Região | Os pneus do carro e os nossos pneus

Os pneus do carro e os nossos pneus.

por Garcia Cruz

Um dos cuidados importantes para que o nosso automóvel seja um veículo seguro é ter uns bons pneus, com pressão certa e equilibrada. Nós, humanos, também temos 4 pneus…

Um dos cuidados importantes para que o nosso automóvel seja um veículo seguro é ter uns bons pneus, com pressão certa e equilibrada. Nós, humanos, também temos 4 pneus e todos eles, à semelhança do automóvel, devem ter pressão certa e equilibrada para que a saúde não fique ameaçada. Não me refiro aos já vulgares e tidos por inestéticos “pneus” em volta da cintura. Esse é o “pneu suplente” que, contrariamente ao automóvel, já não nos é necessário. Esse apenas nos preocupará depois do desleixo mais ou menos acentuado com os “pneus” principais.

O primeiro dos nossos “pneus” é a alimentação. Sem uma boa alimentação, com predominância de comida viva, não industrializada, e sem uma boa mastigação, a saúde não tardará em ser afectada.

O segundo “pneu” é a actividade física e uma boa respiração. O sedentarismo e uma respiração superficial são danosos para a saúde.

O terceiro “pneu” é o sono. Um sono natural e de qualidade, em tempo e profundidade, é de extrema importância na nossa saúde.

O nosso quarto “pneu” representa as atitudes, os pensamentos e as emoções. Nós sofremos não tanto pelos problemas que nos acontecem mas sim pela maneira como reagimos perante os problemas. Duas pessoas com o mesmo tipo de problema podem reagir de forma totalmente distinta obtendo assim diferentes resultados. É a história do copo meio cheio ou meio vazio, consoante a visão do seu observador. É importante ser positivo, inteligente e honesto na apreciação e resolução das dificuldades da vida.

O grande sábio Confúcio disse um dia: “O homem passa metade da sua vida destruindo a saúde para ganhar dinheiro e a outra metade a gastar o dinheiro para recuperar a saúde perdida.”

Cuidemos então, todos os dias, dos nossos “pneus” para que a segunda metade da vida não seja muito atribulada e insegura e para que nela sempre sobre dinheiro para os pneus do carro. Assim, a viagem da vida e as viagens no carro talvez sejam mais agradáveis. Assim, talvez sejamos pessoas mais equilibradas e felizes. Isto não sou eu que digo. Isto é dos livros. Eu continuo tentando ser aquele que só sabe que nada sabe.

Nota – Texto escrito em desconformidade com novo AO.

Categorias:Saúde Tags: , , , , , , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Região | Fitoterapia: Estévia, mais potente que o açúcar de cana Região | Fitoterapia: Estévia, mais potente que o açúcar de cana
Região | Pingo Doce, um bom exemplo, escreve Garcia Cruz Região | Pingo Doce, um bom exemplo, escreve Garcia Cruz
Dias soalheiros de inverno nas Salinas de Rio Maior Dias soalheiros de inverno nas Salinas de Rio Maior
Instituto Hidrográfico de olho na navegabilidade do Guadiana Instituto Hidrográfico de olho na navegabilidade do Guadiana

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.