Reabilitação da EN361 de Amiais de Baixo a Alcanena

Continua prevista para 2017 a reabilitação do troço da EN361 entre Amiais de Baixo e Alcanena.

Manifestação em 2010 por causa do mau estado da EN361 entre Alcanede e Alcanena. O troço de Alcanede a Amiais de Cima veio a ser requalificado, tendo ficado por reparar o troço entre Amiais de Baixo e Alcanena.

Manifestação em 2010 por causa do mau estado da EN361 entre Alcanede e Alcanena. O troço de Alcanede a Amiais de Cima veio a ser requalificado, tendo ficado por reparar o troço entre Amiais de Cima e Alcanena.

Em resposta a duas questões postas em março deste ano pelo Grupo Parlamentar do Partido Socialista, da iniciativa dos deputados Hugo Costa, António Gameiro e Idália Salvador Serrão, através da mesa da Assembleia da República, ao ministro do Planeamento e das Infraestruturas, este mandou confirmar por ofício de 23 de junho último que “encontra-se prevista a reabilitação da Estrada Nacional 361 no troço entre Amiais de Baixo e Alcanena no ano de 2017, conforme plano de proximidade das Infraestruturas de Portugal.”

“Todavia, foram introduzidas modificações ao Projeto Inicial de Beneficiação, facto que alterou a data prevista para a sua conclusão”, adianta a carta do Ministério que informa ainda que “o Projeto encontra-se em fase de revisão e que no final do mês de julho o mesmo deverá estar em condições de ser submetido a procedimento de Avaliação de Impacto Ambiental, uma vez que a beneficiação desta estrada interfere com território abrangido pela Rede Natura.”

Recorde-se que em dezembro de 2014 a Estradas de Portugal (hoje integrada na Infraestruturas de Portugal), num quadro de investimentos previstos para o distrito de Santarém apontava para 2017 o lançamento da «Beneficiação entre Amiais de Cima (km 61+890) e Alcanena (68+130)», com um valor base de 2 850 000 euros.

Na fundamentação das suas duas questões – “Está prevista a reabilitação da Estrada Nacional 361 no troço entre Amiais de Baixo e Alcanena no ano de 2017, conforme plano de proximidade das Infraestruturas de Portugal?” e “Estão assegurados todos os procedimentos prévios à execução?” –, o Grupo Parlamentar do PS sublinhava que “Esta via é fundamental para a região, nomeadamente para os concelhos de Alcanena, Santarém e Rio Maior. É crucial para ligação do distrito de Santarém e da A1 e A23 à denominada Região Oeste, assim como é muito utilizada por peregrinos a caminho de Fátima. A reabilitação desta via permitirá ganhos na mobilidade, nos custos económicos e na qualidade de vida numa região com grande vigor empresarial.” E recordava que “As obras na Estrada Nacional 361 estiveram mais de 20 anos para serem realizadas, sendo que nos últimos anos o troço entre as localidades de Alcanede e Amiais de Cima no concelho de Santarém foram efetuadas, no entanto, o restante troço ficou parado à espera da avaliação ambiental.”

Categorias:Regional Tags: , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

GNR: do atropelamento em Alcanena ao furto de cortiça em Coruche GNR: do atropelamento em Alcanena ao furto de cortiça em Coruche
Colecionadores têm Encontro Nacional em Alcanena Colecionadores têm Encontro Nacional em Alcanena
Visita ao Património Geológico e Mineiro de Rio Maior Visita ao Património Geológico e Mineiro de Rio Maior
Santarém leva RTT a Amiais de Baixo Santarém leva RTT a Amiais de Baixo

2 Comentários

  1. Carlos Pinheiro diz:

    Dado que o troiço em análise é de AMIAIS DE CIMA, e não de AMIAIS DE BAIXO a ALCANENA, seria bom informarem os serviços do Ministério da troca que, certamente de forma involuntária, cometeram.

    • Filipe Marques diz:

      Tem a certeza do que está a dizer? é que acho mesmo que a nivel de área por freguesia as obras pararam num ponto em que a área pertence à freguesia de Amiais de Baixo

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.