Região | SerMaior já coligiu 21 ideias para o concelho de Rio Maior

SerMaior coligiu 21 ideias para o concelho de Rio Maior na sessão que promoveu em Asseiceira.

O SerMaior – Clube de Política acaba de compilar as principais conclusões da sessão realizada em Asseiceira, a 21 de setembro último, sob o lema «O Movimento da nossa Terra – 100 ideias da minha terra», sobre o que pensam os riomaiorenses acerca da sua terra.

«100 ideias da minha terra» é um movimento promovido a nível nacional pelo Partido Socialista junto dos seus militantes, para que estes reúnam ideias para as suas terras, regiões e país e proponham as que entendam ser as mais consequentes, a fim de serem debatidas e votadas em reuniões gerais de militantes nas concelhias, em comissões políticas federativas e inter-federativas. As 100 propostas mais votadas serão apresentadas e debatidas na Convenção Nacional «100 ideias da minha terra» prevista para 24 de novembro próximo.

Da compilação elaborada pelo SerMaior – Clube de Política, dá-se aqui particular atenção às ideias que têm a ver mais diretamente com o concelho de Rio Maior, a saber (n.r.: a numeração é do site):

01 – Voltar a cidade e o concelho ao rio Maior, na sua plenitude e não apenas em pequenas secções urbanas. O rio Maior e os seus afluentes têm de ser preservados quanto a fauna e flora, combatendo-se a poluição e servindo o Ambiente, o Turismo e a Agricultura.

A poluição do rio Maior e seus afluentes como o ribeiro de São Gregório são um problema grave.

02 – Reconsiderar e desenvolver o Plano de Emparcelamento da bacia hidrográfica do rio Maior.

03 – Construção de passadiços nas encostas das Bocas do rio Maior, com prolongamento de via pedonal que acompanhe este troço até ao centro urbano da cidade.

04 – Equipar as Bocas do rio Maior com parque de caravanismo e campismo.

05 – Extensão da rede de ciclovias a todos os centros urbanos próximos da cidade

06 – Política de certificação e divulgação integrada de trilhos, caminhos e rotas, eventos e estruturas turísticas, como seja a disponibilidade de alojamento em regime de turismo rural.

07 – Melhor gestão e controlo do tráfego na rede viária municipal, dentro e fora dos aglomerados urbanos, nomeadamente quanto à velocidade, segurança dos peões, semáforos e utilização.

O complexo mineiro do Espadanal visto do Café-bar Casa do Burro, no Alto da Serra.

08 – Requalificação das antigas instalações da Mina de Lignites do Espadanal, como símbolo industrial e de desenvolvimento do concelho, dando-lhe um aproveitamento histórico, social, cultural, educativo e turístico.

09 – Reequacionar o modelo das feiras, nomeadamente a promoção e qualificação da Feira das Tasquinhas e abordar a Feira Nacional da Cebola como uma feira agrícola e popular, com um parque adequado à sua dimensão tradicional ao ar livre.

10 – Equipar  o  Concelho  com  um  Parque  de  estacionamento  e  transferências  para veículos pesados, com serviços de apoio a empresas e motoristas, onde possam estacionar em condições de segurança.

11 – Atrair empresas que possam contratar mão-de-obra jovem e qualificada.

Há jovens eucaliptais no concelho com os eucaliptos juntinhos…

12 – Melhor gestão florestal e do licenciamento, quanto aos lugares de plantio, prevenção de incêndios, quantidade e organização da plantação de eucaliptos.

13 – Despertar consciências para o problema do emprego temporário, “exploração de mão-de-obra barata” e a evidente ligação deste último problema à comunidade imigrante no concelho.

14 – Integrar melhor a comunidade imigrante, nomeadamente o maior incremento recente de cidadãos de origem indiana, brasileira e chinesa, sem esquecer todos os outros, sensibilizando a população e as instituições para o fenómeno e dando oportunidade aos imigrantes e ao concelho de melhor tirarem partido das potencialidades de ambos, em prol de um bem comum e mútuo.

15 – Atender de forma empenhada ao problema da insuficiência do principal cemitério do concelho, estudando e realizando alternativas, tal como na sua gestão e atendimento voltados ao Munícipe, neste e em todos os cemitérios do concelho, sem esquecer as novas formas de tratamento e deposição de falecidos e a dignidade, até estética, que nos merecem quanto aos espaços da sua última morada.

Miguel Félix Paulo, promotor do SerMaior – Clube de Política, foi um dos cidadãos que subscreveu o abaixo-assinado pela construção da Residência de Estudantes da Escola Superior de Desporto de Rio Maior, em julho de 2017.

16 – A construção da residência da Escola Superior de Desporto.*

17 – O fomento para uma descentralização do alojamento de estudantes em lugares próximos da cidade, e da Escola Superior, como forma de revitalização desses lugares, oferta de qualidade do alojamento e de vida, preços mais competitivos, acautelando o transporte regular entre os centros de estudo e os alojamentos.*

18 – A requalificação do troço na EN 114, entre a Rotunda da A15 e o centro da Cidade, equipada com ciclovia.

19 – A cativação de pessoal médico para a Unidade de Saúde Familiar, eternamente deficitária, e cobertura de toda a população, num regime de maior proximidade.

20 – Fomento da natalidade e fixação de população ativa, com estudo e compreensão das suas reais carências para o efeito, como sejam a deficiência na oferta de creches dos 4 meses aos 3 anos e com horários compatíveis com a vida dos pais.

21 – Soluções de ocupação, acompanhamento e integração de cidadãos deficientes, nomeadamente em situações de falha do Sistema existente, por exemplo, nas Férias das Instituições.

* Complementam-se as ideias “16” e “17”, com esta outra inserida no tópico «Nacional» da compilação a que se alude:

“Nos centros urbanos que acolhem instituições de ensino superior é frequente a escassez de alojamento específico e não específico para estudantes criando especulação nos preços e, sobretudo, retirando condições de igualdade de acesso ao ensino superior.

Pela via dos municípios e Estado, para além da consequente rede de residências a completar onde haja falhas, criar programas de alojamento de estudantes em bairros, lugares, freguesias, a curta distância desses centros urbanos (raio de 10 km, p. ex.) onde possam revitalizar esses meios, ter acesso a uma condição de vida com mais qualidade, a melhores preços. Será uma questão de alojamento nesses locais e de transportes adequados.”

Categorias:Sociedade Tags: , , , , , , , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Região | Dário Marcelino candidata-se a presidente do Moto Clube Região | Dário Marcelino candidata-se a presidente do Moto Clube
Região | 1ª Gala do Desporto de Rio Maior distinguiu clube e equipas Região | 1ª Gala do Desporto de Rio Maior distinguiu clube e equipas
Região | «Pintados de Rosa», Projeto de Aptidão Profissional na EPRM Região | «Pintados de Rosa», Projeto de Aptidão Profissional na EPRM
Região | Município de Rio Maior com orçamento de 24 646 674,00€ Região | Município de Rio Maior com orçamento de 24 646 674,00€

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.