Peregrinação na memória – Datas e notas à volta de Cister

De Rui Rasquilho

Peregrinação na memória – Datas e notas à volta de Cister

Rui Rasquilho. Foto: Jorge Barros.

Rui Rasquilho. Foto: Jorge Barros.

Está a ser lançada neste momento, em Alcobaça, a obra «Peregrinação na memória – Datas e notas à volta de Cister», de Rui Rasquilho.

Está a acontecer no salão da Debulhadora da Cooperativa Agrícola de Alcobaça e é uma edição daquela Cooperativa. A produção é da Textiverso.

O livro é apresentado pelos Professores Doutores Pedro Gomes Barbosa e António Valério Maduro.

Neste livro, as datas e as notas remetem-nos primeiro para a Roma cristã, apenas para registar o começo da peregrinação no passado, sem suposições, pois é sabido que o vago é inimigo da análise histórica.

Entre muitas referências, Rui Rasquilho escolheu simbolicamente o início da construção do maior mosteiro medieval, em 1088.

Em contraponto ao poderoso mosteiro dos monges negros de Cluny e na data de 1098, o abade do mosteiro de Molesme, beneditino, resolveu recuperar o exercício da prática da regra de S. Bento e iniciou o ciclo dos Monges Brancos de Cister, no retorno à castidade, à pobreza e à obediência.

Referem-se, por isso, aos cistercienses a maioria das datas e das notas e, de um modo geral, os textos mais longos.

Fala-se também de acontecimentos incontornáveis para a reconstituição da linha do tempo, tendo em consideração que a clausura imutável dos cenóbios não corta a ordem do mundo.

livro

Categorias:Literatura Tags: , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

A Festa dos Caçadores é o novo livro de Henrique Fialho A Festa dos Caçadores é o novo livro de Henrique Fialho
Salinas em capa de livro de Orlando Ribeiro Salinas em capa de livro de Orlando Ribeiro
Sábado taurino na vila de Azambuja Sábado taurino na vila de Azambuja
N. Andebol da ESDRM vence Cister à tangente N. Andebol da ESDRM vence Cister à tangente

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.