Seminário Apícola em Chãos – a repetir!

Seminário Apícola em Chãos – o tipo de iniciativa que a Cooperativa Terra Chã quer repetir!

Dra. Sandra Pereira (Quercus), Dr. Joaquim Pífano (ADERAVIS), Eng. Afonso Silva, Dra. Joana Godinho (INIAV), Dr. António Hermenegildo (Sociedade dos Apicultores de Portugal).

Dra. Sandra Pereira (Quercus), Dr. Joaquim Pífano (ADERAVIS), Eng. Afonso Silva, Dra. Joana Godinho (INIAV), Dr. António Hermenegildo (Sociedade dos Apicultores de Portugal).

Em junho deste ano, a Cooperativa Terra Chã, em conjunto com a ADERAVIS, a Quercus e o grupo Jerónimo Martins organizou um seminário com temas atuais e muito importantes, tanto para apicultores, como para qualquer pessoa interessada em conhecer a realidade apícola nacional e os condicionalismos do sector, assim como a vertente da ecologia e da biodiversidade.

Atualmente as abelhas sofrem grande pressão, não apenas provocada pelas diversas doenças, parasitas e predadores até há pouco bem conhecidas dos apicultores, mas também pelas novas ameaças.

Estas ameaças mais recentes podem ser de origem biológica: a Vespa velutina (asiática), fortíssimo predador de insetos, incluindo as abelhas, assim como potencial perigo para a segurança do cidadão; a Aethina tumida (escaravelho pequeno), parasita em fase de expansão europeia e com enorme potencial destrutivo das colmeias caso chegue ao nosso país; o Tropilaeps sp., parasita ainda mais prejudicial do que a já habitual varroa que tantos problemas tem dado a todos os apicultores.

Podem ter origem química: a acumulação e a interação negativa entre as diversas substâncias químicas aplicadas no interior da colmeia pelo apicultor e no exterior da mesma, pelos produtores agrícolas ou pelas equipas camarárias de controlo de infestantes.

Podem ter origem física: as, cada vez mais, evidentes alterações climáticas cujos efeitos prejudicam a própria qualidade do alimento natural disponível para as abelhas, assim como obrigam ao aumento dos custos com o próprio maneio que o apicultor cuidado necessita de manter para ter colónias fortes e saudáveis.

Todas estas novas ameaças, isoladas, ou em conjunto, não prejudicam somente o apicultor e as abelhas. Uma vez que o principal produto da abelha é a polinização, toda a cadeia alimentar está em causa se a população deste pequeno inseto entra em declínio, aliás, o que já acontece em vários países.

E a par da cadeia alimentar surgem as cadeias económicas direta e indiretamente dependentes dos resultados de uma boa polinização, para não falar em questões de saúde física e mental do próprio ser humano que dependem de uma alimentação rica e variada, algo que não é possível sem o inestimável serviço de polinização que as abelhas prestam diariamente e de forma gratuita!

O seminário contou com o precioso contributo de oradores experientes nas diversas matérias, nomeadamente o Eng. Afonso Silva – Apicultor profissional (Alterações climáticas e impacto na apicultura e biodiversidade), o Dr. António Hermenegildo – Sociedade dos Apicultores de Portugal (Novas ameaças às abelhas) e a Drª Joana Godinho – INIAV (Vespa velutina).

O debate final foi bastante participado entre os muitos participantes do evento, o que demonstra o interesse do tema. Este tipo de seminários é algo a que a Cooperativa Terra Chã dará continuidade, pois passar a informação livremente para todos é um dos seus principais objetivos.

Fonte: Cooperativa Terra Chã (Alcobertas – Rio Maior)

Categorias:Economia Tags: , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Região | CDS a favor da continuidade da coligação com PSD na Câmara Região | CDS a favor da continuidade da coligação com PSD na Câmara
Agrocluster aborda Economia Circular no sector agroindustrial Agrocluster aborda Economia Circular no sector agroindustrial
Seminário sobre cibersegurança nas Caldas da Rainha Seminário sobre cibersegurança nas Caldas da Rainha
Terra Chã: êxito gastronómico na Assembleia da República Terra Chã: êxito gastronómico na Assembleia da República

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.