Marca de Rio Maior nos melhores vinhos da região

Quinta de Porto Nogueira tem marca de Rio Maior

Da esquerda para a direita: António Barreira, Rafael Neuparth Vieira e José Pereira Barreira, na Quinta de Porto Nogueira.

Da esquerda para a direita: António Barreira, Rafael Neuparth Vieira e José Pereira Barreira, na Quinta de Porto Nogueira.

Na continuação do artigo publicado recentemente (http://www.regiaoderiomaior.pt/uma-viagem-pelos-melhores-vinhos-da-regiao/), voltamos ao dia 14 de março, que alguns Riomaiorenses dedicaram ao enoturismo, e que terminou na Quinta do Porto Nogueira. Uma Quinta cheia de história, agora com uma marca riomaiorense. É um projeto de vinho e turismo, conduzido pela família Mendes Barreira, relacionada com o empresário riomaiorense José Pereira Barreira.

Quinta_Porto_Nogueira_vista

Situada em Alguber (no início do vizinho concelho do Cadaval) esta quinta tem muito passado e por certo, muito futuro. Os imóveis encontram-se recuperados e modernizados: por um lado devidamente adaptados à vinificação de uvas para a produção de grandes vinhos e, por outro lado prontos para bem receber, numa Country House rodeada de natureza e bem adaptada ao turismo vínico e ao turismo de natureza.

Quinta_Porto_Nogueira_rececao

A Quinta de Porto Nogueira data da primeira metade do século XVIII, tem um passado marcante, tendo pertencido durante mais de 2 séculos à família Fogaça. Em 1980 a Quinta foi doada por Júlio Melo Fogaça (um reconhecido intelectual de esquerda que dedicou a sua vida à militância comunista) a favor da Academia de Ciências de Lisboa. A exploração da Quinta compreende extensas áreas de pomares de pera rocha do Oeste em cerca de 25 hectares, vinha em cerca de 14 hectares, estando a restante área dedicada à floresta de eucalipto certificada. Foi adquirida em 2004 pela família Mendes Barreira que procedeu à recuperação e adaptação do conjunto edificado e à reestruturação e reconversão das plantações agrícolas.

Quinta_Porto_Nogueira_cubas

A produção de vinhos é conduzida sob a denominação social Casa Romana Vini (nome com origem na centenária Ponte Romana contígua à Quinta do Porto Nogueira), estando orientada para a produção de vinhos brancos, tintos e espumantes de grande qualidade, exclusivamente a partir de uvas próprias, sujeitas a um rigoroso processo de triagem e de escolha de cachos e de bagos. A Casa Romana Vini produz nesta Quinta os vinhos das marcas «Villa Nogueira», «Quinta Nogueira» e «Página», a partir de várias castas entre as quais se destacam: Sauvignon Blanc, Arinto, Chardonnay, Moscatel, Touriga Nacional e Pinot Noir. Também produz vinhos nos excelentes terrenos das vizinhas aldeias de Quintas/Vale Barco (Rio Maior) com a marca «Quinta da Escusa».

A Country House encontra-se em soft opening, devendo estar a operar em pleno no início do próximo verão. Este projeto de enoturismo teve distinta aprovação pelos apreciadores que visitaram o espaço no dia 14 de março. Mas por ali há mais notas de riomaiorenses: Rafael Neuparth Vieira é um dos enólogos enquanto Bruno Rolo, há muitos anos dedicado ao wine design, foi o criador dos rótulos das garrafas.

Texto e fotos: Manuel Silva

Categorias:Em Destaque, Regional Tags: , , , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Atletas de Rio Maior no Nacional de Escalões da ANDDI Atletas de Rio Maior no Nacional de Escalões da ANDDI
Uma holandesa de Poortugaal… Uma holandesa de Poortugaal…
Nobre Casa de Cidadania visita Centro Escolar de Fráguas Nobre Casa de Cidadania visita Centro Escolar de Fráguas
Rio Maior, Cidade Florida está de regresso Rio Maior, Cidade Florida está de regresso

Responder

Enviar Comentário


nove − 3 =

© 2017 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.