Vinhos do Tejo batem recorde de mais de 180 medalhas em 2014

Enoport United e Adega Cooperativa do Cartaxo são os produtores mais premiados

 

Os vinhos do Tejo atingiram, pela primeira vez na história, o número recorde de 189 medalhas, de janeiro a julho de 2014, em concursos nacionais e internacionais, contra as 142 de 2013, no mesmo período.

O grande contributo para este resultado adveio da aposta na qualidade e na exportação, que os produtores da região vitivinícola do Tejo têm vindo a fazer desde 2009.

Estes resultados foram conseguidos num total de 10 concursos: 2 nacionais, o Concurso Nacional de Vinhos e o Concurso de Vinhos Engarrafados do Tejo, e 8 internacionais, International Wine Challenge, International Wine & Spirit Competition, Concurso Mundial de Bruxelas, Mundus Vini, Vinalies International, Seliezione del Sindaco, Challenge International du Vin e Decanter.

“Das 189 medalhas conquistadas pelos nossos produtores, 131 são internacionais e 58 nacionais, o que prova que a grande aposta que temos vindo a fazer na exportação está certa. Somos reconhecidos internacionalmente pela nossa qualidade e é esse o caminho que temos que continuar seguir. Atualmente já estamos a exportar 40% do que produzimos”, afirma João Silvestre, diretor geral da Comissão Vitivinícola Regional do Tejo (CVR Tejo).

Ao todo foram distinguidos 123 vinhos tintos da região Tejo, 63 brancos e 3 rosés, num total de 3 medalhas de excelência, 5 de grande ouro, 57 de ouro, 80 de prata e 44 de bronze.

O maior destaque vai para os produtores Enoport United Wines, que arrecadou um total de 27 medalhas – 1 de excelência, 11 de ouro, 8 de prata e 7 de bronze – e Adega Cooperativa do Cartaxo, com 20 medalhas – 8 de ouro, 8 de prata e 4 de bronze. Em Rio Maior, além da Enoport United Wines, João M. Barbosa, Quinta da Badula e a Quinta dos Penegrais, contam também na lista dos produtores mais premiados.

A propósito, na FRIMOR 2014, logo no primeiro dia, está agendada para as 12h30 a entrega da Grande Medalha de Ouro do XIII Concurso Internacional de Vinhos «La Selezione del Sindaco» (Itália) à Quinta da Badula (Arrouquelas); a cerimónia terá lugar no Stand do Município de Rio Maior, no 1.º piso do Pavilhão Multiusos.

Desde 2009, os vinhos da região do Tejo já conquistaram mais de 800 medalhas, num total de 12 concursos nacionais e internacionais, resultados que acompanham o crescimento na exportação, que de 2008 a 2013 aumentou 78%. A região dos Vinhos do Tejo é composta por um total de 17 mil hectares, que produzem anualmente cerca de 550 mil hectolitros.

A Comissão Vitivinícola da Região do Tejo (CVR Tejo) é a entidade responsável pela promoção e certificação dos vinhos da região.

Os três maiores mercados da região dos Vinhos do Tejo foram, em 2013, Angola, Suécia e China, sendo que os Estados Unidos, a Polónia e o Brasil revelaram-se, nesse ano, os melhores mercados da região.

Categorias:Economia, Rio Maior Tags: , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Qieyang e Diego ganham 27º GPI RM em Marcha Atlética Qieyang e Diego ganham 27º GPI RM em Marcha Atlética
Em Rotary fevereiro é mês dedicado às comunidades Em Rotary fevereiro é mês dedicado às comunidades
Miguel Silva e a proeza do CRC Assentiz nas Tasquinhas Miguel Silva e a proeza do CRC Assentiz nas Tasquinhas
C.R.C. Assentiz – a Melhor Tasquinha 2018 C.R.C. Assentiz – a Melhor Tasquinha 2018

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.