tinha edifício de Câmara, prisão e forca. Com as Invasões Francesas os dirigentes locais refugiaram-se em Pombal, o que viria a ditar, com o tempo, a perda do estatuto de concelho, passando em 1842 à jurisdição municipal de Pombal. Por decreto de 7/9/1895, a Redinha foi desmembrada de Pombal e integrada no Município de Soure de onde acabou por regressar “definitivamente” ao de Pombal em 13/1/1998.

O povoamento local datará dos tempos da romanização.

A Redinha teve o seu primeiro foral em 1159, outorgado por D. Gualdim Pais, mestre da Ordem dos Cavaleiros Templários. D. Manuel I, em 16 de Maio de 1513 outorgou-lhe foral novo, que veio a motivar um surto de prosperidade interrompido pelas invasões napoleónicas. Hoje é uma das freguesias turísticas do concelho de Pombal.

De há onze anos para cá que a Redinha tem vindo a comemorar a Batalha aí ocorrida em 1811, entre as forças luso-britânicas e as tropas francesas do general Michel Ney, que levavam a cabo ações para retardar a perseguição ao exército de Massena, que batia em retirada após o desaire sofrido nas Linhas de Torres. Da Redinha, os franceses foram obrigados a retirar-se para Condeixa.

redinhaciclismo-fb

Este ano, no âmbiro das comemorações da Batalha da Redinha realizar-se-ão, no dia 13 de março, a partir das 9 horas da manhã, as seguintes actividades:

  • Abertura da Feira de Antiguidades e Doçaria Regional;
  • Hastear das bandeiras nacionais dos países envolvidos na batalha
  • Homenagem a todos quantos pereceram no combate;
  • Exposição Fotográfica sob a temática de Ciclismo Etnográfico;
  • Caminhada pela Paz;
  • Passeio de Ciclismo Etnográfico, vulgo pasteleiras;

Entre outras animações o evento conta ainda com a atuação da Filarmónica Louriçalense e do Rancho Folclórico e Etnográfico da Redinha.

A inscrição para a participação na Caminhada e no Passeio de Ciclismo Etnográfico é gratuita, mas obrigatória, e pode ser feita através dos seguintes contactos:

  • Junta de Freguesia da Redinha: tlf: 236 911 116 / 236 912 130
  • email: junta.redinha@sapo.pt
Categorias:Regional Tags: , ,

Também pode ser do seu interesse:

Região | Fragata Corte-Real no maior exercício de sempre da NATO Região | Fragata Corte-Real no maior exercício de sempre da NATO
Região | Residência de Estudantes da ESDRM volta a ficar para trás! Região | Residência de Estudantes da ESDRM volta a ficar para trás!
Região | Os juniores do Rio Maior S. C. estão a crescer Região | Os juniores do Rio Maior S. C. estão a crescer
Região | Quarteto de Cordas da GNR aplaudido de pé em Rio Maior Região | Quarteto de Cordas da GNR aplaudido de pé em Rio Maior

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.