Marinha também acode à tragédia de Pedrógão Grande

Marinha

A Marinha e a Autoridade Marítima ativaram meios de apoio ao combte aos incêndios em Pedrógão Grande.

Face à situação vivida em Pedrógrão Grande, a Marinha disponibilizou para o terreno uma cozinha de campanha para assegurar refeições a 800 pessoas e os géneros alimentares necessários. Esta capacidade irá fornecer refeições já esta noite de domingo e para os próximos 3 dias.

A Marinha de Guerra Portuguesa também estava a aprontar um posto avançado de saúde, com um médico, dois enfermeiros da Marinha e dois psicólogos disponibilizados pela Polícia Marítima, que irão apoiar e colaborar com os meios existentes no terreno na assistência aos operacionais e à população.

Para prestar apoio e em estreita colaboração com os meios existentes no terreno, em especial às corporações de Bombeiros e meios da Proteção Civil, vão ser destacados igualmente para o local dos incêndios, Fuzileiros, do Batalhão de Fuzileiros nº 2, pertencentes à Força de Reação Imediata (FRI), numa missão configurada para apoio à emergência civil, nomeadamente nas ações de rescaldo e de reconhecimento, sobretudo em zonas de difícil acesso –adianta a Marinha, revelando que estarão envolvidos neste esforço um total de 230 dos seus militares.

Categorias:Nacional Tags: , , , ,

Também pode ser do seu interesse:

A Marinha abriu concurso para fuzileiros A Marinha abriu concurso para fuzileiros
CVP em ação na recuperação após os incêndios CVP em ação na recuperação após os incêndios
Marinha prepara-se para cenários de crise Marinha prepara-se para cenários de crise
Marinha treina força naval para cenários de crise Marinha treina força naval para cenários de crise

Responder

Enviar Comentário


4 − um =

© 2017 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.