Portugal no Mundial de Sub 17 de Saragoça em Femininos

Portugal, na sua estreia, esteve perto da 1ª vitória num Mundial de Basquetebol.

No lado direito da foto, as duas primeiras, de pé, são Mariana Silva e Teresa Barata, de Rio Maior.

No lado direito da foto, as duas primeiras, de pé, são Mariana Silva e Teresa Barata, de Rio Maior.

Incluído no Grupo D da fase final do Mundial de Basquetebol Feminino de sub-17, Portugal tem como adversárias as seleções de Espanha, Brasil e Mali.

Portugal esteve muito perto de voltar a fazer história, tal como aconteceu em Matosinhos, no Europeu de Sub 16 Femininos. Agora, a Seleção de Sub 17 estreou-se em bom plano frente à forte seleção anfitriã, a Espanha e, numa partida equilibrada perdeu por 59-51. Num jogo em que o conjunto português liderou o marcador durante mais tempo que as adversárias e teve a maior diferença no marcador (9 pontos) a seu favor, a ponta final foi madrasta e dois triplos consecutivos por parte das espanholas deram-lhes uma injusta expressão de 8 pontos de vantagen no final.

Portugal regressa à competição já hoje, sexta-feira, dia 24, defrontando o Brasil às 18h15 locais no Pavilhão Municipal de Utebo.

Este primeiro jogo deste Mundial com a vizinha Espanha foi uma partida inglória para a seleção portuguesa que continua a demonstrar que não está no Campeonato do Mundo por mero acaso. No final do primeiro período a vantagem era portuguesa (12-14), com Ana Ramos a arrancar para uma grande partida (27 pontos, 5 ressaltos e 3 assistências).

O segundo período conheceu o melhor Portugal. Com maior acerto defensivo nos primeiros 5 minutos, as jovens portuguesas conseguiam ir aumentando a liderança e pouco depois da passagem da metade do parcial venciam por 9 pontos, máxima diferença que qualquer uma das equipas conseguiu durante toda a partida. Reagiu fortemente a Espanha; nos últimos minutos conseguiu limitar o ataque luso e com um parcial de 11-1, saiu para o intervalo na frente (28-27).

Pouco se alterou depois do intervalo. O jogo continuava equilibrado e, apesar de Portugal ter liderado o marcador durante 22,33 minutos contra 17,05 minutos por parte das adversárias, não conseguia descolar no marcador. À passagem dos 5 minutos era Portugal que liderava (32-33) mas à entrada para os decisivos 10 minutos era a Espanha que estava na frente (41-39).

A equipa portuguesa continuava a lutar pela primeira vitória da história do basquetebol português e nunca desarmou. A 5 minutos do final continuavam os dois pontos de diferença e a vitória podia cair para qualquer dos lados. Foram dois triplos cruciais, já dentro dos dois minutos finais, que definiram uma maior vantagem espanhola e permitiram que o triunfo escapasse por entre os dedos às bravas jogadoras de Portugal. Os números finais assinalam também a maior diferença para o conjunto espanhol num resultado que, pela expressão, acaba por ser enganador (59-51).

Uma das jogadoras da Seleção Nacional de Portugal é Mariana Silva, de Rio Maior, que joga no Clube Desportivo de Torres Novas, do qual o RM Basket passou a ser clube satélite. A sua mãe, Teresa Barata é a treinadora adjunta da Seleção.

Fonte: FPB. Fotos: Fernando Vieira/FPB

Categorias:Basquetebol, Em Destaque Tags: , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Mariana Silva no Torneio Internacional de Esposende Mariana Silva no Torneio Internacional de Esposende
A nadadora Mafalda Rosa foi 4ª nos 5 km em Espanha A nadadora Mafalda Rosa foi 4ª nos 5 km em Espanha
Futebol – Grécia bate Espanha em Rio Maior Futebol – Grécia bate Espanha em Rio Maior
Futsal Feminino de Portugal é Medalha de Bronze mundial Futsal Feminino de Portugal é Medalha de Bronze mundial

Responder

Enviar Comentário

© 2017 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.