Região | Tasquinhas de Rio Maior: festa da gastronomia e convívio

Tasquinhas de Rio Maior: festa da gastronomia, amizade e convívio faz 35 anos em 2020

Terminou no domingo, 7 de Abril, com a premiação da Melhor Tasquinha, a 34.ª edição das Tasquinhas de Rio Maior, prestigiado certame da gastronomia regional de entre Ribatejo, Estremadura e Beira Litoral, isto é distritos de Santarém, Lisboa e Leiria. Este ano começou a 29 de Março.

Apesar de realizado tão tarde no calendário para o que é costume, o certame não se livrou de alguma chuva mas não se ressentiu da arrelia, as plantas agradeceram e os lençóis freáticos mal tiveram tempo de sorver um gole de água.

Inauguraram as Tasquinhas 2019: Sérgio Ferreira, presidente da direção da AECRM; Luís Filipe Santana Dias, vice-presidente do Município, com o pelouro dos Mercados e Feiras; Isaura Morais, presidente do Município de Rio Maior e Ceia da Silva, presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo. Fotos: Carlos Manuel.

As Tasquinhas foram 10 dias de boa gastronomia regional temperada e confecionada à moda secular das tradições caseiras, de amizade, convívio e prova irrefutável de voluntariado; mais de mil riomaiorenses deram o corpinho ao manifesto para que à mesa se fizesse jus ao bom nome das suas terras e associações. E foram milhares que o reconheceram degustando os pitéus em celebrações conviviais de amizade ou em união familiar, quantas vezes a mitigar saudades de anos de ausência lá longe, porque a vida é mesmo assim.

O(s) Melhor(es) Prato(s) de 2019

A Chanfana Serrana (à esquerda), da tasquinha da Fábrica da Paróquia de Santa Maria Madalena de Alcobertas, foi o Melhor Prato da 34.ª edição das Tasquinhas de Rio Maior. Na outra fotografia, o representante desta tasquinha tendo à sua direita a representante da tasquinha do Rancho Folclórido de Chãos e à esquerda a da tasquinha da ARCA – Associação Recreativa e Cultural de Arrouquelas, cujos pratos ficaram, respetivamente, em 2.º e 3.º lugar. Fotos: CMRM.

Ao terceiro dia, um júri constituído por Paulo Cardoso, Fernando Marques e António Pereira, depois de ter corrido as 24 tasquinhas a avaliar o prato principal de cada uma, decidiu-se pela CHANFANA SERRANA da Fábrica da Paróquia de Santa Maria Madalena de Alcobertas como sendo o MELHOR PRATO das Tasquinhas 2019, atribuindo-lhe assim os 150,00€ correspondentes ao 1.º lugar. Em 2.º lugar (100,00€) ficou o CABRITO SERRANO À TERRA CHÃ proposto pelo Rancho Folclórico de Chãos e em 3.º o BACALHAU COM LAPARDÃO (50,00€) apresentado pela ARCA – Associação Recreativa e Cultural de Arrouquelas.

O Júrio do Melhor Prato: António Pereira, Paulo Cardoso e Fernando Marques. Foto CMRM.

A classificação destes e dos restantes 21 pratos a concurso contou com um coeficiente de 35% para outra classificação no final do certame – o da Melhor Tasquinha –, e valeu ainda um prato de louça troféu atestando a classificação de cada um dos três pratos premiados. Esteve presente à entrega dos prémios o vice-presidente do Município de Rio Maior, Luís Filipe Santana Dias, que no foro das suas atribuições detém o pelouro dos Mercados e Feiras.

A(s) Melhor(es) Tasquinhas(s) de 2019

Prémio Melhor Tasquinha: 1.º lugar ex aequo para as tasquinhas da Associação de Festas e Melhoramentos de Azinheira e do Centro Recreativo e Cultural de Assentiz. Aqui vê-se a equipa de Azinheira com a presidente do Município Isaura Morais e o vice-presidente Santana Dias, o presidente da Junta de Freguesia de Rio Maior João Rebocho e o vereador João Lopes Candoso. Foto: CMRM.

O prémio MELHOR TASQUINHA foi conquistado ex aequo, por duas tasquinhas: a da ASSOCIAÇÃO DE FESTAS E MELHORAMENTOS DE AZINHEIRA e a do CENTRO RECREATIVO E CULTURAL DE ASSENTIZ, tendo cada uma recebido os 750,00€ correspondentes ao valor do 1.º prémio que era precisamente de 750 euros. Estas duas associações ganharam igualmente o direito de estarem presentes com as respetivas tasquinhas na Frimor 2019.

Prémio Melhor Tasquinha – 1.º lugar. Neste caso, a equipa é a da tasquinha do Centro Recreativo e Cultural de Assentiz, a que se juntaram o 1.º secretário da mesa da Assembleia Municipal Carlos Neto e o vereador João Lopes Candoso. Foto: CMRM.

Em 2.º lugar ficou a COMISSÃO DE MELHORAMENTOS DO ALTO DA SERRA e em 3.º a ASSOCIAÇÃO CULTURAL DESPORTIVA E RECREATIVA DE PÓVOAS. Estes prémios e os diplomas a todos os participantes foram entregues na última noite, no Espaço Tasquinhas Fest, com a presença da presidente da Câmara, Isaura Morais, o vice-presidente e outros autarcas.

A 2.ª Melhor Tasquinha foi a da Comissão de Melhoramentos do Alto da Serra (à esquerda) e a 3.ª classificada foi a da Associação Cultural Desportiva e Recreativa de Póvoas. Fotos: CMRM.

É de não se deixar passar despercebido que começa a ser crescente o número de tasquinhas, que na sua decoração fazem questão de evidenciar particularidades da vida e da história das respetivas terras. Esse cuidado valoriza-as porque informam, recordam e ensinam quem não sabe… e geralmente, dessas coisas quem sabe são os da terra!

Começa a ser crescente o número de tasquinhas, que na sua decoração fazem questão de evidenciar particularidades da vida e da história das respetivas terras. Este foi o caso de S. Sebastião, nas Tasquinhas 2019. Foto: Carlos Manuel.

Outros aspetos das Tasquinhas de Rio Maior 2019

Contributo importante e interessante dado a este “festival” da gastronomia regional foi o da Loja do Rio, com uma exposição e outras iniciativas de apoio ao produtor local, como sejam as provas de vinhos e outros produtos regionais.

As bandinhas e as tunas académicas da Escola Superior de Desporto de Rio Maior mantiveram a animação das naves das Tasquinhas, bem viva. Foto: CMRM.

Escusado será falar da proverbial animação conferida pelas bandinhas, os rapazes da Bagatuna e as raparigas da Sal&Tuna (que estão a preparar para Maio a sua IX Sal&Fonia), nas naves térreas que albergaram as tasquinhas.

Um senão: o problema da extração de fumos do interior das naves térreas. Tem que ser resolvido.

Já se sabe que por ocasião destes acontecimentos populares aparecem de visita a Rio Maior algumas figuras públicas, especialmente do mundo artístico, como por exemplo Sérgio Rossi e Fernando Mendes, porque têm aqui amigos que os convidam, bem como da política. Destes últimos deu-se pela presença de Paulo Rangel, cabeça de lista do PSD às Europeias 2019 e Pedro Marques, cabeça de lista do PS às mesmas eleições, naturalmente acompanhados pelos seus correligionários locais e até distritais.

Aspeto parcial do parque infantil Tasquinhas Kids Fun Park. Foto: Carlos Manuel.

Desta vez, pais e filhos em idade de jardim de infância tiveram direito a inovação; onde antes era a entrada principal do Pavilhão Multiusos, a organização montou uma verdadeiro parque infantil – o Tasquinhas Kids Fun Park –, com toda a espécie de diversões, com uma equipa em permanência para que os miúdos estivessem entretidos e bem enquadrados enquanto os adultos andassem pelas Tasquinhas.

No primeiro piso, a exposição do sector ecomómico e de serviços esteve interessante e diversificada, e possivelmente um pouco mais frequentada do que é habitual; a qualidade atrai atenções…

Lá onde acaba o CNIRM havia o habitual parque de insufláveis para entretenimento das crianças.

No mesmo piso, na ampla zona do café, estava instalado o palco para os espetáculos musicais diários organizados pela AECRM – Associação Empresarial do Concelho de Rio Maior. Era também ali que estavam os Jogos Tradicionais; mas música e jogos, sendo bons, são como o azeite e a água: não se misturam, muito menos quando se canta o fado! E por falar em espetáculos em “sala”, mais cadeiras dariam jeito aos visitantes/espectadores – e aos artistas que gostam e precisam de público –, porque só ficam os que se podem sentar. Mas no geral quem lá ficou e os muitos que por lá passaram e tiveram que ficar de pé um quarto de hora, meia horinha, gostaram do que ouviram e foi com pena que se foram embora dali.

Uma perspetiva da tenda do Artesanato, Doçaria e Licores. Foto: CMRM.

No exterior, a grande tenda do Artesanato, Doçaria e Licores terá sido, porventura, a mais bem composta e com maior afluência de visitantes, desta década. Em matéria de frequência de público, nota máxima também para a tenda Tasquinhas Fest, animada por conceituados bares e DJ’s; já no que respeita a ter a música a “bombar” até às quatro ou cinco da madrugada, principalmente nos dias úteis da semana, é capaz de ser um exagero tendo em conta que o ribombar dos ritmos e o zunir de certos efeitos eletrónicos envolvem toda a zona urbana circundante por muitas centenas de metros, habitada por milhares de pessoas que têm que ir trabalhar de dia, isto para não falar dos idosos, dos doentes e das crianças.

Uma perspetiva da tenda do Artesanato, Doçaria e Licores. Foto: CMRM.

É claro que foi também por milhares, e muitos, que se terão contado os visitantes da 34.ª edição das Tasquinhas, parecendo-nos claro que o método da pulseira/bilhete deu resultado, além de facilitar as saídas e reentradas no Multiusos.

O programa destas Tasquinhas de Rio Maior, à semelhança das edições anteriores contemplou algumas atividades exteriores, como o VI Trail Urbano – Tasquinhas, o programa «Aqui Portugal» da RTP transmitido em direto do Jardim Municipal com pontos de reportagem no Multiusos, o Open de Ténis Tasquinhas 2019, o 14.º Torneio de Golf Tasquinhas 2019 e o LandTasquinhas – Passeio Land Rover.

Esta edição das Tasquinhas pode muito bem ter sido um “ensaio” para a 35.ª edição em 2020, porque, como se sabe, há uma tendência para fazer mais, melhor e mais bonito quando as efemérides e as datas são “redondas” e então se coincidem, como é o caso de um 35.º aniversário no ano 2020, é de alimentar as expectativas!

Texto: Carlos Manuel

Categorias:Economia Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Região | Judoca da Académica de Rio Maior é Campeão Nacional Região | Judoca da Académica de Rio Maior é Campeão Nacional
Região | Agrupamento Marinhas do Sal de Rio Maior, na Suécia Região | Agrupamento Marinhas do Sal de Rio Maior, na Suécia
Região | Futebol: Em jornada desastrosa RMSC deixa Forense empatá-lo Região | Futebol: Em jornada desastrosa RMSC deixa Forense empatá-lo
Região | Junta de Rio Maior apoia empresários da restauração Região | Junta de Rio Maior apoia empresários da restauração

Responder

Enviar Comentário

© 2019 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.