Rui Rodrigues, campeão no contrarrelógio

Rui Rodrigues é o campeão nacional de contrarrelógio individual.

Rui Rodrigues, campeão nacional de contrarrelógio.

Rui Rodrigues, campeão nacional de contrarrelógio.

Palmela, no distrito de Setúbal, recebeu em 28 de junho o campeonato nacional de contrarrelógio.

O contrarrelógio no ciclismo é uma prova de especial importância devido à característica muito diferenciada entre correr dentro de um grupo (pelotão) e correr individualmente. Correndo dentro de um pelotão, um ciclista pode chegar a economizar 50% da energia em relação ao ciclista da frente, em virtude das condições aerodinâmicas favoráveis dentro de um pelotão. Por isso, a estratégia de uma corrida ciclística em grupo é muito importante, ao passo que num contrarrelógio todos os ciclistas terão de realizar o mesmo esforço aerodinâmico, pois todos correm sozinhos, expostos ao vento direto. Por essa razão o contrarrelógio é muitas vezes chamada “a prova da verdade”, sendo uma prova de tremenda dificuldade com um nível elevadíssimo de esforço físico e de competição individual. Os atletas são lançados de minuto a minuto, tendo que percorrer a distância numa corrida contra o tempo, no menos tempo possível e por isso esta prova não é propícia para todos os atletas.
Devido às características particulares do contrarrelógio e dos atletas a equipa da ASFIC Grupo Parapedra/Dinazoo/Riomagic fez-se representar no campeonato nacional com dois dos seus atletas (Rui Rodrigues, nos masters 40 e Davide Garrido nos masters 30).

O campeonato nacional começou às 10h00 e Rui Rodrigues, que seria lançado às 11h05, teria de percorrer 17 km no menor tempo possível. No entanto todos os atletas têm que estar no prólogo cerca de 15 minutos antes, para que os comissários verifiquem as bicicletas, se as mesmas obedecem às normas impostas para a competição.

Rui Rodrigues partiu às 11h05, como programado, tendo que enfrentar uma contrariedade, porque o atleta que partira à sua frente tinha desistido e por isso ser-lhe-ia psicologicamente mais difícil, pois nesta competição cada atleta tenta apanhar o que parte à sua frente sem se deixar apanhar pelo que está à sua retaguarda.

Apesar disso Rui Rodrigues não se intimidou e fez os 17 km a “voar” e só não alcançou o atleta que era para ter partido à sua frente, porque ele não estava lá. Mas passou pelos outros dois que lá estavam e tinham sido lançados antes de si. Rui Rodrigues voou para o 1º lugar do pódio e para a conquista da camisola de campeão nacional 2015, tendo percorrido os 17 km em 22.27.92, à média de 44 km/h, tirando 32 segundos ao tempo do 2º classificado e 1,12 ao 3º classificado.

Rui Rodrigues, que também em junho se sagrara vice-campeão nacional em estrada e campeão regional de Santarém, é assim o novo campeão nacional de contrarrelógio individual.

Davide Garrido ficou 6º lugar tendo percorrido 24 km em 36 m 03 s, ficando a 20 segundos do pódio.

Categorias:Ciclismo Tags: , , ,

Também pode ser do seu interesse:

João Almeida é Campeão Nacional de scratch João Almeida é Campeão Nacional de scratch
ASFIC reforça-se com antigo campeão nacional e ibérico ASFIC reforça-se com antigo campeão nacional e ibérico
Ciclismo: 12ª Volta a Portugal de Juniores Liberty Seguros Ciclismo: 12ª Volta a Portugal de Juniores Liberty Seguros
Ciclismo: 12ª Volta a Portugal de Juniores passa por Rio Maior Ciclismo: 12ª Volta a Portugal de Juniores passa por Rio Maior

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.