Região | Agrupamento Marinhas do Sal distinguiu 115 alunos

Agrupamento Marinhas do Sal distinguiu 115 alunos por mérito e valor demonstrados no ano letivo de 2017/2018.

Outubro tem sido o mês da entrega de diplomas nas escolas, a alunos que se distinguiram em determinadas áreas e aos que partiram, no ano letivo anterior, para outros patamares do ensino ou mesmo para o mercado de trabalho com acontece naqueles estabelecimentos de ensino que ministram formação profissional.

Em todos os casos se regista a meritória adesão de empresas que patrocinam a premiação dos bons resultados alcançados pelos alunos.

Este grupo coral abriu a 2ª sessão de premiação dos colegas que se distinguiram no Agrupamento de Escolas Marinhas do Sal, no ano letivo de 2017/2018.

Na semana passada, à quarta-feira, 10 de outubro, foi o Agrupamento de Escolas Marinhas do Sal a fazer a entrega dos Prémios do seu Quadro de Mérito relativo ano letivo de 2017/18. Dado o elevado número de alunos em relação à lotação de 242 lugares do Cineteatro Municipal, sala onde decorreu a cerimónia, esta foi organizada em duas sessões consecutivas: primeiro as crianças e depois os jovens. Ao todo foram distinguidos 115 alunos, quinze dos quais do Quadro de Valor.

Seguiu-se a atuação deste conjunto de alunos.

Da segunda sessão, que teve como apresentadores os alunos Leonor Batista e Manuel Magalhães, importa reter passagens das intervenções registadas, a começar pela do diretor do Agrupamento, professor Carlos Ribeiro, que dirigindo-se à plateia repleta de pais e encarregados de educação enalteceu “o desempenho” dos respetivos “filhos e educandos”, declarando ser “muito importante” para o agrupamento distingui-los “tanto pela excelência como pelo valores”, como por exemplo os da boa educação, que também é mérito quer da direção quer de todo o corpo docente.

Ladeado pelos alunos Manuel Magalhães e Leonor Batista, o diretor do Agrupamento de Escolas Marinhas do Sal, Carlos Ribeiro, quando fazia a sua interveção.

Agradeceu à Câmara Municipal a disponibilização do Cineteatro que sendo municipal está ao serviço dos munícipes e à Junta de Freguesia de Rio Maior a colaboração que tem dado à EBI Marinhas do Sal, sede do agrupamento. Nos agradecimentos pela colaboração recebida, Carlos Ribeiro envolveu a Associação de Pais, a EBI Fernando Casimiro Pereira da Silva, sede do outro agrupamento de escolas existente no concelho de Rio Maior e “todas as empresas” que têm ajudado o Agrupamento Marinhas do Sal, “tornando possível esta cerimónia”.

Carlos Ribeiro salientou a utilidade da complementaridade entre a escola e os pais ou encarregados de educação na educação/formação dos alunos. “Nós funcionamos de mente aberta e estamos cá para trabalhar convosco, ouvir as vossas opiniões, as vossas ajudas e reclamações – e também elogios quando as coisas correm bem”, comentou.

Em relação ao apoio das empresas, além do apoio logístico suportado pela Dinazoo e a oferta de alguns produtos por parte da Nobre Alimentação, o diretor do agrupamento informou que ao longo da distinção de alunos iriam ser atribuídos alguns prémios por elas patrocinados: três cheques de 100,00€ oferecidos pela Caixa de Crédito Agrícola; dois prémios da Electro 21 e vouchers da Galeria Praça do Comércio, Chianora e Fetiofice, Lda.

A concluir a sua intervenção o professor Carlos Ribeiro reiterou compromisso da sua direção citando o lema do agrupamento: «Juntos vamos construir o futuro».

A presidente do conselho geral, professora Ana Carmo, acredita que “a transformação do Mundo começa pela educação”.

Usou também da palavra a presidente do conselho geral, professora Ana Carmo, para quem “a transformação do Mundo começa pela educação”, como um dia preconizou Mahatma Gandhi, sendo nesse sentido que a comunidade escolar do agrupamento está a agir assumindo “valores como o respeito, a solidariedade, a honestidade e a perseverança”, para ajudar a “transformar o Mundo pela positiva”.

Leonor Bento Fialho, que falou em nome da Associação de Pais, ficou encantada com o que leu, escrito pelos alunos, sobretudo os do 3º ciclo, sobre o tema «E agora?», que lhes havia sido proposto no ano letivo anterior.

Em nome da Associação de Pais e Encarregados de Educação falou Leonor Bento Fialho. Declarou ter ficado encantada com o que leu, escrito pelos alunos, sobretudo os do 3º ciclo, sobre o tema «E agora?», que lhes havia sido proposto no ano letivo anterior. “Fiquei maravilhada não só pela qualidade da escrita mas sobretudo pelo conteúdo tão digno de ser observado e escutado”, afirmou explicando porquê: “os textos que li refletem bem a necessidade e a atenciosa dispersão emocional, quer face aos desafios da adolescência que se impõe quer as angústias que acompanham a consciência de estar a crescer (…)” o que é “revelador de bons seres humanos em desenvolvimento a quem nem sempre nós, adultos em esforço, correspondemos às necessidades tão próprias e específicas de quem está em processo de maturação, de construção social e em busca de uma identidade”.

A presidente da Câmara, Isaura Morais, assegurou ao Agrupamento todo o acompanhamento, presença e apoio da autarquia.

Por último, a presidente do Município, Isaura Morais manifestou o seu regozijo por ver a sala cheia de alunos, pais, familiares, encarregados de educação e professores, como é habitual nestas cerimónias, parabenizou os alunos distinguidos e a todos desejou mais um bom ano letivo, assegurando ao Agrupamento todo o acompanhamento, presença e apoio da autarquia.

Também esteve presente o vereador da Juventude, Miguel Santos.

Mais um belo momento de dança contemporânea interpretada por um grupo de alunas.

A cerimónia incluiu alguns belos momentos de animação cultural de que foram intérpretes grupos de alunos.

Regista-se ainda que na primeira sessão deste “Dia do Diploma” também foram entregues os prémios do concurso «Separa e ganha» criado pela Valorsul para premiar as escolas pela reciclagem realizada ao longo do ano letivo. O Centro Escolar de Alcobertas ficou em 1º lugar.

Recorda-se que o Agrupamento de Escolas Marinhas do Sal é constituído pela Escola Básica Integrada Marinhas do Sal (escola sede), Centro Escolar de Alcobertas, Centro Escolar Latino Coelho, Centro Escolar de Santo António em Fráguas, EB1 e Jardim de Infância de Vale de Óbidos.

Texto e fotos: Carlos Manuel

Categorias:Educação Tags: , , , , , , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Região | 1ª Gala do Desporto de Rio Maior distinguiu clube e equipas Região | 1ª Gala do Desporto de Rio Maior distinguiu clube e equipas
Região | A Sessão Solene do 182º aniversário do Concelho de Rio Maior. Região | A Sessão Solene do 182º aniversário do Concelho de Rio Maior.
Região | EICEL 1920 tem proposta para a zona antiga de Rio Maior Região | EICEL 1920 tem proposta para a zona antiga de Rio Maior
Região | Árvore do Conhecimento nasceu na cidade de Rio Maior Região | Árvore do Conhecimento nasceu na cidade de Rio Maior

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.