Terre de Femmes tem candidaturas abertas

Terre de Femmes já financiou 17 projetos ambientais em Portugal e tem candidaturas terminam a 30 de setembro.

Mlene Matos, vencedora do Prémio Yves Rocher 2015.

Mlene Matos, vencedora do Prémio Yves Rocher 2015.

Os projetos levados a cabo por mulheres portuguesas na área ambiental têm contado com o apoio do Prémio Terre de Femmes (Terra de Mulheres), que se tem revelado decisivo financeiramente no apoio à execução, bem como na respetiva notoriedade, por se tratar de uma ação de cariz internacional.

Em Portugal, já foram 17 os projetos financiados desde 2009, num investimento que já ascendeu a 73 mil euros, mas o Terre de Femmes está em 10 países e já apoiou 350 mulheres eco-empreendedoras num total de 1 milhão e 800 mil euros de investimento.

A cargo da Fundação Yves Rocher, Portugal acolhe agora a sua 8ª edição que já está em curso e com o prazo de inscrição de projetos até 30 de setembro.

O objetivo é apoiar os projetos desenvolvidos de forma independente e/ou através de uma estrutura sem fins lucrativos, mas também projetos provenientes de entidades com um objeto comercial, desde que possuam um alcance social e ambiental.

O projeto vencedor recebe o valor de 10 mil euros, havendo também uma menção especial a projeto reconhecido pelo júri, no valor de 3 mil euros.

O júri é composto por reputadas instituições: representantes da Liga para a Proteção da Natureza (LPN); Inspeção-Geral da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território (IGAMAOT); e Instituto de Ciências Sociais da Universidade e Lisboa (ICS-UL).

A última vencedora portuguesa do Galardão foi a professora de inglês Inês Rodrigues que, através do projeto «Tabanca Solar» e com uma simples garrafa de água, leva iluminação a aldeias remotas da Guiné-Bissau.

Projetos como «Cabaz do Peixe», «BIO Somos Todos», «Campanha pelas Sementes Livres», «Fruta Feia» ou «FUTURO – O projeto das 100 mil árvores», foram apenas alguns dos 17 premiados em Portugal e que continuam a ter um forte impacto económico e social.

O Prémio Terre de Femmes está presente em 10 países: França, Alemanha, Suíça, Rússia, Marrocos, Portugal, Ucrânia, México, Turquia e Itália.

Os projetos distinguidos nas edições anteriores do Prémio Terre de Femmes Portugal podem ser consultados aqui: https://www.youtube.com/playlist?list=PLQJtub90GahPM_v5jXYGr4NhYGzqwYCr6

O Regulamento da 8.ª edição do Prémio Terre de Femmes Portugal pode ser consultado em: http://www.yves-rocher.pt/pt-pt/landing-pages/terre-de-femmes#

A Fundação Yves Rocher

Criada em 1991, a Fundação Yves Rocher – Instituto de França nasceu da iniciativa de Jacques Rocher, filho de Yves Rocher.

Pioneira de uma ecologia humanista e universal, a Fundação Yves Rocher compromete pela biodiversidade para uma Pegada Positiva.

Com ações em mais de 50 países e com a convicção de que os indivíduos podem mudar o Mundo, hoje a Fundação conta com quatro grandes projetos:

  • Terre de FEMMES – apoio a mulheres envolvidas, criadoras de comunidades ativas;
  • Plantons pour la Planète – plantação de árvores por todo o mundo, símbolo de enraizamento;
  • Plantes et Biodiversité – preservação espécies vegetais, únicas e vitais a todos; e
  • Photo, Peuples et Nature – suspensão do tempo graças ao olhar dos fotógrafos.
Categorias:Ecologia e Ambiente

Também pode ser do seu interesse:

ASFIC estagia em hotel de Setúbal ASFIC estagia em hotel de Setúbal
GNR realizou sessão de hipoterapia em Tomar GNR realizou sessão de hipoterapia em Tomar
Includ-ED dá a volta ao Agrupamento Fernando Casimiro Includ-ED dá a volta ao Agrupamento Fernando Casimiro
Atividade operacional do Comando Territorial da GNR Atividade operacional do Comando Territorial da GNR

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.