Saber do estado dos incêndios em tempo real

Site de estudante da Universidade de Aveiro mostra em tempo real estado dos incêndios

O projeto é de João Pina, estudante da Licenciatura em Novas Tecnologias da Comunicação

O estudante João Pina, da Universidade de Aveiro.

O estudante João Pina, da Universidade de Aveiro.

Num só clique já é possível obter todas as informações sobre os incêndios que lavram nas florestas portuguesas. Se estão ativos ou já extintos, os meios mobilizados para cada um dos focos e, naturalmente, a respetiva localização geográfica são apenas alguns dos dados disponibilizados diretamente sobre o mapa do país pelo site de João Pina, estudante da Universidade de Aveiro (UA). Atualizado de dez em dez minutos com recurso aos dados da própria Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), o fogos.tomahock.com pretende dar uma rápida, permanente e preciosa ajuda aos bombeiros, INEM e populações afetadas.

A ideia do estudante da Licenciatura em Novas Tecnologias da Comunicação em desenvolver o site, que está já ativo, surgiu depois de perceber, em conversas com amigos bombeiros, que a visualização da informação disponibilizada pelo site da ANPC, no que diz respeito aos fogos que diariamente têm lavrado em Portugal, “é muito complicada”.

“Os vários passos necessários para chegar aos dados no site da ANPC, apresentados em tabelas de leitura pouco óbvia e em formato PDF que, necessariamente, têm de ser constantemente descarregadas para aceder à atualização das informações que a instituição disponibiliza ao longo do dia”, deram o clique a João Pina, apaixonado pela programação informática e sempre ávido por novos desafios tecnológicos.

“Tenho alguns amigos que são bombeiros ou do INEM e que, nesta altura em que há mais incêndios, andam sempre a ver o site da ANPC. Eles queixam-se da forma como a informação relativa aos incêndios é disponibilizada pois dizem estar muito dispersa e de não ser de rápida compreensão”, lembra João Pina que, para além de estudante, trabalha como programador no laboratório SAPO Labs/UA, mais concretamente no projeto SAPO Campus, uma parceria entra a UA e o SAPO.

As observações dos amigos foram confirmadas pelo próprio estudante. “Recentemente estive uns dias no interior do país e, ao ouvir passar helicópteros e aviões mobilizados para o combate aos fogos, fui também ao site da ANPC para tentar perceber onde estava o incêndio. Realmente vi que a informação estava lá mas para aceder à respetiva visualização era muito complicado”, garante. Lembrou-se então que poderia pegar nos dados que são divulgados publicamente pela ANPC e disponibilizá-los de forma mais ‘amigável’ para quem deles necessitar.

31-8joaopinamapa

Para além da visão georreferenciada no mapa disponibilizado pelo fogos.tomahock.com permitir ter uma visão abrangente do panorama de incêndios no país – “a localização no mapa é aproximada à localidade que a ANPC indica” – cada incidente está devidamente categorizado. “A vantagem nesta visualização é deixarmos de ter páginas inteiras de texto e em formato PDF, para termos a informação disponível geolocalizada e de fácil compreensão”, adianta João Pina.

Categorias:Tecnologias Tags: , , ,

Também pode ser do seu interesse:

TC aprova contrato de locação de 12 aviões de combate a incêndios TC aprova contrato de locação de 12 aviões de combate a incêndios
ESAs na Prevenção de Incêndios e Proteção das Florestas ESAs na Prevenção de Incêndios e Proteção das Florestas
Rio Maior: freguesias prioritárias na limpeza de terrenos Rio Maior: freguesias prioritárias na limpeza de terrenos
Incêndios: ACOS solidária com ovinicultores afetados Incêndios: ACOS solidária com ovinicultores afetados

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.