Rotary Club de Rio Maior: presidente António Figueiredo iniciou funções

1 de julho – no primeiro dia do ano rotário 2018/19 António Figueiredo iniciou funções de presidente do Rotary Club de Rio Maior.

António Figueiredo, já com o emblema e o colar de presidente do Rotary Club de Rio Maior, com e Alda Oliveira, a past-presidente.

Transferida para António Figueiredo a tarefa da presidência, que durante o último ano foi exercida por Alda Oliveira, no jantar rotário de transmissão de tarefas realizado em de 15 de junho findo num dos salões da Quinta das Acácias, o novo presidente do Rotary Club de Rio Maior iniciou funções hoje, dia 1 de julho de 2018, dia em que principia o ano rotário  de 2018/19.

Na sua equipa, António Figueiredo conta com:

  • Cristiana Nobre, vice-presidente;
  • Pedro Vinagre, tesoureiro;
  • Carla Rosário, secretária; e
  • Luís de Deus, diretor de protocolo.

A equipa dirigente para o ano rotário de 2018/19: da esquerda para a direita, Luís de Deus, Cristiana Nobre, António Figueiredo, Carla Rosário e Pedro Vinagre.

Para a mesa da presidência, o diretor de protocolo cessante, João Vargas Lopes chamou a presidente cessante do Rotary Club de Rio Maior, Alda Oliveira, o presidente entrante, António Figueiredo e o governador do Distrito Rotário 1960, Afonso Malho e, como convidadas, a presidente do Município de Rio Maior, Isaura Morais e a presidente do Rotaract, Joana Custódio.

Mesa da presidência: da esquerda para a direita, Afonso Malho, António Figueiredo, Alda Oliveira, Isaura Morais e Joana Custódio.

Estiveram neste jantar de transmissão de tarefas delegações dos clubes rotários de Alcobaça, Almeirim, Benedita, Bombarral, Caldas da Rainha, Entroncamento, Moita, Porto de Mós, Santarém, Tavira e Torres Vedras e, naturalmente, os membros e convidados do Rotary Club de Rio Maior, bem como uma representação do Rotaract de Rio Maior. Alguns das delegações deixaram ficar mensagens de apreço à direlção cessante e de exortação à direção entrante.

Uma perspetiva do salão onde decorreu o jantar de transmissão de tarefas.

Presença ainda do past-governador do Distrito 1960, Abílio Lopes, governadores assistentes, autarcas locais, a provedora da Santa Casa da Misericórdia de Rio Maior, Maria José Figueiredo Moura, o diretor da Escola Superior de Desporto de Rio Maior, João Moutão, o presidente do Centro de Educação Especial «O Ninho» do Concelho de Rio Maior (CEE «O Ninho»), Alberto Barreiros, entre outras individualidades.

Cumprida a formalidade rotária da Saudação às Bandeiras, foram decorrendo em intervalos ao longo do jantar os demais atos protocolares: a transmissão do emblema e do colar da presidência do Rotary Club de Rio Maior de Alda Oliveira para António Figueiredo, os discursos de ambos e as intervenções de estilo dos restantes membros da mesa.

A Saudação às Bandeiras: da esquerda para a direita, Joana Custódio na bandeira do Rotaract; António Figueiredo na bandeira do Rotary Club de Rio Maior; Afonso Malho na Bandeira Nacional; Isaura Morais na bandeira do concelho e Alda Oliveira na bandeira da Fundação Rotária.

Dois outros momentos relevantes foram a doação de uma máquina de costura ao CEE «O Ninho»  por parte do Rotaract, entregue por Joana Custódio ao respetivo presidente da direção, Alberto Barreiros, e a oferta, da parte dos associados rotários de Rio Maior, da qual foi portador Fernando Matias, à presidente cessante, Alda Oliveira, em sinal de apreço e reconhecimento pelo trabalho realizado no seu ano de mandato, de um grande prato quadrangular em louça decorada, com os dizeres: “Os associados do ROTARY CLUB DE RIO MAIOR agradecem à sua companheira ALDA OLIVEIRA o mandato em que exerceu com denodo o cargo de Presidente do nosso Clube no ano rotário de 2017-2018 tendo AFONSO MALHO sido Governador do Distrito 1960.”

Alda Oliveira mostra a lembrança que os restantes rotários de Rio Maior lhe ofereceram.

Quanto à máquina de costura oferecida a «O Ninho» para o respetivo ateliê de costura, o Rotaract adquiriu-a com as receitas obtidas na venda de cafés no Street Food e o apoio do Município, da Delta Cafés e do Herbas.

António Figueiredo: “Prosseguir e dilatar o trabalho de Rotary”.

António Figueiredo prometeu cumprir o lema e os ditames de Rotary Internacional.

“Procurarei prosseguir e dilatar o trabalho de Rotary na nossa comunidade e no mundo em prol da integridade, boa-vontade, paz e compreensão mundial, o lema e os ditames de Rotary”, prometeu António Figueiredo no seu discurso de posse, crendo que assim acabará por ser possível “viver num mundo melhor”. Referiu a propósito da ação benfazeja de Rotary os 30 mil projetos humanitários desenvolvidos por Rotary em todo o planeta em 2017, os 24 milhões de horas de voluntariado, os 400 milhões de crianças vacinadas contra a poliomielite e os 16 milhões de pessoas que poderiam estar paralisadas pela poliomielite e que hoje podem andar.

“Sejamos todos a inspiração”, convidou citando o lema de Rotary Internacional lançado pelo respetivo presidente, Barry Rassin, das Bahamas, a cada membro de Rotary, para este novo ano rotário “Seja a inspiração”.

Alda Oliveira: “A grande obra também estará nas pequenas coisas.”

Alda Oliveira: “vi, ouvi, aprendi e vivi”, disse no seu discurso de past-presidente.

Alda Oliveira é voluntária da delegação de Rio Maior da Cruz Vermelha Portuguesa, que lhe proporcionou toda a disponibilidade de que necessitou para cumprir a sua tarefa de presidente do Rotary Club; foi pelo agradecimento público à delegação que estava ali representada por Carlos Abreu e às outras voluntários, neste caso na pessoa de Sandra Vicente, que começou o seu discurso.

Manifestou-se orgulhosa por poder servir o Rotary Club de Rio Maior e por o ter feito também como presidente. “Tudo aquilo que é gratificante, é difícil – nada cai do Céu”, inferiu. “Não é” apenas “no fazer grandes coisas que está a grande obra, também estará nas pequenas coisas desde que elas sejam feitas na íntegra, com carinho, responsabilidade e honestidade”, alertou.

Sobre a nova equipa que sob a presidência de António Figueiredo orientará o Rotary Club de Rio Maior no ano rotário 2018/19, Alda Oliveira manifestou-se convicta de que, sendo “gente nova” (nr.: na média de idades), “com ideias novas, imaginação, que de certeza vai pôr em prática projetos ou dar até continuidade a algum projeto que tenha ficado para trás”, como por exemplo aquele que lhe é “muito caro, que é o da união da Liga Contra o Cancro”.

A past-presidente declarou-se grata à sua equipa, com particular menção ao marido, José Oliveira, que a integrava. Assumiu que nem tudo o que sonhou conseguiu concretizar mas que “Foi uma experiência trabalhosa, gratificante, em que vi, ouvi, aprendi e vivi momentos que marcarão decerto a minha vida rotária.”

A concluir, Alda Oliveira manifestou a sua disponibilidade para ajudar a nova equipa no que for necessário.

A atividade do Rotaract.

Joana Custódio do Rotaract (à direita na foto) e Alberto Barreiros. de «O Ninho», na entrega da máquina de costura.

Quando da entrega da máquina de costura a «O Ninho», Joana Custódio recordou que ao longo do ano rotário que findava, o clube jovem do movimento rotário riomaiorense não só participou no Streert Food mas também realizou um torneio de ténis de mesa em parceria com o Rio Spin que permitirá, com um contributo de 40% do valor necessário por parte da Fundação Rotária Portuguesa, oferecer uma mesa para a prática daquela modalidade à Universidade Sénior de Rio Maior.

A presidente do Rotaract fez ainda questão de agradecer publicamente todo o apoio que o clube recebeu de Célia Flores nas suas atividades, muito em especial no que respeita ao apoio às crianças apoiadas pela Conferência de Santo António de Rio Maior da Sociedade de S. Vicente de Paulo.

A disponibilidade da Câmara Municipal.

A presidente da Câmara reiterou a disponibilidade do Município.

Isaura Morais reconheceu o esforço dos rotários para conseguirem materializar os seus meritórios projetos em prol da comunidade. A presidente afirmou que a Câmara Municipal de Rio Maior, tal como sempre respondeu de forma afirmativa quando solicitada pelo Rotary Club, continuará a manter a mesma disponibilidade, para atividades que pretendam realizar ou parcerias que entendam serem profícuas.

O Governador: felicitou Alda Oliveira e o Rotary Club de Rio Maior “pela entrega e pelo facto de terem elevado os valores de Rotary”.

O governador do Distrito Rotário 1960, Afonso Malho.

O governador Afonso Malho considerou excelente o trabalho realizado pelo Rotary Club no ano rotário de 2017/18, na presidência de Alda Oliveira, felicitando-a e todo o clube por isso e “pela entrega e pelo facto de terem elevado os valores de Rotary”. A António Figueiredo expressou votos de “sucessos rotários” no exercício do seu mandato e que saiba dar continuidade ao trabalho que já vem dos anos rotários anteriores.

Texto e fotos: Carlos Manuel

Categorias:Sociedade Tags: , , , , , , , , , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Região | Dário Marcelino candidata-se a presidente do Moto Clube Região | Dário Marcelino candidata-se a presidente do Moto Clube
Região | 1ª Gala do Desporto de Rio Maior distinguiu clube e equipas Região | 1ª Gala do Desporto de Rio Maior distinguiu clube e equipas
Região | «Pintados de Rosa», Projeto de Aptidão Profissional na EPRM Região | «Pintados de Rosa», Projeto de Aptidão Profissional na EPRM
Região | Município de Rio Maior com orçamento de 24 646 674,00€ Região | Município de Rio Maior com orçamento de 24 646 674,00€

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.