UDRM – Novo desaire em dia de despedidas

• A jogar durante 85 minutos contra dez jogadores do SL Cartaxo, UDRM averbou a sétima derrota da época no jogo que marcou a despedida do técnico Eduardo Teixeira, e do seu adjunto, Leandro Antunes

Foi uma equipa completamente desmotiva, desconcentrada e (como habitualmente) desfalcada a que se deslocou à cidade de Cartaxo, no passado fim-de-semana, para defrontar o SL Cartaxo em jogo a contar para a 10ª jornada do Campeonato da I Divisão Distrital da AFS.

O técnico, Eduardo Teixeira, que se sentou (à semelhança do seu adjunto, Leandro Antunes) pela última vez no banco da UDRM, foi forçado, uma vez mais, a jogar com dois médios adaptados no eixo da defesa, uma vez que continuava a não poder contar com uma série de jogadores que fazem, naturalmente, essa posição (Mauro, Vinícius, Fábio Soares …), para além de não poder contar também com o capitão da equipa, Persi Mamede, que cumpriu o seu segundo jogo (de três) de castigo.

Ainda assim, as ausências não explicam a apatia que se apoderou da equipa riomaiorense, que já sabia, antes desta partida, que iria perder o seu treinador (Eduardo Teixeira já havia definido, na passada terça-feira, com o presidente do clube, Sérgio Garcia, o seu afastamento do cargo técnico). Talvez a última razão possa servir de tónico para tão descaracterizada exibição, mas devia ter servido para que acontecesse precisamente o contrário, com os jogadores a darem um “prenda de despedida” ao seu técnico… não foi o que aconteceu.

A UDRM entrou, como já dissemos, de forma muito desconcentrada, notando-se muito nervosismo nos seus atletas que perdiam lance após lance para os homens da casa, que também não conseguiam muito melhor, demonstrando, também eles, estar num mau momento de forma. Foi um início de jogo com um futebol pobre, muito pobre mesmo, entre duas equipas que não sabiam muito bem o que fazer à bola.

A UDRM entrou mal, sofrendo um golo logo aos 5 minutos, num lance em que os da casa apanharam os riomaiorenses em contra-pé. Ainda assim, mesmo sem jogar bem, os riomaiorenses, contando com uma prenda dos cartaxenses, que ao minuto 8 passaram a jogar com dez unidades, conseguiram dar a volta ao marcador através, primeiro, de Marco e depois, de Piqué.

Com o tento, obtido à beira do intervalo, e a jogar com mais uma unidade, as coisas pareciam bem encaminhadas para o lado da UDRM, mas o segundo tempo, porém, trouxe uma história bem diferente… Quando se pedia calma e concentração aos riomaiorenses, estes voltaram a entrar na partida completamente desconcentrados, e em cinco minutos (48’ e 53’), viram a equipa cartaxense consumar nova reviravolta no marcador, com dois golos praticamente “oferecidos” (um penalti e uma perda de bola na defesa).

Completamente desmotivada, a equipa de Rio Maior sentiu muitas dificuldades para travar um entusiasmado SL Cartaxo, que ia somando situações de perigo, e o golo, que já havia sido adiado por Miguel, surgiu através de Silva, na esquerda, que desta vez não deu hipóteses ao guardião riomaiorense, estabelecendo o resultado final (4-2).

Com mais esta derrota, a UDRM permanece em zona de despromoção (que este ano até pode ser alargada a 4 ou 5 equipas), mas não perde de vista os concorrentes mais directos que (exceptuando UD Santarém e Amiense, com vitórias) também somaram maus resultados.

Categorias:UDRM Tags: , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Rio Maior SC vence Salvaterrense e sobe ao 4ºlugar Rio Maior SC vence Salvaterrense e sobe ao 4ºlugar
Unidades de Saúde em horário alargado por causa da gripe Unidades de Saúde em horário alargado por causa da gripe
Campeonatos Distritais de Futebol de Santarém Campeonatos Distritais de Futebol de Santarém
Futebol: Portugal x Turquia em Rio Maior Futebol: Portugal x Turquia em Rio Maior

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.