Preços da água podem aumentar em Rio Maior

A Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR) obriga a que as receitas sejam iguais ou superiores aos custos. Em Rio Maior esse princípio não está a ser cumprido; os custos superam em mais de um milhão de euros as receitas.

Para o vice-presidente da Câmara, Carlos Frazão Correia, é inevitável que o executivo e a Assembleia Municipal avancem para “uma revisão dos tarifários”, porque “se este milhão de euros – já passa – vai ser para suportar custos com o fornecimento de água, o saneamento e a recolha de resíduos, não pode ir para outras coisas”, argumentou. Não é a primeira vez, desde o anterior mandato, que este autarca expõe a sua preocupação sobre esta matéria.

O assunto foi agora levantado no âmbito do acompanhamento do Programa de Apoio à Economia Local (PAEL), que se destina a auxiliar os Municípios a pagar dívidas antigas a fornecedores e outras entidades. Rio Maior comprometeu-se a actualizar todos os anos os tarifários em questão além da tabela geral de taxas e licenças.

Terá ainda que aplicar aos munícipes as taxas de recursos hídricos e de gestão de resíduos.

Categorias:Rio Maior Tags: , ,

Também pode ser do seu interesse:

Santarém leva RTT a Amiais de Baixo Santarém leva RTT a Amiais de Baixo
RM: tarifário da água, etc. um pouco mais baixo em 2017 RM: tarifário da água, etc. um pouco mais baixo em 2017
Água: nova política para tarifas socialmente justas Água: nova política para tarifas socialmente justas
29/4/2016: Sessão de esclarecimento sobre o sector da água 29/4/2016: Sessão de esclarecimento sobre o sector da água

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.