UDRM cai em Coruche pela margem mínima

GD Coruchense e UDRM, encontraram-se hoje em Coruche, em partida a contar para a décima quarta jornada do Campeonato da I Divisão Distrital da Associação de Futebol de Santarém.

A UDRM partia para esta partida à procura da terceira vitória consecutiva no campeonato, depois dos bons resultados alcançados frente a UDS e AD Mação, que levaram a equipa riomaiorense a fugir aos lugares de despromoção. Pela frente, a UDRM tinha um adversário moralizado pelos bons resultados que tem vindo a acumular e com vontade de se chegar aos lugares cimeiros da tabela classificativa.

Em Coruche, a partida começou por se pautar pelo equilíbrio, que só foi desfeito perto da meia hora de jogo, quando um passe errado na defesa unionista permitiu à equipa da casa, a vantagem que viria a manter durante o resto do jogo.

A UDRM acusou a desvantagem, permitindo maior ascendente do GD Coruchense durante o resto tempo da primeira parte, que ficou ainda marcada por uma entrada selvagem de Salcedas (GD Coruchense), com os pitons e sem intenção de jogar a bola, sobre o regressado David Cruz, que acabou por abandonar, lesionado num tornozelo, o encontro. A falta, cometida “nas barbas” do árbitro auxiliar, não foi sequer sancionada.

No segundo tempo, a UDRM esboçou a resposta, mas sem nunca conseguir tomar as rédeas do encontro. De resto, a tarefa dos riomaiorenses ficou bastante mais complicada após o minuto 66, quando Fábio Soares foi expulso por travar, em falta, Eduardo, quando este se isolava em direcção à baliza riomaiorense.

Apesar de estar em vantagem numérica, o GD Coruchense não conseguiu capitalizar sobre essa vantagem e, em alguns momentos do jogo, ficou mesmo a dúvida sobre qual das equipas estaria a jogar com menos um jogador.

Verdade é, porém, que os anfitriões, mesmo sem fazer um grande jogo, acabaram por conseguir manter a vantagem até final, frente a uma UDRM bastante fragilizada (voltou a apresentar apenas 4 jogadores no banco de suplentes) que sentiu dificuldades em impôr o seu jogo. De resto, e apesar da boa reacção no segundo tempo, a UDRM bem pode agradecer ao guardião Miguel as boas defesas que efectuou, em especial durante a primeira parte, que evitaram um resultado mais volumoso.

Categorias:UDRM

Também pode ser do seu interesse:

O Pavão O Pavão
XXXI Salão de Outono, em Pequeno Formato XXXI Salão de Outono, em Pequeno Formato
Inês Henriques e Jorge Miguel de ouro Inês Henriques e Jorge Miguel de ouro
Corfebol: Torneio para Todos em Rio Maior Corfebol: Torneio para Todos em Rio Maior

Responder

Enviar Comentário

© 2017 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.