Região | Os juniores do Rio Maior S. C. estão a crescer

Juniores do RMSC passaram do purgatório de 0-1 para o céu de 4-1 e acabaram no inferno de um 4-3.

A equipa titular do Rio Maior Sport Clube.

Num Estádio Municipal onde até “este relvado ensina a jogar” – Vitor Alexandre dixit – o Rio Maior Sport Clube recebeu no sábado, 20/10/2018, em jogo da 3ª jornada do Campeonato Distrital de Futebol de Juniores da 1ª Divisão de Santarém, o Clube Desportivo Salvaterrense.

Era pouca a diferença pontual que separava os dois contendores: ao fim das duas primeiras jornadas, os verde alvinergos de Rio Maior tinham… 0 pontos e o Salvaterrense, 1 ponto. Esperava-se por isso um jogo equilibrado e sobretudo de muita entrega dos jogadores em busca dos 3 pontos em disputa.

A equipa titular, os suplentes e o staff do Clube Desportivo Salvaterrense.

Os de Salvaterra de Magos cedo mostraram ao que vinham e o quarto de hora inicial foi de supremacia azul e amarela, coroada aos 15 minutos pelo primeiro golo da partida, num contra-ataque rápido pela sua ala direita que mereceu quatro ou cinco tentativas riomaiorenses de interceção do esférico, todas elas falhadas.

Os jovens do Rio Maior SC reagiram paulatinamente ao tento adversário embora insistindo em jogar, como até aí, na cadência e no estilo de jogo imposto pelo Salvaterrense, até que o avançado André Sampaio, um dos mais inconformados do 11 local, aos 36 minutos restabeleceu a igualdade de que, de resto, já se havia aproximado duas vezes. E foi com 1-1 no marcador que se chegou ao intervalo.

André Sampaio começou a construir aqui o seu “hat trick” fazendo o empate a uma bola antes do intervalo.

Numa primeira parte com muitas paragens ao mais pequeno toque, a provocar alguma irritação na bancada, a verdade é que o Salvaterrense aparentava mais assertividade e vigor físico. Já o Rio Maior SC fazia este espectador ter saudades da equipa que foi campeã distrital logo da primeira vez que o clube disputou o Campeonato Distrital de Juniores da 2ª Divisão, na época de 2016/2017.

No reatar do encontro, a equipa de Rio Maior parecia outra a jogar e de tal maneira que comentei para mim próprio: se “este relvado ensina a jogar”, o treinador David Borges dá a estratégia e a tática! Pois se a equipa desatou a jogar à Rio Maior Sport Clube, algo deveria ter despertado as capacidades do “miúdos”… Foi trabalho psicológico e bom. Foi o acertar de algumas agulhas e aí estavam eles a fazer o 2-1 aos 54 minutos, o 3-1 aos 70, a falhar uma grande penalidade aos 84 e a marcar o 4-1 aos 88 minutos.

O 2º golo de André Sampaio teve nota artística.

Os juniores do Rio Maior SC ainda são muito “juniores”; por outras palavras, na maioria dos casos são jovens acabados de chegar à categoria e que oferecem potanto uma grande margem de progressão. Estão a atravessar uma época de  maturação futebolística e por isso, e apenas por mero exemplo, com 4-1 no marcador não se ensaiaram nada de entrar em descompressão a cinco minutos do final do jogo e vai daí… o Salvaterrense fez o 4-2 aos 91 minutos e o 4-3 aos 93!

A jogada do 3º golo do RMSC foi desenhada por André Sampaio para finalização de Milton Marquês (foto em baixo).

Mais do que pelo resultado, apesar do susto, positivo, a excelente qualidade deste lote de juniores ficou patente quando findo o jogo estavam estarrecidos com o que lhes ia acontecendo, quase zangados consigo próprios e um deles absolutamente inconsolável por se achar responsável por erros que iam comprometendo a vitória. Denotou sentido de responsabilidade mas precisa de saber que todos nós erramos e que por vezes, no meio de tanta gente amiga, companheira, solidária, nesse instante não temos ninguém por perto para nos acudir e no instante seguinte já é tarde para se evitar as consequências do erro. É a nossa condição humana.

O 4º golo do Rio Maior SC foi o 3º de André Sampaio.

Texto e fotografia: Carlos Manuel

Ficha do Rio Maior SC: Bernardo Van Zeller (Gr); João Gomes, Dinis Serrador, João Vitorino, Vasco Gomes, Joaquim Ferreira, Milton Marquês (*70’), Joaquim Ezequiel, Francisco Pereira (C), Miguel Piedade e André Sampaio (º36′, º54′ e º88′). Banco:Bernardo Mateus, João Dias, Rafael Cruz, Miguel Moniz, Filipe Martins, Miguel Moura (Gr), David Branco e André Paulo. Treinador: David Borges.

RESULTADOS DA 3ª JORNADA:

Almeirim 2 x 0 CD Fátima

Rio Maior SC 4 x 3 CD Salvaterrense

Atalaiense 1 x 2 A. Académica de Santarém

CAD Entroncamento 3 x 2 U. Tomar

FC Goleganense 1 x 2 GD Samora Corereia

CA Ouriense 0 x 0 CD Amiense

CLASSIFICAÇÃO:

1º A. Académica de Santarém 9 pontos; 2º U. Almeirim 7 p; 3º U. Atalaiense 6 p; 4º GD Samora Correia 6 p; 5º CD Fátima 6 p; 6º CAD Entroncamento 4 p; 7º U. Tomar 4 p; 8º Rio Maior SC 3 p; 9º CD Amiense 2 p; 10º FC Goleganense 1 p; 11º Salvaterrense 1 p; 12º CA Ouriense 1 p.

Categorias:Futebol Tags: , , , , , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Região | Dário Marcelino candidata-se a presidente do Moto Clube Região | Dário Marcelino candidata-se a presidente do Moto Clube
Região | 1ª Gala do Desporto de Rio Maior distinguiu clube e equipas Região | 1ª Gala do Desporto de Rio Maior distinguiu clube e equipas
Região | «Pintados de Rosa», Projeto de Aptidão Profissional na EPRM Região | «Pintados de Rosa», Projeto de Aptidão Profissional na EPRM
Região | Município de Rio Maior com orçamento de 24 646 674,00€ Região | Município de Rio Maior com orçamento de 24 646 674,00€

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.