Youth for All, All for Humanity satisfez

Youth for All, All for Humanity satisfez os dirigentes da H2O.

«Youth for All, All for Humanity» foi o projeto de formação internacional organizado pela H2O – Associação de Jovens de Arrouquelas, em Rio Maior, entre 19 e 27 de junho de 2016. Este projeto realizou-se ao abrigo do Programa ERASMUS + da União Europeia.

Mais uma vez os dirigentes da H2O mostram-se satisfeitos com o trabalho realizado por todos e os resultados alcançados considerando que o sucesso na organização de projetos internacionais se deve ao empenho de todos e à experiência de vários anos nesta área, no trabalho com jovens e na sensibilização da comunidade para as questões europeias. Todo o projeto foi assente numa estratégia de educação não formal que teve como inovação a criação de uma exposição de Fotografia temática, de autoria de Joana Bom e que esteve patente na Biblioteca Municipal durante toda a formação.

Atividade na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Laureano Santos.

Atividade na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Laureano Santos.

O grupo na escadaria da Biblioteca Municipal.

O grupo na escadaria da Biblioteca Municipal.

Cada vez mais a H2O se preocupa em dar uma maior dimensão aos seus projetos, envolvendo mais pessoas nos mesmos, na conceção e realização tentando sempre atingir mais pessoas e mais jovens, de forma a envolver mais jovens nos programas de mobilidade internacional, sendo que até junho esta Associação trabalhou diretamente nesse sentido com a Escola Fernando Casimiro e Escola Profissional de Rio Maior, que vieram a enviar jovens em projetos da H2O.

O objeto do projeto «Youth for All, All for Humanity» foi a luta contra a xenofobia e o racismo em relação aos imigrantes, de modo a mudar os sentimentos negativos em relação à migração para positivos, numa abordagem baseada na compreensão das origens dos imigrantes e na desmontagem da política das raízes culturais baseadas nos medos e na ignorância das sociedades.

Voluntários confecionaram sopas dos seus países.

Voluntários confecionaram sopas dos seus países.

Foram 9 dias de formação com a participação de 30 jovens dirigentes de organizações juvenis, oriundos de vários países europeus – Portugal, Hungria, República Checa, Polónia, Grécia, Espanha, França, Macedónia, Eslováquia, Bulgária, Turquia, Malta, Estónia e Roménia –, em que a H2O procurou criar campanhas offline e online para jovens, a fim de apoiar a integração dos jovens imigrantes e lutar por valores humanos e europeus.

Momento de interação com a população de Arrouquelas.

Momento de interação com a população de Arrouquelas.

O projeto contou com a colaboração da Junta de Freguesia de Arrouquelas, Câmara Municipal de Rio Maior e Biblioteca Municipal, local onde se realizou a maior parte dos trabalhos, sendo que ainda passou pelas Salinas e Arrouquelas onde houve uma grande interação com a população local, com a realização de um arraial popular no centro da aldeia sede da freguesia, com todas as associações de Arrouquelas, o que foi “um momento intercultural muito enriquecedor que nos foi proporcionado pelo Rancho Folclórico Infantil e Juvenil das Quebradas, Tuna da Universidade Sénior de Rio Maior e ainda a marcha popular do SALPIQUETE, com todos vestidos a rigor”, comenta dirigente da H2O.

Os jovens interagiram com os riomaiorenses de forma muito positiva e salutar, inclusivamente com a presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, Isaura Morais.

Os jovens interagiram com os riomaiorenses de forma muito positiva e salutar, inclusivamente com a presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, Isaura Morais.

Em Rio Maior todo o grupo desenvolveu uma campanha nas ruas da cidade com vários momentos criativos e apelativos para a questão dos refugiados e da integração de cidadãos. Ao longo de toda a tarde de sexta-feira os jovens interagiram com os riomaiorenses de forma muito positiva e salutar, inclusivamente com a presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, Isaura Morais, que se prontificou a escrever no mural exposto temporariamente na parede dos Paços do Concelho. Ainda em Rio Maior a AJA – Associação Jovem Alcobertas, proporcionou a todo o grupo uma animada aula de dança com os seus alunos, no antigo quartel dos bombeiros.

O grupo desenvolveu uma campanha nas ruas da cidade com vários momentos criativos e apelativos para a questão dos refugiados e da integração de cidadãos.

O grupo desenvolveu uma campanha nas ruas da cidade com vários momentos criativos e apelativos para a questão dos refugiados e da integração de cidadãos.

 

Durante o Training Course os participantes analisaram o significado dos artigos da Declaração Universal dos Direitos Humanos e se estes foram cumpridos, ou parcialmente preenchidos, ou não, em relação à situação dos refugiados e imigrantes. Pesquisaram e apresentaram a situação atual dos refugiados e imigrantes nos seus países, o que os levou a compreender a diferença entre eles. Também deu uma ideia mais completa da situação na Europa e ajudou-os a entender o porquê do ignorar, gerando receios e tornando-se racistas para com os imigrantes. Para perceber a situação dos refugiados quando eles chegam à Europa o projeto teve a presença da fotojornalista Joana Bom que apresentou a sua exposição de fotos feitas nos campos de refugiados na Grécia e na Macedónia.

Atividade  na Biblioteca Municipal.

Atividade na Biblioteca Municipal.

Através da discussão e da tentativa de encontrar definições para a palavra “cultura”, os participantes também compreenderam a importância de respeitar a diversidade cultural e a prática de preconceitos e perceções. Eles também aprenderam acerca do modelo de desenvolvimento da sensibilidade intercultural por Milton J. Bennett.

Os participantes aprenderam a fazer uma campanha de juventude e a escolher um grupo alvo para tal. Para uma campanha de sucesso, foi importante aprender sobre canais de comunicação eficazes. Depois os participantes criaram a sua própria ação de rua contra a xenofobia e o racismo. No final de cada dia os participantes refletiram o conhecimento adquirido e que os ensina a conduzir e analisar o seu progresso de aprendizagem.

A H2O manifestou publicamente estar grata a todos os que têm colaborado com a Associação de Jovens de Arrouquelas e que têm tornado possível esta intensa dinâmica de aprendizagem, “que dignifica a região e os nossos jovens”.

Categorias:Educação Tags: , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

A Seleção Nacional de Futsal está em Rio Maior A Seleção Nacional de Futsal está em Rio Maior
NA ESDRM x NA Samora Correia disputam o comando NA ESDRM x NA Samora Correia disputam o comando
Melhores nadadores da região treinam no CAR Rio Maior Melhores nadadores da região treinam no CAR Rio Maior
Unidade fabril da Generis em Rio Maior Unidade fabril da Generis em Rio Maior

Responder

Enviar Comentário

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.