Região | Salgema – Pastelaria. Vai um cafezinho? Um pastelinho?

Salgema – Pastelaria é a nova valência do Grupo Salgema, nas Salinas de Rio Maior.

Os jovens empresários Adriana Lemos e Marco Neto Carvalho inauguraram na sexta-feira, 19 de Abril de 2019, nas Salinas de Rio Maior, a Salgema – Pastelaria, nova valência do Grupo Salgema. Foi numa abertura informal que receberam os primeiros clientes.

Os jovens empresários Marco Neto Carvalho e Adriana Lemos, na Salgema – Pastelaria.

A Salgema Pastelaria, no nº 36 da rua principal das Marinhas do Sal de Fonte da Bica, é um espaço simpático, luminoso e acolhedor, instalado numa típica casinha de madeira deste local pitoresco da freguesia de Rio Maior, onde o casal começou por abrir a Salgema Salt Store.

Marco a Adriana namoram há cerca de 10 anos. “Nós começámos a namorar no meu 9.º ano, 11.º ano dela”, conta o Marco a este site. Já adultos lançaram-se nalguns projetos, quer pessoais quer profissionais. Ambos gostam de novos desafios. “Já tivemos uma marca de street food, aproveitando aquele boom da comida de rua; era uma atividade um bocado ingrata porque para ser realmente rendível obrigava-nos a andar sempre entre o norte e o sul do país com a ‘casa às costas’ e como estávamos no início de uma vida a dois, optámos por fugir um pouco dessa ocupação. A Adriana, que entretanto estava a terminar um Mestrado, ficou numa empresa de contabilidade e eu vim parar às Salinas de Rio Maior”, resume o Marco.

Rio Maior foi logo a opção do Marco e da Adriana

Como é que eles se terão metido nesta aventura a dois chamada Salgema? Diz o Marco que “depois, um bocado por brincadeira” alugaram uma casa “e a ideia era ter ali um ‘hobyyzinho’ ao fim de semana, mas começámo-nos a entusiasmar, a acreditar e a apostar mais no produto; felizmente fomos tendo retorno e a partir daí dedicámo-nos totalmente à marca Salgema”. E não é que o jovem admitiu que além da Salgema – Salt Store e agora da Salgema – Pastelaria já têm outros projetos em mente? É claro que a este respeito nem mais uma palavra, porque já se sabe, o segredo é a alma do negócio.

Importa é reter que a “ideia base da Salgema, tanto na pastelaria como na salt store, é pegar nos bons produtos e nos bons produtores que temos à volta das Salinas e em todo o concelho de Rio Maior e conseguirmos trabalhar sempre em parcerias, desde que seja bom para eles e para nós, com a divulgação do produtor e a presença da marca Salgema”, sublinha Marco Carvalho.

Sendo de Alcanede, o Marco andou sempre por cá. “Desde miúdo andei sempre muito por Rio Maior, andei na natação, já mais crescidinho trabalhei na noite nos bares, mais recentemente trabalhei na Belaria… Sempre gostei muito de Rio Maior. É uma cidade que sempre achei que oferecia uma boa qualidade de vida, por isso quando eu e a Adriana pensámos em morar juntos, Rio Maior foi logo a nossa opção. Uma vez que tanto eu como a Adriana fomos sempre muito bem recebidos em Rio Maior e como temos um certo gostinho por termos os nossos próprios negócios, entendemos que as Salinas são um sítio onde apostar”, conta o jovem.

A Salgema – Pastelaria

Esteve chuvoso quase todo o dia inaugural da Salgema – Pastelaria mas a meio da tarde o céu clareou e o sol até deu um ar de sua graça. Apesar de terem ficado apreensivos quando de manhã perceberam que a sexta-feira Santa ia ser de aguaceiros e uma temperatura menos agradável, os dois jovens empresários não esmoreceram e abriram a porta. “E não me posso queixar! Nós até tínhamos ficado um bocadinho apreensivos mas felizmente o dia tem-nos corrido muito bem, as pessoas têm tido curiosidade e vêm espreitar e tomar o seu cafezinho…”, reconheceu o Marco.

É no nº 36 da rua principal das Salinas de Rio Maior que abriu a Salgema – Pastelaria.

Em matéria de pastelaria a Salgema – Pastelaria não tem fabrico próprio mas assegurou um fornecimento de qualidade. O café é ótimo e o serviço em geral recomenda-se, assegurado, pelo menos para já, pelos proprietários. “Tentamos ter um bocadinho de tudo o que se espera de uma casa como esta, para chegarmos a toda a gente, sendo que o foco é realmente a pastelaria: é pegar no bom que a doçaria regional oferece e que na minha opinião não está muito bem divulgado; por exemplo, os «leões de Rio Maior» e o «pão-de-ló» são produtos de excelência e não se lhes dá a importância que a meu ver lhes deveria ser dada… e então nós vamos tentar trabalhar isso”, esclarece Marco Carvalho.

O casal não vê apenas no turista o cliente da Salgema – Pastelaria. “Temos a porta aberta e é para trabalharmos todos os dias (nr.: exceto o de folga mas disso falarei mais adiante). De qualquer forma, infelizmente ainda não há visitantes todos os dias nas Salinas. É claro que no Grupo Salgema tentamos prestar um serviço que o turista, o visitante aprecie e procure mas também tentamos ter sempre uma boa relação com as pessoas das próprias Marinhas do Sal e as pessoas da região, não só para assegurarmos a sustentabilidade do negócio como para estarmos inseridos na nossa comunidade, que é esta”, explica o Marco.

O Marco e a Adriana atendendo clientes.

Para os riomaiorenses e muitos vizinhos, dar uma saltada às Salinas é uma predileção e isso nota-se especialmente aos domingos mas na verdade todos os dias são bons para ir para ali espairecer, apreciar o que há nas lojinhas típicas, fazer uma compra ou outra e conviver. Agora, com a Salgema – Pastelaria, é quase de apostar que muito boa gente vai habituar-se a ir às Marinhas do Sal tomar café depois do almoço, de segunda-feira a domingo, exceto à quarta-feira. Depois do jantar é que, por enquanto, não. “Não, depois do jantar ainda não, só quando entrarmos em ‘voo de cruzeiro’ e para essa altura a ideia é termos outra pessoa comigo e alargarmos o horário, que por agora vai das 8 da manhã às 7 da noite. Quarta-feira é dia de folga”, precisa o Marco.

Clientes na Salgema – Pastelaria, no primeiro dia da inauguração informal do estabelecimento.

Uma das mais-valias da Salgema – Pastelaria para as Salinas de Rio Maior é que até aqui, se aparecia uma excursão, por exemplo às 9 da manhã, as pessoas não tinham onde beber um café e comer uma sandwich, um pastel, uma torrada…

Como se tem referido, antes da Salgema – Pastelaria, o Grupo Salgema abriu a Salgema Salt Store. Daí fazer sentido saber se alguém aparecer uns minutos antes do fecho da Pastelaria, por exemplo à procura de uma prenda original de produtos da Salgema Salt Store para oferecer, estando àquela hora o comércio já fechado, pode encontrar ali o que pretende… “Pode. Nós temos na Pastelaria uma pequena zona de exposição dos nossos produtos e um pequeno stock para esse tipo de emergências. Aliás a ideia também é que a Pastelria sirva de apoio à Salgema Salt Store e vice-versa e que os clientes circulem pelas Salinas entre os dois polos”, refere o Marco. Não é de estranhar que tal circulação também beneficie as demais lojinhas típicas instaladas nas Salinas de Rio Maior, digo eu.

Recorde-se que o Grupo Salgema lançou, recentemente, o site www.salgema.pt, com loja online incorporada (http://www.regiaoderiomaior.pt/index.php/regiao-grupo-salgema-tem-site-com-loja-online-incorporada/), tratando-se da primeira loja online criada por uma marca de sal das Salinas de Rio Maior. Este site começa a ter uma afluência interessante e faz todo o sentido porque “os produtos das Salinas de Rio Maior têm uma procura cada vez maior”, comenta o Marco, para quem “era um ponto fraco não haver nos dias de hoje um ponto de venda online dos produtos das Salinas, que acaba por ser também uma exposição desses produtos” para quaisquer pessoas na região, no país e no mundo”.

Texto e fotos: Carlos Manuel

Categorias:Economia Tags: , , , , , , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Região | Judoca da Académica de Rio Maior é Campeão Nacional Região | Judoca da Académica de Rio Maior é Campeão Nacional
Região | Agrupamento Marinhas do Sal de Rio Maior, na Suécia Região | Agrupamento Marinhas do Sal de Rio Maior, na Suécia
Região | Futebol: Em jornada desastrosa RMSC deixa Forense empatá-lo Região | Futebol: Em jornada desastrosa RMSC deixa Forense empatá-lo
Região | Junta de Rio Maior apoia empresários da restauração Região | Junta de Rio Maior apoia empresários da restauração

Responder

Enviar Comentário

© 2019 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.