NERSANT – Mais 13 milhões de euros para o Ribatejo em 2014

Com o objetivo de fomentar o desenvolvimento e a economia regional, a NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, tem vindo a apoiar a criação de empresas na região do Ribatejo, através de um programa facilitador denominado Sítio do Empreendedor. Desde 2013 e até à data, 105 novas empresas nasceram no Ribatejo, pela mão da NERSANT, num investimento total que ronda os 3.400.000,00 €. Para 2014 as projecções são de 13.380.000,00 €.

Sendo o desenvolvimento do empreendedorismo um dos fatores de maior importância face à conjuntura que se vive actualmente, e sendo as empresas o motor da economia, a NERSANT considera da maior importância o apoio a ações que sensibilizem e apoiem este tipo de temáticas.

Segundo os responsáveis da Associação Empresarial da Região de Santarém, a NERSANT tem vindo a oferecer o seu apoio, gratuitamente, a todos os interessados em criar os seus negócios, isto através de um programa denominado Sítio do Empreendedor. Trata-se de um “inovador” programa de apoio que acompanha os potenciais empreendedores, desde a fase da maturação da ideia, até ao acompanhamento pós início de atividade. Para aderir basta, aos interessados, aceder à incubadora de ideias de negócio online, no website desenhado para o efeito, onde podem efetuar o registo do seu projeto empresarial. Registada a ideia, a NERSANT contacta o promotor da mesma, oferecendo os seus serviços gratuitamente para ajudar na elaboração do plano de negócios, acompanhando o empreendedor através de um apoio técnico especializado.

Segundo a instituição ribatejana, desde 2013, muitos empreendedores contactaram a NERSANT para avançar com as suas ideias de negócio. Desde o início desse ano, até agora, a NERSANT ajudou a criar no Ribatejo 105 novas empresas (quase 6 novas empresas por mês) e 164 postos de trabalho (1,56 postos de trabalho por cada nova empresa criada). Com a constituição destas novas empresas, foram injetados na região do Ribatejo desde 2013, 3.390.000,00 €. Para 2014, e tendo em conta as perspetivas de faturação das empresas para 2014, estima-se que a economia ribatejana vá ser desenvolvida com mais 13.380.000,00 €.

Santarém e Benavente são os concelhos mais empreendedores, com 16 e 14 novas empresa criadas, respetivamente. Torres Novas e Tomar surgem empatadas em terceiro lugar, com a criação de 11 novas empresas cada um, e Cartaxo e Entroncamento estão em quarto lugar do ranking, com a criação de 9 novas empresas cada concelho. Alcanena e Ourém surgem logo abaixo na tabela, tendo criado cada concelho, 6 novas empresas, seguindo-se Coruche, com a criação de 4 novas empresas empresas. Almeirim, Chamusca, Rio Maior e Vila Nova da Barquinha criaram 3 novas empresas cada concelho, seguindo-se o concelho de Abrantes, que criou 2 novas empresas. Alpiarça, Constância, Ferreira do Zêzere, Mação e Salvaterra de Magos criaram 1 empresa cada concelho.

Categorias:Economia Tags: , ,

Também pode ser do seu interesse:

29.ª FERSANT arranca no sábado no CNEMA em Santarém 29.ª FERSANT arranca no sábado no CNEMA em Santarém
Feira Nacional de Agricultura, em Santarém de 2 a 10 de junho Feira Nacional de Agricultura, em Santarém de 2 a 10 de junho
CNIRM em workshop Lezíria + Sustentável CNIRM em workshop Lezíria + Sustentável
Alvaiázere vai ter Escola do Benfica Alvaiázere vai ter Escola do Benfica

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.