Região | Município de Rio Maior com orçamento de 24 646 674,00€

Câmara Municipal de Rio Maior com orçamento de 24 646 674,00€

 Assembleia Municipal aprovou por maioria o Orçamento e Grandes Opções do Plano para 2019.

Em 17/11/2018, a Assembleia Municipal de Rio Maior aprovou por 22 votos a favor e 8 contra, o Orçamento e Grandes Opções do Plano submetidos à sua apreciação pela Câmara Municipal de Rio Maior.

É um orçamento de vinte e quatro milhões, seiscentos e quarenta e seis mil e seiscentos e setenta e quatro euros (24 646 674,00€), um montante superior em um milhão, cento e noventa e quatro mil e setecentos e cinquenta e cinco euros (1 194 755,00€) em relação a 2018.

Dos 24 646 674,00€ orçamentados, 76,70% correspondem a uma receita corrente de 18 903 871,00€ e 23,30% a uma receita de capital de 5 742 803,00€. Quanto à despesa corrente está estimada em 15 245 287,00€ (66,05%) e a despesa de capital em 9 401 387,00€ (33,95%).

Compare no quadro seguinte a evolução dos orçamentos camarários desde 2013.

Na introdução ao documento lê-se que “o maior destaque recai numa enorme subida dos valores a transferir para as freguesias e uniões de freguesia” representando um “acréscimo de 150 000,00€” ou seja cerca de 37,5% em relação a 2018, “elevando o montante transferido para 550 000,00€ e possibilitando um reforço da capacidade de intervenção de proximidade das freguesias na resolução dos problemas com que são confrontadas, diariamente, pelos seus fregueses”. Refere-se a propósito que este aumento decorre do “esfoço dos últimos executivos municipais para ter contas equilibradas e uma gestão eficiente, quer ao nível financeiro, quer ao nível dos recursos humanos, que permitiu inverter um ciclo de endividamento constante da autarquia, que não contraiu, nos últimos 9 anos, nenhum novo empréstimo de médio/longo prazo para financiar obras e intervenções”, conseguindo efetuá-las com os seus próprios recursos.

O executivo municipal liderado por Isaura Morais considera este orçamento “realista”, que “permitirá taxas de execução elevadas” como nos últimos exercícios orçamentais. Um orçamento que inclui, naturalmente “as obras” em curso “de Requalificação da Villa Romana, Praça do Comércio e Zona Envolvente, e a Eficiência Energética na Iluminação Pública, entre outras”, sendo ainda que “em 2019, deverá começar, no terreno, toda a intervenção prevista de Requalificação da Frente Ribeirinha”.

O Município deve fechar 2018 com um volume de endividamento de cerca de 8 400 000,00€ e com prazos de pagamento a fornecedores inferiores a 30 dias e assegura ter “disponibilidade e liquidez financeira para, em 2019”, financiar “os mais de 9 milhões inscritos em despesas de capital, correspondentes a investimento a efetuar pela autarquia”, com recurso a receitas próprias.

Categorias:Rio Maior Tags: , , , , , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Região | Cláudio Matias é o Bombeiro de Mérito 2017 da AHBVRM Região | Cláudio Matias é o Bombeiro de Mérito 2017 da AHBVRM
Região | Movimentos – Bombeiros Voluntários de Rio Maior em números Região | Movimentos – Bombeiros Voluntários de Rio Maior em números
Região | Aos 21 anos a ESDRM viu tomar posse o 5.º diretor: Luís Cid Região | Aos 21 anos a ESDRM viu tomar posse o 5.º diretor: Luís Cid
Região | Nó de Rio Maior do IC2 em Asseiceira volta a ser encerrado. Região | Nó de Rio Maior do IC2 em Asseiceira volta a ser encerrado.

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.