RMSC ganha ao Atalaiense e soma 4 pontos

Campeonato Distrital de Futebol de Seniores da 2ª Divisão de Santarém 2017/18

FASE DE APURAMENTO DO CAMPEÃO

2ª Jornada | 29/4/2018

RIO MAIOR SPORT CLUBE, 4

UNIÃO ATALAIENSE, 1

As equipas na saudação ao público.

Chama-se Dimas e foi a chave que abriu o ferrolho da União Atalaiense (U. Atalaiense) no jogo deste domingo, 29 de abril, com o Rio Maior Sport Clube (Rio Maior SC ou RMSC), a contar para a 2ª jornada da Fase de Apuramento do Campeão da 2ª Divisão Distrital e dos outros dois clubes que com ele sobem à 1ª Divisão Distrital, época de 2018/19. Luís Barbosa cruzou ou atirou à baliza do lado direito da equipa da casa e Dimas corrigiu ligeiramente a trajetória do esférico introduzindo-o, rasteiro, no extremo esquerdo da baliza à (boa) guarda de Rafa, abrindo a contagem para os riomaiorenses iam decorridos sensivelmente 2 minutos do tempo complementar da primeira parte (sequência do golo nas três fotos seguintes).

O RMSC possui uma equipa futebolisticamente falando “agressiva”, com uma obsessão persistente pela bola, combativa e que em linguagem de café pode dizer-se que “dá cabo da paciência” ao adversário, roubando-lhe espaço e a própria “redondinha”.

Pior: o RMSC costuma regressar do intervalo como se ainda não tivesse jogado a primeira parte, isto é “agressiva”, obcecada pela bola, combativa, roubando espaço e o próprio esférico ao adversário. E é geralmente na segunda parte que os verde alvinegros adicionam à sua técnica o vigor físico que lhes advém de uma boa preparação, levando o jogo a peito até aos 90 minutos mais o tempo de compensação. E no fim, antes de irem até à bancada central agradecer à claque RM Boys ainda fazem exercícios de distensão em grupo, no relvado.

O árbitro marcou grande penalidade a castigar derrube de um jogador do Rio Maior SC na grande área da U. Atalaiense; André Sousa converteu o castigo máximo fazendo o 2-0.

Voltemos ao jogo, ou melhor aos golos; o 2º foi apontado por André Sousa aos 59′, na transformação de uma grande penalidade. Digamos que o Rio Maior SC fez então coisa de uns 17 minutos “sabáticos” e não gostou nada que a U. Atalaiense tivesse aproveitado o devaneio para fazer o 2-1 estavam nessa altura jogados 76 minutos. Retomou os brios e dois minutos volvidos repunha a diferença de dois golos no marcador: foi André Sousa a bisar na partida aos 78 minutos, quem apontou o 3-1 tirando o melhor partido de um pontapé de canto. Aos 82 minutos Luís Barbosa fechou as contas fazendo o 4-1.

André Sousa bisou na partida aos 78 minutos, apontando o 3-1.

Curioso foi ver o banco e a equipa, saudavelmente irritados por não terem conseguido converter mais duas ou três oportunidades flagrantes de golo!

O U. Atalaiense nunca baixou os braços, tentou contrariar a corrente do jogo e recorreu mesmo ao baldar de uma dúzia ou mais de bolas pelas linhas laterais em outros tantos casos de potencial emergência para a sua baliza. Jogou com os argumentos que tinha, nunca voltou a cara “à luta” e valorizou o resultado obtido pelo RMSC.

Luís Barbosa (nº 10 na camisola, a ser abraçado por um colega de equipa) fechou as contas da partida, fazendo o 4-1.

Mas por falar em argumentos, o Rio Maior Sport Clube tem agora uma claque que segue a equipa para onde ela vá; não são muitos, entre rapazes e raparigas, um bombo, um pendão, uma bandeira, um cartaz e um megafone. Os RM Boys não se calaram o tempo todo, sempre a incentivarem os jogadores, especialmente com cânticos; por exemplo num deles distinguimos “Oiçam bem a força da nossa voz/ Rio Maior somos nós/ Até morrer”.

Os RM Boys, a claque do Rio Maior Sport Clube, não se calaram o tempo todo, sempre a incentivarem os jogadores, especialmente com cânticos.

FICHA DO JOGO

Rio Maior SC – onze inicial: Sana (Gr), Tomás Arede, João Alves (C), André Sousa (º59′ e º76′), Alexandre Ferreira, Luís Barbosa (º82′), Jorge Gonçalves, Miguel Menezes, Henrique Graça, Gui Menezes e Carlos Dimas (º45’+2′ do tempo de compensação). Suplentes: João Paulo, Fábio Gomes, Gonçalo Martins, Iuri Lima, Hugo Josué, Jorge Pinto e Luís Henriques. Treinador: Tiago Pedro.

União Atalaiense – onze inicial: Rafael Estanqueiro (Gr), Tiago Pimentel, Pedro Matias, Pedro Silva, Alcarraio, Alfaro, Ivo, Zé Carlos, Miranda, Artur e David Marques. Suplentes: Danny, Bruno Melo, Henrique António, Gonçalo Marcelo e Miguel Santos. Treinador: João Paulo.

Resultados da 2ª jornada da Fase de Apuramento

Rio Maior SC 4-1 UD Atalaiense

UD Santarém 4-0 GD Marinhais

Sport CD Glória 0-0 Tramagal SU

Classificação

  • 1º UD Santarém, 6 pontos
  • 2º Rio Maior SC, 4
  • 3º SCD Glória, 3
  • 4º Tramagal SU, 1
  • 5º GD Marinhais, 1
  • 6º Atalaiense, 0

3ª Jornada | 6/5/2018 – 16h

  • GD Marinhais x Atalaiense
  • Tramagal SU x Rio Maior SC
  • U. Santarém x SCD Glória

Texto e fotos de Carlos Manuel

Categorias:Futebol Tags: , , , , , , , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Região | Juvenis abriram a XVIII Gala do Acordeão Eugénia Lima Região | Juvenis abriram a XVIII Gala do Acordeão Eugénia Lima
Região | Inaugurada em Rio Maior a USF Villa Romana Região | Inaugurada em Rio Maior a USF Villa Romana
Região | Rede Nacional de CAR – Projeto de Internacionalização encerra Região | Rede Nacional de CAR – Projeto de Internacionalização encerra
Região | RMSC vence Empregados do Comércio e soma 12 pontos Região | RMSC vence Empregados do Comércio e soma 12 pontos

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.