Passadeiras em calçada serão substituídas conforme disponibilidade financeira

Mal calcetadas, de piso irregular, elevando-se nuns sítios e abatendo-se noutros e toda a noite insuportáveis por causa da barulheira provocada pelo inusitado trânsito que se verifica na avenida Paulo VI, as passadeiras da requalificação desta artéria começaram a ser substituídas.

Pelo menos a que estava na curva da Casa do Povo, ali onde se vira para o Centro de Estágios e Formação Desportiva e onde existe uma paragem de autocarros, foi removida na quinta-feira da semana passada, dia 21 de agosto (a foto que ilustra esta notícia dá conta disso). Substituída por uma sobre-elevação suave do piso da avenida, resta ser pintada com as habituais riscas brancas.

No dia seguinte, sexta-feira, soubemos que para já é mesmo só essa a passadeira a ser removida e substituída, porque dada a sua localização no desfazer de uma curva em faixa de rodagem de sentido descendente já lá houve alguns acidentes. As outras passadeiras da Paulo VI serão removidas e substituídas conforme as disponibilidades financeiras, uma vez que implicam um “investimento demasiado elevado”, segundo afirma Carlos Frazão Correia, o vereador da Reabilitação Urbana.

Categorias:Rio Maior Tags: ,

Também pode ser do seu interesse:

Cineteatro de Constância: Município adquire edifício por usucapião Cineteatro de Constância: Município adquire edifício por usucapião
O Centro Escolar de Asseiceira está formalmente inaugurado O Centro Escolar de Asseiceira está formalmente inaugurado
100 mil euros para restaurar igreja histórica no Cercal 100 mil euros para restaurar igreja histórica no Cercal
10 anos SIPREX numa conversa com Alberto Laurentino 10 anos SIPREX numa conversa com Alberto Laurentino

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.