PJ deteve presumível autor de incêndio em Rio Maior

Acompanhamento psiquiátrico é uma das medidas impostas pelo juiz

Foto a título meramente ilustrativo.

Foto a título meramente ilustrativo.

Um funcionário de uma empresa de limpezas, de 21 anos de idade foi detido por elementos do Departamento de Investigação Criminal de Leiria da Polícia Judiciária, suspeito de ter ateado um incêndio florestal no concelho de Rio Maior.

“O suspeito, agindo num forte quadro impulsivo, está fortemente indiciado de, no dia 25 do mês de julho, cerca das 15h30, ter ateado um foco de incêndio num terreno composto por mato e eucaliptos, tendo ardido uma área de cerca de 900 m2”, que “só não atingiu maiores proporções devido à pronta intervenção dos bombeiros e de meios aéreos”, sustenta a PJ Leiria.

Pela data do sinistro e a área ardida, presume-se que se trate do incêndio de Teira.

O jovem já foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicadas como medidas de coação, apresentações quinzenais. O juiz impôs-lhe ainda a sujeição a acompanhamento psiquiátrico.

Categorias:Rio Maior Tags: , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Rio Maior volta a receber o Challenger da NERSANT Rio Maior volta a receber o Challenger da NERSANT
Os Bombeiros Voluntários de Rio Maior em números Os Bombeiros Voluntários de Rio Maior em números
Includ-ED dá a volta ao Agrupamento Fernando Casimiro Includ-ED dá a volta ao Agrupamento Fernando Casimiro
A Seleção Nacional de Futsal está em Rio Maior A Seleção Nacional de Futsal está em Rio Maior

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.